CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR



ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DA SERRA, ES

- ATA DA ELEIÇÃO DA PRIMEIRA DIRETORIA DA ALEAS
DIA 28 DE AGOSTO DE 1993

- Lista dos presentes na Assembléia Geral de Fundação da ALEAS




Fotos da Assembléia Geral de Fundação da ALEAS no dia 28 de Agosto de 1993, na Câmara Municipal da Serra, na Serra Sede.

Nas fotos, Escritor Clério José Borges discursando; O Secretário Carlos Dorsch, escrevendo a ATA; Naly da Encarnação Miranda; Sandra Bunges; Narceu Paiva Filho; Carlos Gonçalo Amaral e Presciliano Carlos Amaral.


RESUMO - A ALEAS, Academia de Letras e Artes da Serra, Município da Serra - ES - foi fundada no dia 28 de agosto de 1993, na Sede da Câmara Municipal da Serra, em reunião presidida pelo Escritor, Poeta e Trovador Capixaba, Clério José Borges de Sant Anna, morador de Eurico Salles, Distrito de Carapina, no Município da Serra. Na ocasião é formada a primeira Diretoria da ALEAS, são lidos e aprovados os Estatutos, e procede-se a admissão dos primeiros Acadêmicos fundadores. A sessão foi solene com Clério José Borges sendo eleito primeiro Presidente da ALEAS. Discursaram Clério José Borges, Carlos Dorsch e Naly da Encarnação Miranda, o qual foi aclamado Presidente de Honra da entidade. Na fundação da ALEAS foram registradas as presenças de três Vereadores: Izolina Márcia Lamas da Silva, Pedro Paulo de Souza Nunes e João Luiz Teixeira Corrêa. Trinta e sete pessoas assinaram o Livro de Presenças, conforme registro no Cartório do 1º Ofício, Registro das Pessoas Jurídicas da Serra, com o N.º 3.978, datado de 25 de Agosto de 1995. Livro A-2, N.º 142. No dia 11 de março de 1994, cerca de sete meses depois da fundação, a ALEAS realiza sessão solene de posse de todos os Acadêmicos Fundadores na Serra Sede. Integravam a mesa que presidiu os trabalhos: Gercino Cláudio Soares, Delegado Chefe DPJ da Serra; Deputado Federal João Coser; MM Juiz Paulo Luppi; Prefeito de Ibiraçu, Adélio Ceccato; Ex-prefeito da Serra, Dr. Naly da Encarnação Miranda; Escritor Clério José Borges; Desembargador Antônio Miguel Feu Rosa. A ALEAS possui 40 Acadêmicos. Nos últimos 20 anos presidiram a ALEAS: Clério José Borges de Sant Anna, por duas vezes, (de 1993 a 1995 e 2012 a 2014). Naly da Encarnação Miranda, uma vez (de 1995 a 1996). Marcello Furtado, uma vez, (de 1996 A 1997). Sandra Regina Bezerra Gomes, por seis vezes (de 1997 a 2009) e Paulo Ribeiro Walter de Negreiros, uma vez, (de 2009 a 2012). O atual Presidente é Clério José Borges. Contatos: clerioborges@hotmail.com - Telefone: 27 - 92 57 82 53.

ORIGEM HISTÓRICA - O Município da Serra, localizado na Região Metropolitana da Grande Vitória, capital do Estado do Espírito Santo, na Região Sudeste do Brasil possui uma tradição cultural. De 1880 a 1903 a Serra teve os seus tempos áureos, com muita riqueza, luxo e cultura e a cidade era conhecida como "Grécia Capixaba" e "Atenas Capixaba", este último título também atribuído a cidade de Cachoeiro de Itapemirim no sul do Estado. Nas Escolas da Serra eram ministradas aulas de Francês e os filhos dos proprietários de terras iam estudar na França e de lá mandavam regularmente, tecidos e perfumes franceses para parentes e amigos.

A Serra já teve a sua casa de espetáculos de 1911 a 1950. A Sociedade Dramática "Francisco Salles", conforme notícia do Jornal “A Serra” de 12/02/1911 e que recebeu tal nome em homenagem a Francisco José dos Santos Salles. Funcionava num prédio que foi demolido pelo Prefeito Rômulo Leão Castello, em 1950, para melhoramento da cidade, pois o prédio atrapalhava o trânsito na antiga Avenida Gonçalves Dias, hoje, Avenida Getúlio Vargas. Era um local de apresentações dramáticas e posteriormente chegou a ser usado como Cinema com exibição de filmes de sucesso. A Serra é também um Município altamente industrializado. Em contraste com a industrialização existe o rico folclore e as belezas naturais como o Mestre Álvaro e 23 km de praias. Entre as manifestações culturais estão as Bandas de Congo que tradicionalmente se apresentam com desenvoltura e beleza na Festa de São Benedito no dia 26 de Dezembro de cada ano.

Assim, há muitos anos existia na Serra a idéia de criação de uma Academia de Letras. Faltava contudo alguém para tomar a iniciativa do movimento. O Poeta Trovador e Escritor Capixaba, Clério José Borges, nascido em Aribiri, Vila Velha, ES, muda-se para o bairro Eurico Salles em Carapina, Serra, ES, em 1979. Observando a falta de uma Academia de Letras na cidade, Clério como presidente do Clube dos Poetas Trovadores Capixabas, CTC, entidade cultural sem fins lucrativos e fundada em 1980, resolve fundar uma Academia. Mantém contato com o Ex Prefeito Naly da Encarnação Miranda, que de imediato apoia a idéia. Com a Vereadora Márcia Lamas consegue o espaço da Câmara Municipal para a realização da reunião, que é marcada para o dia 28 de Agosto de 1993, um Sábado. Clério elabora uma carta convocatória para a reunião de fundação da Academia, datada de agosto de 1993 e a Carta é encaminhada pelos Correios para vários escritores da Grande Vitória e para intelectuais e artistas Serranos.

Na data marcada, a Vereadora Márcia Lamas da Silva e seu esposo Humberto Aires de Moura e Silva passam na casa do Clério em Eurico Salles e levam Clério para o local da reunião. As 19 horas a reunião é iniciada, presidida por Clério José Borges que após compor a mesa, convida o Advogado e ex vereador Carlos Dorsch para secretariar os trabalhos. Os presentes aceitam a idéia e a Academia é fundada oficialmente. Na ocasião é eleita a primeira Diretoria da ALEAS e são lidos e aprovados os Estatutos. Em seguida procede-se a admissão dos primeiros Acadêmicos fundadores. Na mesma ocasião definiu-se também a Sigla da entidade como ALEAS, palavra que em Latim significa Sorte. De "Alea jacta est", que significa "a sorte está lançada", frase de Júlio César, às margens do Rubicão. O latim é uma antiga língua indo-europeia do ramo itálico originalmente falada no Lácio, a região do entorno de Roma (Itália).

Acadêmicos da Aleas reunidos no dia da posse coletiva dos membros fundadores em 11 de março de 1994. Na foto: Naly da Encarnação Miranda; Valdemir Ribeiro Azeredo (de óculos); Clério José Borges; Galbo Benedicto do Nascimento (na parte detrás); Carlos Dorsch; Sandra Bunges (atrás); Getunildo Pimentel; Pedro Paulo de Souza Nunes (atrás); Anthístenes Loureiro; Humberto Aires de Moura e Silva (atrás); Valter Francisco de Assis; Eduardo Mendonça (atrás); Carlos Nodier Fraga de Miranda.


FONTE DE PESQUISAS

OBSERVAÇÃO: Permitimos a livre reprodução do conteúdo e agradecemos a citação da fonte com a inclusão de nosso link, se possível.

Fonte de Pesquisa:
Borges, Clério José - Livro História da Serra, 1a. 2a. e 3a Edição - 1998, 2003 e 2009 - Editora Canela Verde - À Venda na Loja Biss, Avenida Central, 901, Parque Residencial Laranjeiras, Serra ES - Tel.: 27 - 33 38 39 05

Borges, Clério José - Livro Dicionário Regional de Gírias e Jargões - 2010 - Editora Canela Verde - À Venda na Loja Biss, Avenida Central, 901, Parque Residencial Laranjeiras, Serra ES - Tel.: 27 - 33 38 39 05




VOLTAR


Copyright © 2004/2013 - All Rights Reserved: CJBS