CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR

CARNAV AL CA PI XA B A

CARNAVAL 2003

MUQUECADA CAPIXABA:
AMADORISMO E DESORGANIZAÇÃO
Um carnaval sem Turistas, De vizinho para vizinho
Comentário de Clério José Borges (Escritor, autor do livro "História da Serra")

Nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2003, fiz questão de ir ao Sambão do Povo, assistir o Carnaval Capixaba. Vi muita boa vontade, muito esforço. Gente se dedicando com amor e garra. Porém, pude constatar uma realidade: O Carnaval Capixaba precisa melhorar e muito. Existe uma desorganização muito grande. Existe muito primarismo. Existe muita falta de profissionalismo.
Enquanto a Prefeitura e os demais órgãos responsáveis pelo evento, não se conscientizarem de que o Carnaval é um evento profissional a ser realizado pelas Comunidades do Samba, os Sambistas e Organizado por técnicos profissionais do ramo de eventos, vai ser sempre a mesma coisa.

CHEGA DE MEDIOCRIDADE

Chega de improvisação. Chega de amadorismo. No meio de dirigentes abnegados e foliões suando pelas cores de sua Escola, vi muitas banalidades a serem corrigidas. Chega de passar a mão pela cabeça e dizer que a Escola estava linda e maravilhosa. Linda e maravilhosa estavam a "MUG", a "Jucutuquara", (com fantasias lindas e uma Comissão de Frente muito bem bolada. Os Índios saindo das Cabanas e depois o espetáculo do fogo foi muito bonito), a "Piedade", a Novo Império... As outras Escolas que me perdoem. Respeito a dedicação de seus dirigentes mas do jeito em que estão, não dá prá ser feliz. O Carnaval Capixaba precisa melhorar...
Na foto acima, o Carro Alegórico do Padre Anchieta, da MUG, Campeã do Carnaval 2003.Uma mostra de Grandiosidade e Beleza. parece Carnaval do Rio de Janeiro mas não é... É de Vitória mesmo. (Foto Lucas Monteiro. O cara é bom nas fotos...)

FALTA LUZ PARA ALEGRAR A TODOS

Está faltando uma "Onda Luz". Falta divulgação. Trazer turistas. Turista é dinheiro. Motivar as Comunidades para participarem do desfile. Há Escolas com Alas com meia dúzia de "gatos pingados". É necessário que seja montado um esquema de organização do tipo Vital. O Carnaval precisa ser um evento rentável e que dê lucro principalmente para as Escolas de Samba
Com dinheiro as Escolas fabricarão mais fantasias para distribuí-las, de graça, para as suas Comunidades, aumentando o número de componentes das Alas. Os Sambistas, as mulatas e o povão das Alas não podem faltar nunca, pois são os verdadeiros Artistas do Espetáculo, mas, a Organização do evento para ter sucesso completo, terá que ser administrada por profissionais do ramo de promoções e eventos. Com garra e competência pode-se e deve-se promover um Grande Carnaval Capixaba. Que dê lucros. Que atraia Turistas Nacionais e Estrangeiros, que venham até Vitória ver o Desfile e até, quem sabe, sambar.

VERGONHAS

Contei. Pelo menos umas cinco Alas em duas Escolas diferentes estavam com menos de vinte pessoas. Vi gente na Arquibancada sambando melhor do que muitos que estavam na avenida. Falta motivação para desfilar ? Vi em algumas poucas Escolas (Graças a Deus), fantasias horríveis e sem criatividade. Vi improvisação. E, ainda queriam me cobrar a quantia de um mil e quinhentos reais, por um Camarote. Como ? No "Vital", no Camarote do Marcão eu pago bem mais, contudo vale a pena. No Carnaval Capixaba poderei pagar no próximo ano mas não acredito que as deficiências e irregularidades serão sanadas.
Algumas Escolas estavam maravilhosas: MUG, Piedade, Novo Império... Algumas, como "Jucutuquara" e "Rosas de Ouro", não tiveram sorte. Mas o resto foi uma verdadeira Moqueca sem tempero. Daquelas que não são a autentica Moqueca Capixaba que levam água, leite de côco e azeite de dendê.
(Aliás todo mundo anda escrevendo errado até eu neste texto. A palavra é Muqueca com a letra "u" e não com a letra "o". É só ler o Livro "Identidade Capixaba", publicado pela Prefeitura de Vitória).
Continuando, você olha e vê o prato bonito. Quando vai experimentar é uma lambança só, uma Muquecada.
Existem algumas "Escolas" que são "Blocos" metidos a "Escolas de Samba".
Beleza mesmo foi a presença da simpática Manoela, do Big Brother, (Gostosa !!!) sem aquele chato do Thyrso

AS ESCOLAS NA PASSARELA

Sobre as Escolas de Samba, alguns comentários: A "Pega no Samba", primeira a desfilar na sexta feira, mostrou garra. Carlos Vaccari tentava empolgar o público, com evoluções bem ritimadas. O "Luxo do Lixo" foi criativo e o Hermes Laranja, ex-prefeito, estava bem no carro alegórico que lembrava o lixão de São Pedro. Tentaram escrever uma homenagem a Amylton de Almeida mas borram tudo com spray.
A "Piedade" foi bem. Empolgou. Belas Fantasias, mas não mostrou o brilho de outras épocas. Andaraí e Barreiros se apresentaram de forma regular. A "Novo Império" esteve muito bem, mostrando que Irany Medice está comandando bem a rapaziada e presidindo bem a sua Escola. Mereceu ficar em segundo lugar.
No segundo dia (22 de fevereiro), a primeira Escola foi a de Costa Pereira que não apresentou nada de novo. A "Chegou o que faltava" apresentou-se sofrivelmente. Trouxeram um destaque do Rio de Janeiro mas a fantasia acabou caindo. Costa sua Escola mereceu o último lugar. profissionalize meu rapaz.
A "Imperatriz do Forte" mais parecia um bando de fantasiados. Não sei como conseguiu ficar em 5º Lugar. "Unidos de Barreiros", não acrescentou nada de novo e seus componentes deveriam ficar em casa, assim assistiriam a transmissão da "TV Capixaba", com Ferreira Neto, Nirlan Coelho e o bom radialista, Anilson Ferreira.

SERÁ QUE FOI "PRAGA" DE ALGUÉM ?

A Escola de Samba "Unidos de Jucutuquara". Sempre aguardada. Coração palpitando para ver a Nação de Jucutuquara. A mais querida. (Sempre achei que "Rio Branco" e "Unidos" sempre foram e são os mais queridos de Vitória). Que pena ! Fantasias lindas mas um atraso de mais de 80 minutos e muitos carros sem serem exibidos ao público. Houve um ensaio de vaias pelo atraso. Culpa da Organização do evento. No Som não havia nenhuma justificativa e a ansiedade era geral, levando a um princípio de vaias que acabaram se transformando em aplausos depois que a Escola desfilou. A turma do meu Grupo, em número de dez pessoas, considerou a "Jucutuquara" a mais bonita, já que as Fantasias lembravam a beleza das fantasias do Carnaval Carioca. Cristina, minha vizinha comentou, "Isto é "praga" de Bernadete", mas não acredito. Bernadete, embora tenham perdido a Presidência da Escola, quer o melhor para o nosso Carnaval. A Liga das Escolas de Samba está aí para promover um evento bonito em 2004. (Aliás, Maria Bernadete Romano Ladislau, você estava linda com aquele modelito de branco.)
Os comentários eram de que tinham furado os pneus do Carro Alegórico da "Unidos de Jucutuquara", mas oficialmente nada. O sistema de Som da Prefeitura não justifica atrasos, não informa nada. Um desrespeito para quem está na Arquibancada e nos Camarotes
Já a MUG, "Mocidade Unida da Glória" brilhou. Um show. Título merecido. Mas tenho críticas. A Escola apresentou-se com poucos componentes. Oficialmente eram mil pessoas. Tinha mais. Mesmo assim o número ainda era pequeno. Uma Escola Campeã tem que ter mais de 2 mil pessoas. Acho que Robertinho deveria realizar uma grande mobilização na Glória e em Vila Velha, juntando componentes dos Blocos "Sururu no Espeto"; "Unidos da Toca" e outros e sair na Avenida com 2 mil a 3 mil componentes. A "Independentes de São Torquato", fazia isto (Que falta "Independentes", seis vezes Campeã do Carnaval Capixaba. Que falta faz você, Escrivã e Porta Bandeira, Neuza).
As fantasias da MUG estavam bonitas e a bateria empolgou o público presente. Os Carros Alegóricos estavam simplesmente lindos.

GARFARAM OS PONTOS DA ROSAS DE OURO ?

E a querida "Rosas de Ouro" ? Que pena os dois carros que quebraram no meio da Avenida. Os comentários eram de que tinha sido "coisa encomendada" do Prefeito Vidigal, que é Evangélico e dizem que proibiu Blocos Carnavalescos nas praias da Serra. (deve ser intriga da Oposição...) Vidigal parece não ter gostado da homenagem ao Serrano, filho de Itaobaia, Hugo Borges.
"Rosas de Ouro" fez um apresentação boa, embora os carros alegóricos (mesmo os quebrados) não estivessem tão bonitos. A propaganda da "TV Guarapari", do "velho" Hugo, num dos Carros Alegóricos deve ter tirado pontos.
Hugo Borges foi um destaque com seus Oitenta anos, sambando na Avenida. Deve ter dormido à tarde toda em Guarapari para enfrentar o desfile pelo horário da madrugada. Em dado momento os diretores da Escola colocaram Hugo numa roda e aí a homenagem virou cultuação explícita. Hugo mereceu a homenagem.

PARECE MESMO COISA ENCOMENDADA

Mas Jorge, sua Escola "Rosas de Ouro" foi humilhada, sacrificada e "roubada". "Garfaram" e comeram pontos da "Rosas de Ouro" Capixaba. O fato dos Guardas de Trânsito de Vitória terem parado o veículo sem adesivo de Liberado, atrasando a chegada da "Comissão de Frente" parece "coisa" encomendada. Alguém comentou que quando disseram que era a "Rosas de Ouro" da Serra, aí que o Guarda encrespou e não deixou o veículo prosaseguir. Acho que você deveria ter realmente pulado a cerca e parado o Cronômetro na marra. Eu vi... Para algumas Escolas, o cronômetro marcava quase dez minutos e acabou zerando e recomeçando a contagem. Ninguém me contou não. Eu vi.
A última Escola no sábado foi a "Independentes de Boa Vista" que apresentou um Samba Enredo bonito (Aquele que fala no Galo), mas o seu desfile foi regular. O Destaque vai para a Ala das crianças desfilando entre 5 e 6 horas da manhã, aprendendo desde já a acordarem bem cedo.
Que falta faz você, "Independentes de São Torquato"...

FILAS, FALTA DE SINALIZAÇÃO E LAMAÇAL NO CARNAVAL

Sei não !!! Acho que algumas Escolas deveriam se juntar. Contei. Haviam pelo menos duas Escolas de Samba com Alas com menos de 20 pessoas. Acho isto uma vergonha. Cadê a mobilização das Comunidades. É preciso que as Alas sejam grandes. Que haja conjunto com as Alas se apresentando em Blocos compactos para que o Espetáculo da Arquibancada e para a Televisão, seja bonito de se ver.
Quanto a organização do evento, achei mediocre, embora louve o trabalho da Secretária Luciana Veloso. Na entrada do Sambão não haviam Placas de Sinalização e as pessoas se perdiam indo para o lado direito que era entrada para os camarotes, quando deveriam ir para o lado esquerdo onde era a entrada das arquibancadas.
Uma amiga minha quebrou o salto da sandália (Que vergonha, Margarete) e teve que caminhar descalça. Foi horrível caminhar até as entradas das das catracas eletrônicas das arquibancadas. Havia pedras e buracos no caminho de terra batida. Uma água que corria em alguns lugares (Parecia urina!!! Era urina!!!) Um lamaçal... Não havia iluminação. Ei, esqueceram das Placas, esqueceram da luz. Já imaginou um Turista indo para as entradas das Arquibancadas. Que vergonha Luiz Paulo... A Prefeitura tem um ano para acertar o caminho das Arquibancadas, promovendo ali um pequeno asfaltamento ou o que seja. Já pensou a vergonha !!! Turista tendo que passar pelo desconforto de andar num caminho de terra batida e pedras, com urina a seus pés.

O PROTESTO NO JORNAL "A TRIBUNA"

E, a fila para comprar ingresso. Uma vergonha. Parece que havia uma pessoa só vendendo os Ingressos. Desconforto para o público que estava pagando para assistir o Espetáculo.
O Jornal "A Tribuna", de Domingo, 22 de Fevereiro de 2003, mostra na página 8 a foto de uma enorme fila, com o título "Filas e Falta de Sinalização", onde está registrada a minha reclamação: "De acordo com o funcionário Público, Clério Borges, 53 anos, a falta de sinalização e orientação sobre a direção das arquibancadas fez com que muitas pessoas se perdessem, o que acabou provocando uma grande fila antes do desfile começar". Esta já é outra fila. Era para entrar e se dirigir para as Arquibancadas.
Algumas Escolas parecem mais grandes Blocos, apesar de que os Blocos agora se tornaram imensos. O Bloco "Tô Bêbado", de Jardim da Penha reuniu cerca de 15 mil pessoas no Domingo.
A Escola de Samba "Tradição Serrana" que nem desfilou, deveria se juntar com a "Rosas de Ouro". Outras de regiões e bairros próximos ou se juntam ou voltam a serem blocos.

TURISTA TRAZ DINHEIRO E ENCHE O "CAIXA" DAS ESCOLAS

A profissionalização deve ser o caminho de nossas Escolas. Sem perder o Samba no pé, mas com fantasias lindas e maravilhosas e Carros Alegóricos grandes e majestosos. São os Carros Alegóricos que dão magia e encantamento a quem assiste o espetáculo. O Carnaval Capixaba deve ser preparado para os Turistas. Turista traz dinheiro e dinheiro em caixa leva a Escola a se preparar melhor para o Carnaval do ano seguinte.
O Carnaval Capixaba mais parece uma festa de vizinhos. É feito pelos vizinhos para vizinhos. Uns ma passarela e outros nas Arquibancadas. Lá estão os que vão ver os outros vizinhos desfilando.
O Poder público precisa se mobilizar e atrair Turistas e o Carnaval deve ser visto como um alto investimento turístico e não um evento para satisfazer o "ego pessoal" de alguns Presidentes de Escolas de Samba. Luciana Veloso e Bernadete Ladislau (vai me odiar por isto), deveriam levar os Presidentes das Escolas de Samba para uma visita ao Rio de Janeiro e São Paulo. Visitarem as quadras, trocarem idéias e experiências. Uma reciclagem. Profissionalismo já, pelo bem do Carnaval Capixaba.
Em entrevista publicada no Jornal A Gazeta, Bernadete anuncia que nos próximos anos poderá haver uma Divisão. Num Grupo as Grandes Escolas e noutro grupo, as Escolas menores. É a nossa idéia de um Carnaval melhor e grandioso para o Espírito Santo. Saúde e Paz.

Clério José Borges é Escritor, Poeta e Trovador, Autor do Livro "História da Serra", premiado em São Paulo e Primeiro Presidente e fundador do Clube dos Poetas Trovadores Capixabas e da Academia de Letras e Artes da Serra, ALEAS.



Comissão de Frente da Unidos de Jucutuquara
no Carnaval Capixaba 2003.

Classificação do Carnaval Capixaba 2003

1º lugar: A.R.C. Mocidade Unida da Glória (MUG) - 199 pontos

2º lugar: G.R.E.S. Novo Império - 198,5 pontos

3º lugar: G.R.E.S. Unidos da Piedade - 195,5 pontos

4º lugar: G.R.E.S. Andaraí - 192,5 pontos

5º lugar: G.R.E.S. Imperatriz do Forte - 189,5 pontos

6º lugar: G.R.E.S. Pega no Samba - 185 pontos

7º lugar: G.R.E.S. Independentes de Boa Vista - 184,5 pontos

8º lugar: G.R.E.S. Unidos de Barreiros - 182 pontos

9º lugar: G.R.E.S. Unidos de Jucutuquara - 168 pontos

10º lugar: G.R.E.S. Rosas de Ouro - 127 pontos

11º lugar: G.R.E.S. Chegou o que faltava - 93,5 pontos






VOLTAR


Copyright © 2004 - 2012 - All Rights Reserved: CJBS