CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR

VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES 2011
BAIRRO EURICO SALLES - DISTRITO DE CARAPINA - CIDADE DA SERRA - ESTADO DO ESPÍRITO SANTO - BRASIL

Foi realizado de 03 a 06 de Novembro de 2011, o Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores, promovido pelo Clube dos Trovadores Capixabas CTC, com apoio da Lei de Incentivo a Cultura da Serra, Lei Chico Prego; da Arcelor Mittal Tubarão; Magnesita; Loja Biss da Avenida Central, 901, em Laranjeiras; Prefeitura Municipal da Serra, Secretaria de Turismo, Cultura, Esporte Lazer e Livraria Doce Saber. O Congresso teve a duração de quatro dias e foi realizado na Sede da Associação de Moradores do Bairro Eurico Salles, AMBES, com encerramento na Igreja São João Batista de Carapina, Município da Serra, no Estado do Espírito Santo, onde foi rezada a Missa em Trovas celebrada pelo Padre Comboniano e Italiano, Pedro Settin, (que tocou Gaita). Após a celebração, com Coordenação do Presidente do CTC, Clério José Borges houve a apresentação dos Poetas Trovadores locais e visitantes, que foi assistida por grande público, autoridades (duas Vereadoras, Lourência Riani e Sandra Gomes; um Deputado Estadual, prof. Roberto Carlos e Secretários Municipais) e inclusive a Vice Prefeita da Cidade da Serra (ES), Madalena Santana e o Prefeito Municipal, Dr. Antônio Sérgio Alves Vidigal.


Mesa que presidiu a Abertura Solene do Congresso de 2011: Sra. Regina Lúcia de Vargas Svensson; Maria Helena Firmo Pagotto; Aurélio Carlos Marques de Moura; Clério José Borges, com o microfone; Rogério Salgado; Secretária de Turismo e Cultura da Serra (ES) e representante do Prefeito, Berenice de Albuquerque Tavares; Acadêmico Paulo Negreiros; Vereadora Lourência Riani; Jornalista Ângelo Fernandes; Dr. Carlos Dorsch; João de Deus Corrêa, o Tio João e Agostinho Rodrigues. Na mesa, troféus, medalhas e a Bandeira Nacional.


A Abertura solene do Congresso foi realizada com início às 19h30m do dia 03/11/2011 e foi presidida pelo Presidente do CTC, Clube dos Trovadores Capixabas, Clério José Borges de Sant Anna, contando ainda com a presença do Presidente do Conselho Municipal de Cultura da Serra, Aurélio Carlos Marques de Moura; da Secretária Interina de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, da Prefeitura Municipal da Serra e representante do Prefeito, Berenice de Albuquerque Tavares; O Presidente da Academia de Letras e Artes da Serra, Paulo Negreiros; A representante da Empresa Arcelor Mittal Tubarão, Maria Helena Firmo Pagotto; A representante da Associação de Moradores do Bairro Eurico Salles, AMBES, Sra. Regina Lúcia de Vargas Svensson; A Presidenta da Sociedade de Cultura Latina do Brasil, SCLB, com sede em Mogi das Cruzes, São Paulo, Maria Aparecida de Mello Calandra; O Poeta Rogério Salgado, criador do Belô Poético, de Belo Horizonte, Minas Gerais; O Senador da Cultura do Rio de Janeiro, pela SCLB, Agostinho Rodrigues, de Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro; As representantes da Câmara Municipal, Vereadoras do Município da Serra, ES, Lourencia Riani e Sandra Regina Bezerra Gomes; O Ex-Vereador João de Deus Corrêa, o Tio João, autor da Lei que criou a Praça dos Poetas Trovadores no Município da Serra, ES e o Advogado e primeiro Presidente da UBT - União Brasileira de Trovadores em Vitória, ES, (1981), Dr. Carlos Dorsch.

Durante a solenidade de Abertura do evento foram registradas as belíssimas apresentações do Coral da Arcelor Mittal Tubarão, regido pelo Maestro Adolfo Alves, (foto) e a apresentação dos Alunos do Projeto DO RÉ MI FÁbrica de Sons, com coordenação de Regina Lúcia de Vargas Svensson e Rosiléa Lopes de Vargas. Ainda na abertura solene, apresentaram-se a Dupla de Cantores Bolivianos, Edwin Hermani e Rubén Yllanes, do Grupo Proclamacion Bolívia; o Poeta Repentista, Pedro Maciel da Silva, o Ceará; o Cantor Seresteiro, Alomar Cassiano Borges e o Cantor Jota Báutis, considerado o Rei Capixaba do Forró. Na solenidade de abertura foi registrada ainda a inauguração da Exposição "Paz na vida e no Coração", da Artista Plástica, Maria do Rosário Silva Santos e Exposição de Livros de Literatura de Cordel da Poeta Cordelista Kátia Bobbio.


Solenidade de Abertura do Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores, dia 03/11/2011: Na 1ª foto ao fundo, a apresentação do Coral da Arcelor Mittal Tubarão; Na 2ª Foto, apresentação do Projeto "DO RE MI FÁbrica de Sons" e na 3ª foto, a apresentação dos Cantores Bolivianos, Edwin Hermani e Rubén Yllanes.



PRIMEIRO DIA - QUINTA FEIRA: SOLENIDADE OFICIAL E MUITA MÚSICA

No primeiro dia do evento, dia 03 de Novembro de 2011, já às 10,00 horas da manhã, todos os presentes ajudavam na Montagem e decoração do local do Congresso. Por volta das 16,00 horas houve a inauguração do ESPAÇO CULTURA POPULAR, com os Cantores Bolivianos, Edwin Hernani e Rubén Yllanes e a Tenda Cultural do Escritor Edilson Celestino Ferreira e amigos. Em seguida foi iniciada a OFICINA DE MÚSICA com o professor JAILTON FRANCISCO, que foi muito elogiada pelos participantes. As 20,00 horas foi realizada a Abertura Oficial do VIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores – Sessão Solene, na Sede da Associação de Moradores do Bairro Eurico Salles, AMBES, sendo inaugurada a Exposição PAZ NA VIDA E NO CORAÇÃO, com pinturas Óleo sobre Tela, da Artista Plástica Maria do Rosário e exposição de Livros de Cordel da Cordelista Kátia Bobbio.

Também foi inaugurada uma Exposição de fotografias das atividades realizadas pelo CTC, com uma mostra de Banners dos Associados do CTC e visitantes. Como Mestre de Cerimônia, o Diretor do CTC, Josvaldo Maria do Anjos saudou a todos os presentes, convidando para presidir os trabalhos o Presidente do CTC, Acadêmico, Escritor e Historiador, Clério José Borges, que logo passou a Composição da mesa e Instalação Oficial dos trabalhos. Composta a mesa, seguiu-se a uma brilhante apresentação do CORAL DA ARCELOR MITTAL TUBARÃO, com regência do Maestro Adolfo Alves. Após o Canto do Hino Nacional, várias músicas foram apresentadas num show que durou aproximadamente 40 minutos. Em seguida houve a apresentação dos alunos do Projeto DO RE MI FÁbrica de Sons, da AMBES, com coordenação de Regina Lucia de Vargas Svensson e Rosiléa Lopes de Vargas.


Solenidade de Abertura do Congresso no dia 03/11/2011: 1ª Foto, Sra. Regina Lúcia de Vargas Svensson e a Vereadora Sandra Regina Bezerra Gomes; 2ª Foto: Agostinho Rodrigues, RJ, com Maria Aparecida de Mello Calandra, SP, Clério José Borges, ES e Rogério Salgado, MG; 3ª Foto, Escritor Paulo Oliveira, Pajo, de Formiga, MG, no momento de sua Palestra; 4ª Foto: Trio Mineiro, Bilá Bernardes, Rogério Salgado e Léa Lu, no momento da Oficina mistrada por Léa sobre o Projeto VAE BRASIL, como Editar um Livro.


Após a apresentação do Projeto da AMBES, usou a palavra a Secretária Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer da Prefeitura Municipal da Serra, Berenice de Albuquerque Tavares que declarou Abertos Oficialmente o Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores, saudando em nome do Prefeito Municipal, Sérgio Vidigal a todos os presentes. Em seguida usaram a palavra, o Presidente da Academia de Letras e Artes da Serra, Paulo Negreiros e a Vereadora Lourência Riani. Seguiu-se a Palestra "Poesia Arte da Alma", pelo Escritor, Paulo José de Oliveira – Pajo, da Cidade de Formiga, MG. Usaram a palavra em seguida os Poetas Rogério Salgado e Agostinho Rodrigues, abordando temas relativos a divulgação da Poesia na atualidade.

Prosseguindo com o evento foi proferida importante palestra com o tema “Direitos Autorais”, pelo Advogado Dr. Carlos Dorsch. Em seguida ocorreu a entrega de Troféus, Medalhas e Diplomas aos vencedores do Concurso de Trovas tema FÉ, com destaque para a primeira colocada no referido Concurso, a Trovadora Deny de Paula Barros Pereira, da Ilha do Governador, Rio de Janeiro, que recebeu seu Troféu das mãos da Sra. Berenice de Albuquerque Tavares, representante do Prefeito Municipal da Serra, ES. O evento teve ainda as apresentações musicais dos Cantores Bolivianos, Hermani e Rubén e do Cantor Seresteiro, Alomar Cassiano Borges.

Também usou a palavra o ex-Vereador João de Deus Corrêa, o Tio João, que saudou todos os presentes. No encerramento da Solenidade foi realizado um show de Forró, do Cantor Jota Báutis, sendo improvisada uma pista de dança no referido Salão. Destaque para os participantes Cidimar e Esposa e Cleusa Vidal que cantaram diversas músicas junto com Jota Báutis, alegrando o ambiente. Na oportunidade o Poeta Rogério Salgado, de Belo Horizonte, MG, autografou o seu livro “Poemas – 1975-2010 – 35 anos de Poesia”, sendo um exemplar entregue a cada autoridade presente.


Solenidade de Abertura do Congresso: Na 1ª foto, a Representante do Prefeito da Serra, Berenice de Albuquerque Tavares entrega Troféu de 1º Lugar no Concurso Dr. Eno Teodoro Wanke 2011, TEMA FÉ, a Trovadora Deny de Paula Barros Pereira, da Ilha do Governador, Rio de Janeiro; Na 2ª Foto, o Rei do Forró Capixaba, Cantor Jota Báutis; Na 3ª foto, a apresentação do Cantor Seresteiro, Alomar Cassiano Borges; Na 4ª foto: Apresentação do Trovador Repentista, Pedro Maciel da Silva, o Ceará.


Trovas colocadas em Pipas coloridas (papagaios) enfeitavam e decoravam o ambiente da Associação de Moradores onde foi realizado o Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. No Varal e nas paredes foram expostas Poesias dos Poetas, Levi Basílio; Benigno Silva; Teodorico Boa Morte; Paulo Oliveira, Pajo, de Formiga, MG; Rogério Salgado, (MG); Geraldo Fernandes, de Vitória, ES; Kátia Bobbio (ES); Dalva Meirelles (RJ); Deny de Paula Barros Pereira (Ilha do Governador, RJ) e Clério José Borges (ES).

SEGUNDO DIA - SEXTA FEIRA: PASSEIO, TEATRO E CHORINHO

Na sexta feira, logo cedo às 08h30m, em ônibus Especial todos foram para a cidade de Vila Velha, que faz parte da Grande Vitória, passando pela Praia de Camburi, na Capital Capixaba. A primeira visita foi ao Convento de Nossa Senhora da Penha, edificação centenária localizada numa montanha de 144 metros de altura, (foto ao lado), onde estava sendo realizada a Missa das 09,00 horas. Após muitas fotos do Convento, da cidade de Vila Velha e da Ilha de Vitória, da Terceira ponte e do Morro do Mestre Álvaro, na Serra, vistos do alto do Morro da Penha, os participantes do Congresso dirigiram-se a Fábrica de Chocolates GAROTO, do Grupo Nestlé, numa visita que durou uma hora e meia.

Por questões de higiene, muitos Trovadores que estavam sem Tênis e sem calça comprida não puderam entrar no interior da Fábrica, localizada no bairro da Glória, no Município de Vila Velha, ES. Durante o Passeio foi declarado iniciado o Concurso Relâmpago de Trovas com o tema "Cidade da Serra". Ao final do passeio e por volta das 15,00 horas, quando o Concurso foi encerrado foram recebidas 56 trovas. Foi designado o Jornalista Maurilen de Paulo Cruz, conhecido como Mauri, participante ativo do Congresso, para Presidir a Comissão Julgadora e apresentar o resultado no dia seguinte.


Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. Sexta feira, dia 04/11/2011, pela manhã, visita a Fábrica de Chocolates Garoto, do Grupo Nestlé; Foto 2. Poeta Teodorico Boa Morte e Jornalista Maurilen de Paulo Cruz. Foto 3: Clério, Zenaide Emília Thomes Borges e Trovadora Deny recebendo o seu Diploma de 1º Lugar no Concurso Nacional de Trovas tema FÈ. Foto 4, Advogado Carlos Dorsch falando sobre Direitos Autorais, na abertura do Congresso, dia 03/11/2011, à noite.


Por volta das 14,00 horas, os participantes se reuniram no Restaurante "Frigideira e Botequim", para o Almoço. As 15,00 horas, todos se concentraram no local do evento, sede da AMBES. Início da Oficina Literária de Criação Poética com ênfase na Trova, com coordenação Geral do Trovador Agostinho Rodrigues, de Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro. Por volta das 17h30m, a Escritora Léa Lu abordou o tema, PROJETO VAEBRASIL. EU FAÇO O MEU LIVRO - OFICINA QUE ENSINA COMO FAZER O SEU LIVRO, COLAGEM DE MIOLO, CAPA, E EDIÇÃO. Oficina ministrada em coletivo. LÉA LU é da Academia de Letras do Brasil, Seccional de Minas Gerais. Na ocasião também foi feita a apresentação do Projeto EU SOU A CAPA.


Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores: Na 1ª foto, as Pipas (Papagaios) com trovas e rabiola, enfeitando o ambiente; Na 2ª foto, a apresentação ocorrida no 2º dia do Congresso (sexta-feira) do Grupo de Chorinho Ferrabrás; Terceira foto: Bilá Bernardes, MG, Creuzely Ferreira, ES, com os participantes do Grupo de Teatro que se apresentou sexta à noite, Fábio Santana, Dayan e Hudson, estando ao lado com microfone, Clério José Borges. Na 4ª foto, Poeta Trovador Albércio Nunes recebendo seu Troféu de 1º Lugar Concurso Local Tema Fé, estando ao lado com microfone a Poeta e Trovadora Carioca, Creuzely Ferreira.


Por volta das 20,00 horas, foi apresentada a PEÇA TEATRAL. com o Título, "E eu com isso?" - Uma reflexão bem humorada sobre a ética (ou a falta dela) na política brasileira. Autoria e Direção: Fábio Santana. Grande elenco. Peça vencedora do XX Festival Mineiro Nacional de Teatro e do IV Festival Palco e Rua de Contagem. MG. 20h45m, com a presença do Cantor Arcízio foi realizado um aquecimento para a SERENATA do Sábado. Já por volta das 21,00 horas foi realizado o SHOW DO GRUPO DE CHORO FERRABRÁS, com coordenação do Músico, Fábio do Carmo. O Trio Ferrabrás apresentou antigos chorões aliada a uma abordagem mais abrangente da música instrumental brasileira, com músicas dos compositores Pixinguinha, Ernesto Nazareth, Anacleto de Medeiros, Jacob do Bandolim e Villa-Lobos, Hermeto Pascoal, Hamilton de Holanda e outras influências. Após a belíssima apresentação do Trio de Choro, o evento foi encerrado em seu segundo dia.


Passeio de Sábado, dia 05/11/2011 - Foto 1: Grupo de Trovadores em frente a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, da Serra Sede. Foto 2: Um Grupo em frente a Estátua de Chico Prego. Foto 3: Bilá Bernardes, de Belo Horizonte e o canhão, na colina da Igreja dos Reis Magos em Nova Almeida, sendo observada pela Trovadora Dalva Meirelles do Rio de Janeiro.


TERCEIRO DIA - SÁBADO: PASSEIO, FORRÓ E SERENATA

No Sábado, por volta das 08,00 horas, todos já estavam concentrados para o Passeio Turístico e Cultural, com saída para a Sede da Cidade da Serra. Na ocasião foi iniciado o Concurso Relâmpago de Trovas, com tema “Natureza”. Os participantes chegaram na Serra Sede e conheceram a histórica Igreja de Nossa Senhora da Conceição e em seguida visitaram a Estátua do herói dos Negros Escravos do Distrito do Queimado, morto enforcado no dia 11 de Janeiro de 1850, na Serra Sede, Francisco de São José, o Chico Prego. Em seguida foi realizada a Visita a Casa do Congo Mestre Antônio Rosa, onde o Poeta Trovador, Teodorico Boa Morte, com o seu violão recepcionou a todos. Após uma hora, novo passeio em ônibus especial da Serra Sede até o Balneário de Nova Almeida, passando pela Praia de Jacaraípe.


Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. Na 1ª foto, Professor Carlos Augusto antes de sua Palestra com o tema, "A Trova e a Globalização Educacional". Na 2ª foto, poeta Chiquinho e outros poetas em frente a Loja Biss de Laranjeiras, Serra, ES, na degustação de sorvete. Foto 3, Jornalista Arlindo da Nóbrega, de São Paulo e Clério José Borges (ES). Foto 4, Prefeito Municipal da Serra, Sérgio Vidigal, com os Poetas Trovadores após a Missa em Trovas realizada no Domingo, dia 06/11/2011. Nesta 4ª foto estão: Edilson Celestino; Clério José Borges; Trovadora Deny de óculos escuro; Atrás, o Boliviano Ruben;Prefeito Sérgio Vidigal; Creuzely Ferreira; Rogério Salgado e Neiva Fernandes.


Em Nova Almeida foi realizada uma visita ao Monumento histórico da Igreja dos Reis Magos, onde um Guia Monitor relatou fatos históricos referente a construção da referida Igreja. Logo após todos ainda em ônibus especial, se dirigiram até o Comércio da Avenida Central de Laranjeiras, onde ocorreu uma degustação de Sorvete grátis na LOJA BISS, na avenida Central, 901, Laranjeiras, oferecimento do empresário Clérigthom Thomes Borges. Em seguida, ocorreu o retorno ao bairro de Eurico Salles para o Almoço no Restaurante Frigideira e Botequim que ofereceu a alimentação por um preço especial. Às 15 horas houve o retorno a sede da AMBES, local do Congresso, com o Encerramento do Concurso Relâmpago, com o tema "Natureza".

Quando o Concurso Relâmpago, com o tema "Natureza" foi encerrado, constatou-se terem sido recebidas um total de 76 trovas, pois cada trovador poderia inscrever quantas trovas pudesse apresentar desde que as mesmas não tivessem qualquer tipo de identificação para não haver nenhuma influência entre os membros da Comissão Julgadora, que nestas horas preferem beneficiar os visitantes em prejuizo dos autores locais. Foi anunciado que o resultado do aludido Concurso seria divulgado na Confreternização do dia seguinte, Domingo, após a Missa em Trovas. Em seguida houve a continuação da Oficina Literária de Criação Poética com ênfase na Trova, com coordenação de Agostinho Rodrigues, Campos, RJ. Às 15h30m, foi realizada uma belíssima apresentação do Grupo de Dança Sênior, UNATI/UFES, com Coordenação de Maria Inês Sonegheti e Magnólia Pedrina Silvestre. Casais da Melhor Idade, cantando e dançando na festa dos Poetas Trovadores. Uma beleza.


Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores: Nas duas primeiras fotos, a apresentação, ocorrida no sábado à tarde, dia 05/11/2011, dos Sanfoneiros amigos do Miguel, aparecendo os mesmos com as Medalhas de honra ao Mérito que receberam pela participação no evento; Na 3ª foto, Troféus e Medalhas do evento; Na 4ª foto, Neiva Fernandes (RJ), com a artista Plástica, Maria do Rosário (ES) e Bilá Bernardes (MG).


Continuando com a programação foi realizado o SHOW MUSICAL COM SANFONEIROS DO ENCONTRO DE SANFONEIROS organizado por Miguel Barbosa de Miranda, com os Músicos Luiz Costa, Paulinho Paraíba e Amigos do Miguel. Prosseguindo, novamente foi apresentado o PROJETO VAEBRASIL, EU FAÇO O MEU LIVRO - OFICINA QUE ENSINA COMO FAZER O SEU LIVRO, COLAGEM DE MIOLO, CAPA, E EDIÇÃO, pela Escritora Léa Lu, da cidade de Contagem, Minas Gerais. Uma excelente Oficina que agradou a todos pela forma simples e bastante didática apresentada por Léa Lu.

Terminada a Oficina da Escritora Léa Lu, (foto ao lado) foi iniciado o LEILÃO DE LIVROS com Bilá Bernardes e Rogério Salgado. Uma forma bem animada de se ajudar o Escritor a vender sua obra. Bilá estava bastante animada, tendo o apoio do seu amigo, o Poeta Rogério Salgado. Com um martelo bastante colorido, uma martelada consolidava cada lance e a compra efetuada. Terminado o Leilão, que durou cerca de 40 minutos, o Jornalista Maurilen de Paulo Cruz usou a palavra para anunciar os vencedores do Concurso Relâmpago de Trovas "Cidade da Serra". As trovas estavam sem o nome dos autores. Assim que foram lidas as Trovas os seus autores foram sendo descobertos, tendo se classificado em 1º Lugar o Trovador Agostinho Rodrigues, de Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, ficando em 2º Lugar, Carlos Augusto Souza de Alencar, também de Campos e, em 3º Lugar, Arlindo Almeida da Nóbrega, de São Paulo. Classificaram-se em 4º e 5º Lugares, respectivamente, as trovadoras Maria Imaculada Teixeira Schirmer, de Laranjeiras, Serra, ES e Neiva de Souza Fernandes, de Campos dos Goytacazes, RJ.

Por volta das 20,00 horas foi realizada a Palestra "A Trova e a Globalização Educacional", pelo Professor Carlos Augusto Souto de Alencar, de Campos, RJ. Às 20h40m foi iniciada a SERENATA DOS TROVADORES pelas ruas do bairro Eurico Salles, Carapina Serra ES, com Saída da Sede da AMBES e parada em três residências do bairro, com Coordenação Geral do Cantor João Batista de Medeiros, o Tio João de Eurico Salles, o Cantor das Multidões e ainda participação de Alomar Cassiano Borges e do violonista, Sebastião Braz. A Serenata teve o apoio do BLOCO CARA DE PAU. O encerramento da Serenata ocorreu no Palco da Praça dos Pássaros, no próprio bairro de Eurico Salles.


Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores, realizado de 03 a 06/11/2011 - Quatro fotos da "Serenata dos Trovadores", realizada pelas ruas do bairro Eurico Salles, no terceiro dia, no sábado à noite, com coordenação do Cantor João Batista de Medeiros, o Tio João de Eurico Salles. Os Participantes do Congresso e da Serenata foram recepcionados com bolo, salgados, cachorro quente e bebidas por três moradores do bairro.


DOMINGO: MISSA EM TROVAS, PRESENÇA DO PREFEITO E CONFRATERNIZAÇÃO

O encerramento foi com uma Missa em Trovas na histórica e centenária Igreja São João Batista de Carapina, Patrimônio Cultural, celebrada pelo Padre Italiano Pedro Settin, sendo animada por Ivaldo Sagrillo, com participação de grande público. Ao final da Missa, marcou presença o Exmo. Sr. Prefeito Municipal da Serra, Dr. Antônio Sérgio Alves Vidigal, que estava acompanhado de Secretários Municipais e vários assessores. A Missa foi no domingo (06), em Carapina Grande, quando o Prefeito assinou Ordem de Serviço para a restauração da Igreja (Capela) de São João de Carapina, em solenidade realizada após às 11 horas, no pátio da igreja.

A restauração da Igreja de São João de Carapina, erguida no final do século XVI, será feita pelo Instituto Goia. O instituto é especializado em restaurações e já fez várias obras desse tipo no Estado, a exemplo do Palácio Anchieta. A previsão é que a intervenção dure oito meses. O processo de restauração envolve o telhado, a estrutura de argamassa e alvenaria, a pintura, além da reconstituição das cores originais. O investimento é orçado em R$ 190 mil e faz parte das comemorações dos 455 anos da Serra e dos 450 anos de Carapina.


Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores - Fotos da MISSA EM TROVAS, realizada no último dia do evento, Domingo, dia 06/11/2011. Na 1ª foto, o Celebrante, Padre Pedro Settin, Pároco da Paróquia São José Operário de Carapina; Na 2ª foto, Padre Pedro e o animador Sagrillo; Terceira Foto: Deputado Estadual, Roberto Carlos, Vereadora Lourência Riani, Vice Prefeita, Madalena Santana, Prefeito Sérgio Vidigal, Padre Pedro Settin e Secretária de Turismo e Cultura, Berenice Tavares assistindo a apresentação dos Trovadores após a Missa em Trovas; Quarta foto: Rogério Salgado, contando com a ajuda de Clério José Borges lendo uma Poesia para o Prefeito e demais autoridades.


A MISSA EM TROVAS é de Autoria do Trovador Antônio Augusto de Assis, de Maringá, PR, com algumas Trovas de Clério José Borges e Zeni de Barros Lana. A Missa foi celebrada pelo PADRE ITALIANO E COMBONIANO, PEDRO SETTIN, Pároco da Paróquia São José Operário, tendo ocorrido a apresentação do CORAL CANTANDO COM JESUS, da Comunidade São Paulo de Eurico Salles. Por volta das 14,00 horas, todos se dirigiram para a CONFRATERNIZAÇÃO FINAL, realizada na área de Lazer do SINDIPOL, Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo, quando foram realizadas as Entregas de Troféus aos vencedores do Concurso Relâmpago de Trovas, com Tema, "Cidade da Serra". Os três primeiros colocados receberam Troféus e o 4º e 5º lugares, medalhas.

Em seguida foram anunciados os vencedores do Concurso Relâmpago de Trovas com o tema "Natureza", realizado no sábado quando do passeio pelo Município da Serra, classificando-se em 1º Lugar, Deny de Paula Barros Pereira, da Ilha do Governador, RJ. Em 2º Lugar foi classificada a Trova de Ivan do Amaral Passos, do Rio de Janeiro e, em 3º Lugar, a trova da trovadora Neiva Fernandes, de Campos dos Goytacazes, RJ. Classificaram-se em 4º e 5º Lugares, respectivamente, as trovadoras Maria Imaculada Teixeira Schirmer, de Laranjeiras, Serra, ES e Kátia Maria Bobbio Lima, de Vitória, Espírito Santo. Foram entregues Troféus aos três primeiros colocados e o quarto e quinto lugares receberam Medalhas.

Passou-se a entrega do Certificado de participação para os frequentadores do Congresso. As Despedidas, com encerramento foram realizadas por volta das 17,00 horas, convidando-se os presentes para os próximos eventos culturais em 2012, Jogos Florais de Campos dos Goytacazes, (Neiva Fernandes) e o Belô POético (Rogério Salgado). Também foi anunciado a realização em 2012, em apenas dois dias, do Nono Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores, este último um evento do CTC, Clube dos Trovadores Capixabas, no Estado do Espírito Santo.


Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores - Fotos da MISSA EM TROVAS, realizada no último dia do evento, Domingo, dia 06/11/2011. Na 1ª foto, as autoridades, destacando-se a Vice Prefeita Madalena Santana e o Prefeito Municipal da Serra, Antônio Sérgio Alves Vidigal. Nas fotos 2 e 3, público presente na Missa em Trovas dentro da Tenda montada em frente a Capela Centenária e histórica de São João Batista de Carapina (Serra, ES). Na 4ª foto, o Dirigente da Missa, Ivaldo Sagrillo. A missa foi celebrada pelo Pároco, Italiano e Comboniano, que inclusive tocou Gaita, Pedro Settin.


1º LUGAR - Concurso Nacional de Trovas tema FÉ
Se o viver te fez chorar
E as dores foram tamanhas,
Tenha forças para orar,
Que a Fé remove montanhas.
Deny de Paula Barros Pereira - Rua Pio Dutra, 131 Apt. 201 - Freguesia - Ilha do Governador - Rio de Janeiro - RJ - 21.911 - 200.
Na foto a Trovadora Deny, com o microfone, no momento em que recebia o seu Troféu de 1º Lugar das mãos da Secretária Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, da Prefeitura Municipal da Serra, ES, Berenice de Albuquerque Tavares.


Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. Fotos 1 e 2, Decoração na entrada da Sede da AMBES, com Banner e Trovas nas Pipas. Foto 3, Trovadores visitando a Serra Sede, na Estátua do Negro Herói da Revolta Escrava do Queimado, Chico Prego. Na quarta foto, visita ao comércio da Avenida Central de Laranjeiras. Foto em frente a Loja Biss que ofereceu grátis, degustação de sorvete aos Poetas Trovadores.


1º LUGAR - Concurso Relâmpago de Trovas, com o tema "Cidade da Serra".

Cidade da Serra airosa

Bafejante de emoção;

És igual à bela rosa

Perfumando o coração,

Agostinho Rodrigues, (foto ao lado) – Campos – Rio de Janeiro


Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. Foto 1: Exposição de Livros da Literatura de Cordel de Kátia Bobbio; Foto 2, Zenaide Emília Thomes Borges, ES e Marília Martins, de São Paulo. Foto 3. Poeta e Cantor Teodorico Boa Morte recebdo os Trovadores na Casa do Congo na Serra Sede. Foto 4, Tenda e a Igreja Centenária de São João Batista de Carapina, onde foi realizada a Missa em Trovas no Domingo, dia 06/11/2011.


1º LUGAR - Concurso Relâmpago de Trovas, com o tema "Natureza".

Árvore, quanta beleza

não canso de admirar.

Moldura da natureza,

que Deus criou num olhar

Deny de Paula Barros Pereira – Ilha do Governador – Rio de Janeiro.
Na foto a Trovadora Deny com o microfone, tendo ao lado de casaco preto a Secretária de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, Berenice de Albuquerque Tavares, no momento da entrega do Troféu de primeiro lugar no Concurso Nacional de Trovas com o tema FÉ, onde Deny também foi classificada em 1º Lugar. Deny passou a fazer Trovas em 2006, quando participou do Congresso de Poetas Trovadores realizado naquele ano pelo CTC, Clube dos Trovadores Capixabas, na Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro.


Oitavo Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. Na foto 1, o Músico e Cantor Jailton Francisco ministrando a Oficina de como Tocar Violão. Foto 2, Poeta Trovadora Cleusa Lourdes Madureira Vidal, ES e Creuzely Ferreira, RJ. Foto 3, Mesa que presidiu a Sessão solene de Abertura do Congresso, no dia 03/11/2011. Foto 4, Poeta Trovadora e Acadêmica Kátia Bobbio.


CONCURSO DE TROVAS TEMA FÉ - ÂMBITO LOCAL - ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

1º LUGAR
Seja forte, enfrente a vida
Não rasteje, fique em pé
Porque a vida é bem vivida
Com trabalho, amor e fé.
Albércio Nunes VIEIRA MACHADO. Trovador nascido em Timbuí, Fundão, ES. Residente a Rua Yemen, 10 - Quadra 03 - Setor Ásia, Cidade Continental - Serra - ES - 29 163 - 649. Na foto Albércio recebendo o seu Troféu de 1º Lugar das mãos da Poeta Creuzely Ferreira do Rio de Janeiro.


DEFINIÇÃO DE TROVA - Composição poética de quatro versos de sete sílabas poéticas cada, com rima e sentido completo, rimando pelo menos o segundo verso com o quarto.

TROVADOR - É aquele que faz a Trova como obra de arte, como Literatura. Todo Trovador é um Poeta mas nem todo Poeta é Trovador, pois para ser Trovador o Poeta precisa saber metrificar o verso, saber metrificação, pois em cada verso da Trova é necessário ter sete sílabas fônicas, sete sílabas poéticas (contada pelo som).

TROVISMO: Movimento cultural em torno da Trova no Brasil, surgido a partir de 1950. A palavra foi criada pelo poeta e político falecido J. G. de Araújo Jorge. O escritor Eno Teodoro Wanke publica em 1978 o livro "O Trovismo", onde conta a história do movimento de 1950 em diante.

NEOTROVISMO: É a renovação do movimento em torno da Trova no Brasil. Surge em 1980, com a criação por Clério José Borges do Clube dos Trovadores Capixabas. Foram realizados 20 Seminários Nacionais da Trova no Espírito Santo e o Presidente Clério José Borges já foi convidado e proferiu palestras em vários Estados Brasileiros, do Rio Grande do Sul a Pernambuco. De Salvador e Brasília a Corumbá, no Mato Grosso do Sul e Porto Velho em Rondônia. Em 1987 concedeu inclusive entrevista em Rede Nacional, no programa "Sem Censura" da TV Educativa do Rio de Janeiro.

CLUBE DOS TROVADORES CAPIXABAS, CTC: É uma entidade cultural sem fins lucrativos de divulgação da Trova e da Poesia em Geral. Foi fundado por Clério José Borges, Trovador Capixaba, com base numa idéia do escritor Eno Theodoro Wanke, a 1º de Julho de 1980, na cidade de Vila Velha, Estado do Espírito Santo. Para comemorar o aniversário do CTC, foram organizados anualmente os Seminários Nacionais da Trova, que aconteceram de 1981 ao ano 2000, sendo que em 2001 foram iniciados os Congressos Brasileiros de Trovadores, que não possuem uma regularidade anual e nem de local.


O QUE É TROVA?
CONCEITOS, DEFINIÇÕES E EXEMPLOS

O Escritor Jorge Amado em entrevista a Maria Thereza Cavalheiro, Jornalista e Trovadora de São Paulo, diz:
"Não pode haver criação literária mais popular, que fale mais diretamente ao coração do povo do que a Trova. É através dela que o povo toma contato com a poesia e sente sua força. Por isso mesmo, a Trova e o Trovador são imortais."

Esta frase é amplamente divulgada pela FEBET e pelo CTC.


Já o Escritor Afrânio Peixoto diz:

"A quadrinha popular é a nossa mais elementar forma de arte: Quatro versos, de sete sílabas métricas; Duas rimas, raramente perfeitas, às vezes apenas toantes no segundo e quarto verso; Que contém um estado fugitivo d'alma, um demorado aperto de coração, desejo, queixa, malícia, juízo ( ... ) Comunicados com sinceridade e simplicidade."


Segundo o Folclorista Luís da Câmara Cascudo:

"A Trova é forma mais íntima da poesia, a que iniciou nos Sertões (...) A Trova é uma confidência. É a fórmula mais popular do impulso poético."


Mário Linhares define a Trova assim:

"A Trova, na sua simplicidade e delicadeza, encerra a essência vital da Poesia, tudo o que faz a sua graça e encanto sem requinte, sem artifício nem deformação."


Adelmar Tavares (A. T. da Silva Cavalcanti), Rei dos Trovadores Brasileiros era advogado, professor, jurista, magistrado e poeta. Nasceu em Recife, PE, em 16 de fevereiro de 1888, e faleceu no Rio de Janeiro, RJ, em 20 de junho de 1963. Foi eleito para a Academia Brasileira de Letras, em 25 de março de 1926 para a Cadeira n. 11, na sucessão de João Luís Alves, foi recebido em 4 de setembro de 1926, pelo acadêmico Laudelino Freire.
Obras de Adelmar Tavares: Descantes, trovas (1907); Trovas e trovadores, conferência (1910); Luz dos meus olhos, Myriam, poesia (1912); A poesia das violas, poesia (1921); Noite cheia de estrelas, poesia (1925); A linda mentira, prosa (1926); Poesias (1929); Trovas (1931); O caminho enluarado, poesia (1932); A luz do altar, poesia (1934); Poesias escolhidas (1946); Poesias completas (1958). Escreveu também várias obras jurídicas, entre as quais Sobre a história do fideicomisso; Do homicídio eutanásico ou suplicado; Do direito criminal; O desajustamento do delinqüente à profissão.
O Escritor, Adelmar Tavares que cultivou a Trova com sabedoria como ninguém, chegando a ocupar uma Cadeira na Academia Brasileira de Letras por causa da Trova, assim se expressa:

"A Trova Brasileira...

A Cantiga do fundo da nossa alma!

Esses quatro versos setesílabos que dizem mais que os poemas: - Bogari humilde, pequenino, a que recende o campo inteiro da nossa poesia.

As rosas imperiais dos alexandrinos pompeantes. As begônias dos sonetos de dez sílabas. As Camélias das baladas - aí delas - não têm a graça e o cheiro dessas anônimas flores miúdas da alma popular. Colhê-las é encher as mãos de perfume! É inebriar-se de aroma! É ter tonto o coração para cantar! É sentir que um luar se levanta dentro de nós com umas cordas misteriosas de amor, de saudade, de anseio e de súplicas."


Trovas de Adelmar Tavares:

Quem ama, para dar provas,

deve três coisas cumprir.

Tocar violão, fazer Trovas,

e havendo luar, não dormir...

Porque na Trova inocente

que tanto agrada à mulher,

a gente conta o que sente,

a gente diz o que quer...

O Trovador Literário é aquele que sabe fazer a Trova, imprimindo espontaneidade, graça, beleza e sabedoria, tal qual a cultivaram poetas brasileiros de renome, como Fernando Pessoa:

O poeta é um fingidor,

finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor

a dor que deveras sente.


Olavo Bilac:

Mulher de recursos fartos!

Como é que está impenitente,

tendo no corpo dois quartos,

dá pousada a tanta gente?


Menotti Del Picchia:

Saudade, perfume triste

de uma flor que não se vê.

Culto que ainda persiste

num crente que já não crê.


Mário de Andrade:

Teu sorriso é um jardineiro,

meu coração é um jardim.

Saudade! Imenso canteiro

que eu trago dentro de mim.


Cecília Meireles:

Os remos batem nas águas:

têm de ferir para andar.

As águas vão consentindo

- esse é o destino do mar.


Carlos Drumond de Andrade:

Solidão, não te mereço,

pois que te consumo em vão.

Sabendo-te, embora, o preço,

calco teu ouro no chão.




CLUBE DOS TROVADORES CAPIXABAS, CTC

CGC/CNPJ: 31. 476. 351/0001 -05

Utilidade Pública Estadual Lei N.º 4. 554/91

Utilidade Pública Municipal, Lei N.º 1.563/91

Sede Provisória: Rua dos Pombos, 2 – Eurico Salles, Carapina, Serra, ES - 29160 280

E-mail: trovadorescapixabas@hotmail.com

E-mail: clerioborges@hotmail.com

HOME PAGE: www.trovadorescapixabas.com.br

Tel.: 27 - 3328 07 53 / 27 - 92 57 82 53




VOLTAR


Copyright © 2012 - All Rights Reserved: CJBS