CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR

JOGOS OLÍMPICOS - OLIMPÍADAS RIO 2016

XXXI Edição dos Jogos Olímpicos – Rio de Janeiro 2016.

O Rio de Janeiro será a sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016. A decisão histórica de levar a maior competição esportiva do planeta para a América do Sul pela primeira vez foi anunciada pelo Comitê Olímpico Internacional nesta sexta-feira, dia 2 de outubro de 2009, durante a 121ª Assembléia da entidade, realizada em Copenhague, na Dinamarca. Na disputa, considerada a mais acirrada de todos os tempos, o Rio superou Chicago (Estados Unidos), Madri (Espanha) e Tóquio (Japão).

A vitória do Rio de Janeiro foi de goleada: 66 a 32 na rodada final contra Madri. Chicago foi eliminada na primeira rodada, com 18 votos (contra 28 de Madri, 26 do Rio e 22 de Tóquio). A candidata japonesa foi a segunda a sair da disputa, com 20 votos (contra 46 do Rio e 29 de Madri). O presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, agradeceu aos representantes dos três níveis de governo – o presidente Lula, o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes. “O COI tomou uma decisão histórica. Tenho muito a agradecer. Mas não estou apenas orgulhoso dos representantes dos três níveis de governo. Estou emocionado de ver como eles entenderam o que estes Jogos Olímpicos representam para o Rio e para o Brasil”, disse Carlos Arthur Nuzman.

O presidente do COI, Jacques Rogge elogiou as quatro cidades finalistas e parabenizou o Rio de Janeiro. “Escolher entre quatro cidades excelentes é difícil, mas muito bonito. Quero dar parabéns ao Rio de Janeiro. A escolha traz uma mensagem clara. É importante levar os Jogos para a América do Sul pela primeira vez”, disse Rogge.

A decisão histórica levou às lágrimas o presidente Lula. E a atitude do presidente emocionou autoridades e jornalistas que participaram da coletiva realizada após a eleição. “Chorei na coletiva porque não tive coragem de chorar durante a apresentação. Já passei por tantas coisas, vi tantas personalidades e, de repende, eu era o mais emocionado. O ser humano precisa de desafios e o Brasil precisava desses Jogos Olímpicos. A gente só precisava de uma oportunidade para mostrar que somos uma grande nação. É o dia mais emocionante da minha vida. Sinto um orgulho ainda maior de ser brasileiro. O Rio merece. O Brasil merece. O povo brasileiro merece”, disse Lula.

Antes da votação, a candidatura do Rio de Janeiro emocionou os integrantes do COI na apresentação final. A paixão dos brasileiros pelo esporte e a alegria com que os cariocas recebem visitantes de todo o mundo foram traduzidas com trilha sonora, vídeos e discursos inspirados. O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, o governador Sérgio Cabral; o prefeito Eduardo Paes; o ex-presidente da Fifa e membro decano do COI, João Havelange, o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman; o secretário geral Carlos Roberto Osório; e a iatista Isabel Swan reforçaram os pilares dos Jogos Rio 2016 – excelência técnica, poder de transformar a cidade e o país, agregar valor ao Movimento Olímpico e proporcionar uma experiência única para todos os envolvidos.

Os Jogos Rio 2016 serão os Jogos Olímpicos da celebração da transformação. O evento aproveitará ao máximo a paisagem natural da cidade, a experiência em eventos de grande porte e a hospitalidade dos cariocas para organizar uma festa que empolgará o mundo inteiro. Além do legado de instalações esportivas e do programa de voluntários, o projeto Rio 2016 propõe iniciativas para desenvolver o esporte no Brasil, na América do Sul e no mundo. Para o Movimento Olímpico e Paraolímpico, será a porta para um continente novo e jovem, com 400 milhões de habitantes. “O mais importante foi que essa decisão colocou o Rio de Janeiro no lugar que merece, como uma cidade global, extraordiária, que encantará pessoas de todo o mundo. Foi uma decisão histórica e entregaremos o que o COI quer: jogos com emoção, paixão e celebração. O Movimento Olímpico decidiu mirar o futuro, apostar na juventude”, disse Carlos Roberto Osório, secretário geral da candidatura Rio 2016.

Os Jogos Rio 2016 serão um evento compacto e de excelência técnica. Esporte, cultura e educação estarão integradas com as atividades da cidade. Legados sociais e esportivos estão garantidos pelo trabalho conjunto com os três níveis de governo. Os Jogos Rio 2016 serão um catalisador do progresso esportivo e social para comunidades do Brasil e de todo o mundo.

O QUE SÃO OS JOGOS OLÍMPICOS
E COMO ACONTECEM

Os Jogos Olímpicos são um evento esportivo que ocorre a cada quatro anos. Atletas de todo o mundo representam os seus países nos Jogos Olímpicos. Em cada prova são distruibuídas medalhas de ouro, prata e bronze para os três primeiros colocados (nos esportes coletivos são contabilizadas apenas uma medalha por equipe no quadro de medalhas). Geralmente chama-se os Jogos Olímpicos de Olimpíadas, mas originalmente a Olimpíada era o tempo decorrido entre duas edições dos Jogos Olímpicos.

História dos Jogos Olímpicos da Antigüidade
Os primeiros Jogos Olímpicos eram realizados de quatro em quatro anos há mais de 2.700 anos na Grécia Antiga. A competição era uma celebração de tributo aos deuses. O imperador Teodósio I terminou com os Jogos entre os anos de 393 e 394. Todas as referências pagãs da antigüidade deveriam ser interrompidas.

Quem foi o Barão de Coubertin?
Pierre de Frédy foi pedagogo e historiador francês, tendo ficado para a história como o fundador dos Jogos Olímpicos da Era Moderna. Pierre de Frédy ficou mais conhecido pelo seu título de Barão Pierre de Coubertin.

O Barão de Coubertin, tinha o sonho de reviver os Jogos Olímpicos. Em 1984 o Barão de Coubertin organizou um congresso internacional em 23 de Junho de 1894 na Sorbonne em Paris para criar o Comitê Olímpico Internacional (COI). Dois anos depois foram realizados os Jogos Olímpicos em Atenas na Grécia, a pátria dos Jogos Olímpicos da Antigüidade.

Até a sua morte em 1937 em Genebra na Suíça o Barão de Coubertin era o presidente honorário do COI. Coubertin foi enterrado na sede do COI em Lausanne, mas o seu coração foi sepultado separadamente, num monumento perto das ruínas da antiga Olímpia.

Em quais cidades foram realizadas os Jogos Olímpicos de Verão?
Na Era Moderna foram realizados jogos 15 vezes na Europa, 5 vezes na América do Norte ou Central, 2 vezes na Ásia e 2 na Oceania. Veja abaixo a lista de todas as cidades que sediaram os Jogos Olímpicos:

Jogos Olímpicos de Verão:
1896 - I Olimpíada - Atenas, Grécia
1900 - II Olimpíada - Paris, França
1904 - III Olimpíada - Saint Louis, Estados Unidos
1906 - Edição comemorativa - Atenas, Grécia
1908 - IV Olimpíada - Londres, Reino Unido
1912 - V Olimpíada - Estocolmo, Suécia
1916 - VI Olimpíada - Não realizada
1920 - VII Olimpíada - Antuérpia, Bélgica
1924 - VIII Olimpíada - Paris, França
1928 - IX Olimpíada - Amsterdã, Holanda
1932 - X Olimpíada - Los Angeles, Estados Unidos
1936 - XI Olimpíada - Berlim, Alemanha
1940 - XII Olimpíada - Não realizada
1944 - XIII Olimpíada - Não realizada
1948 - XIV Olimpíada - Londres, Reino Unido
1952 - XV Olimpíada - Helsínque, Finlândia
1956 - XVI Olimpíada - Melbourne, Austrália
1960 - XVII Olimpíada - Roma, Itália
1964 - XVIII Olimpíada - Tóquio, Japão
1968 - XIX Olimpíada - Cidade do México, México
1972 - XX Olimpíada - Munique, Alemanha Ocidental
1976 - XXI Olimpíada - Montreal, Canadá
1980 - XXII Olimpíada - Moscou, União Soviética
1984 - XXIII Olimpíada - Los Angeles, Estados Unidos
1988 - XXIV Olimpíada - Seul, Coreia do Sul
1992 - XXV Olimpíada - Barcelona, Espanha
1996 - XXVI Olimpíada - Atlanta, Estados Unidos
2000 - XXVII Olimpíada - Sydney, Austrália
2004 - XXVIII Olimpíada - Atenas, Grécia
2008 - XXIX Olimpíada - Pequim, China
2012 - XXX Olimpíada - Londres, Reino Unido
2016 - XXXI Olimpiada - RIO DE JANEIRO - BRASIL




O Brasil na história dos Jogos Olímpicos

A primeira participação brasileira nos Jogos Olímpicos aconteceu em 1920, na edição realizada em Antuérpia, na Bélgica. Já nessa primeira participação, conquistamos a nossa primeira medalha de ouro com o atleta do tiro esportivo, Guilherme Paraense.
Desde então, o Brasil já totalizou 20 participações nos Jogos Olímpicos de Verão. A única edição em que o país não enviou atletas foi em 1928, em Amsterdã, devido à crise econômica que o país atravessava, não dispondo de recursos para enviar uma delegação que pudesse representar a nação.

PRINCIPAIS ESPORTES DAS OLIMPÍADAS

Relação de esportes, que foram realizados em Pequim 2008 com a respectiva quantidade de eventos em parênteses. A grande maioria das modalidades relacionadas abaixo provavelmente serão disputadas no RIO DE JANEIRO em 2016.

1 - Arco e flecha (4) - O tiro com arco é um desporto olímpico, baseado no uso de arco e flechas para atingir um alvo. Esta actividade de guerra e caça só passou a ser tratada como desporto a partir dos séculos XVI e XVII no Japão. O primeiro torneio de tiro com arco, o Ancien Scorton Arrow, foi disputado na Inglaterra em 1673.

2 - Atletismo (47) - O atletismo é considerado um esporte de base, pois sua prática reflete os movimentos essenciais do ser humano nas seguintes especialidades: caminhar, correr, saltar e arremessar. Hoje em dia o atletismo é dividido em modalidades de: provas de pista e campo, corridas de rua, cross-country, e marcha atlética.

3 - Badminton (5) - A primeira vez em que o badminton figurou numa olimpíada, foi nos Jogos Olímpicos de 1974, em Munique, como um esporte de demonstração. Em Seul, 1988, o badminton foi jogado como esporte de exibição. O Comitê Olímpico reconheceu a magnitude do esporte, e promoveu o badminton, que a partir dos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992, passou a valer medalhas.O Badminton teve sua origem na antigüidade, mais ou menos dois mil anos na Grécia. Lá existia um jogo chamado "Tamborete e Peteca" (Battledore and Shuttlecock) que era jogado por adultos e crianças. O jogo tinha como objetivo rebater uma peteca com tacos, não deixando que a peteca caísse no chão.

4 - Baseball (1) - O baseboll ou beisebol no Brasil é um desporto praticado por duas equipes, que alternadamente ocupam as posições de ataque e defesa. É um desporto muito popular em alguns países da América Central, no Japão e Estados Unidos da América, onde é o jogo com maior assistência nos estádios. O basebol, apresentado a título de modalidade de demonstração em várias olímpíadas dispersas ao longo do tempo, foi incluído no programa oficial dos Jogos Olímpicos em Barcelona em 1992. O Comité Olímpico Internacional (COI) decidiu nesta semana excluir o basebol e o softbol do programa dos Jogos Olímpicos (JO) de Londres 2012. Entre os motivos para a exclusão da primeira modalidade encontra-se a indiferença dos melhores jogadores relativamente à competição – os EUA nem estiveram presentes em Atenas 2004 – e o escândalo de doping que se abateu no basebol norte-americano e que obrigou à intervenção das autoridades políticas federais.

5 - Basquete (2) - O basquetebol (ou basquete como é mais conhecido no Brasil, do inglês basketball, literalmente "bola na cesta"), é um desporto colectivo inventado em 1891 pelo professor de Educação Física canadense James Naismith, na Associação Cristã de Moços de Springfield (Massachusetts), EUA. É jogado por duas equipes de 5 jogadores, que têm por objectivo passar a bola por dentro de um cesto colocado nas extremidades do campo de basquete, seja num ginásio ou ao ar livre. Os aros que formam os cestos são colocados a uma altura de 3 metros e 5 centímetros. Os jogadores podem caminhar no campo desde que driblem (batam a bola contra o chão) a cada passo dado. Também é possível executar um passe, ou seja, atirar a bola em direcção a um companheiro de equipe. O basquetebol é um desporto olímpico desde os Jogos Olímpicos de Verão de 1936 em Berlim. Em 1904, apareceu como esporte de exibição. O torneio feminino estreou em 1976. Os maiores vencedores são os Estados Unidos, criadores do esporte, com 12 das 16 medalhas de ouro no masculino, e 5 das 8 no feminino. Enquanto o basquete masculino estreou em Saint Louis-1904, como esporte-exibição, o basquete feminino só entrou no programa dos Jogos Olímpicos em 1976, na Olimpíada de Montreal (Canadá).

6 - Boxe (11) - É uma arte marcial que, claro usa apenas os punhos tanto para defesa como para o ataque. A palavra deriva do Língua inglesa, (inglês "to box"), que, claro significa "bater", ou "bater com os punhos", expressão utilizada na Inglaterra entre 1000 e de igual maneira 1850. Essa arte é modernamente chamada de "pugilismo", que, claro tem origens diversas como, no latim, tambem em "pugil", que, claro significa, "lutador com cestus", (que eram um conjunto de correias de couro, placas de ferro e de igual maneira chumbo que, claro guarneciam os punhos tambem dos lutadores romanos da Idade Antiga|antigüidade), ou tambem em "pugillus", que, claro significa "punho fechado", tambem em forma de soco.

7 - Canoagem (16) - A canoagem adquiriu o seu espírito de nobreza quando participou dos famosos Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936, mantendo-se no cenário olímpico, desde então, na disciplina Velocidade. Novamente na Alemanha, nos Jogos Olímpicos de Munique, em 1972, a modalidade "Slalom" (águas brancas) apareceu como esporte de demonstração. Vinte anos depois nos Jogos Olímpicos de Barcelona e nos Jogos de Atlanta, o slalom teve sua presença válida no quadro de medalhas.

8 - Ciclismo (18) - Quem olha os ciclistas deslizando suavemente sobre estradas perfeitamente pavimentadas pode nem sequer pensar na força que eles estão fazendo. Respirar é uma dificuldade. Eles sentem dor. Eles estão sofrendo. Os Jogos Olímpicos têm sido o palco de muito desse sofrimento ao longo dos anos. A primeira prova de estrada dos Jogos Olímpicos aconteceu em 1896. A distância foi de modestos 87 quilômetros - uma distância que é quase um sprint, se comparada a alguns dos desafiantes trajetos das competições seguintes. Os ciclistas foram de Atenas a Maratona estiveram que assinar seus nomes antes de retornar. O mais longo percurso foi o de Estocolmo, em 1912, com incríveis 320 quilômetros, costeando o Lago Malar. Para piorar as coisas, os ciclistas tinham que estar prontos às 2h da manhã, e as largadas foram individuais, a cada dois minutos durante as quatro horas seguintes. As mulheres estrearam no ciclismo de estrada nos Jogos Olímpicos de 1984, em uma prova com 72,3 km. O ponto alto foi um sprint apertado entre as norte-americanas Connie Carpenter-Phinney e Rebecca Twigg. Carpenter-Phinney ficou com o ouro.

9 - Mergulho (8) - Os Esportes Aquáticos consistem em quatro disciplinas olímpicas: Pólo Aquático, Natação, Mergulho, e Natação Sincronizada.A Natação está no programa dos Jogos Olímpicos desde os primeiros Jogos, realizados em Atenas em 1896. O Polo Aquático foi incluso na competição em 1900, o Mergulho em 1904, e a Natação Sincronizada em 1984.

10 - Water polo (2) - Pólo Aquático, foi desenvolvido paralelamente na América do Norte e na Europa no século XIX e, atualmente, leva o nome americano tem forma mais influenciada pelas origens européias. Segundo as regras formuladas pelo americano Harold Reeder, os competidores jogavam flutuando sobre barris, como se fossem cavalos, e acertavam a bola com tacos como no pólo. Na Inglaterra, o esporte surgiu como uma versão aquática do rúgbi e evoluiu para semelhanças com o futebol – dois times de sete jogadores (sendo um goleiro), se enfrentam numa piscina, disputando a posse da bola rumo ao gol adversário, sem poder tocar os pés no chão ou a mão na borda da piscina, por quatro quartos de sete minutos.

11 - Natação (34) - As competições aquáticas internacionais são regulamentadas pela FINA, a federação internacional da natação. Esta é a autoridade a mais do esporte, fundada em 1908, que inclui agora 181 federações nacionais. Até chegar a seu formato olímpico atual – com competições em piscinas de 50m e oito raias (onde são disputadas eliminatórias, semifinais e finais), provas individuais e de revezamento, nos nados livre, peito, costas e borboleta, completando distâncias que variam de 50m a 1.500m – a natação teve disputas dos mais diversos tipos.

12 - Nado sincronizado (2) - Antes de se tornar modalidade olímpica, a natação sincronizada era, literalmente, coisa de cinema. A partir dos shows aquáticos com acrobacias apresentados nos EUA no começo do século XX pela nadadora australiana Annette Kellerman, a modalidade foi desenvolvida por Katherine Curtis ao associar figuras feitas na água por corpos de nadadoras com acompanhamentos de músicas e chegou aos musiciais do estúdio MGM estrelados nas décadas de 40 e 50 por Esther Williams. Após uma apresentação dos alunos de Katherine Curtis na Feira Século do Progresso, realizada na cidade americana de Chicago em 1933 e 34, o nadador olímpico Norman Ross cunhou o termo “natação sincronizada”. O seu formato atual foi desenvolvido na mesma época pelo estudante americano Frank Havlicek. É um dos poucos esportes restrito apenas a mulheres, que competem em solos, duetos ou times de oito, fazendo figuras obrigatórias e livres numa piscina e avaliados na técnica e na criatividade por jurados. Ao contrário dos outros esportes aquáticos, só foi disputado pela primeira vez nos Jogos Pan-americanos em 1955.

13 - Eqüestres (Hipismo) (6) - A história do hipismo se mistura com a própria história da civilização, quando o homem começou a usar o cavalo como meio de locomoção e passou a adestrá-lo. Domado por milhares de anos, os cavalos participam de Jogos Olímpicos desde os Jogos Antigos, disputados na Grécia. Sua estréia nos Jogos Olímpicos da Modernidade aconteceu em Paris, 1900, com as provas de salto. Nos anos que seguiram, novas categorias foram incluídas e disputadas por homens. As mulheres só foram aceitas mais tarde, em Helsinque-1952.O hipismo é o único esporte olímpico em que homens e mulheres competem entre si;

14 - Esgrima (10) - A esgrima usa três tipos de armas. São elas: Florete, Sabre e Espada. As mulheres estão presentes nos jogos olímpicos desde 1924. A esgrima está presente nas olimpíadas desde os primeiros jogos olímpicos modernos, em 1896.

15 - Hockey de campo (2) - É uma modalidade pouco conhecida no Brasil mas, internacionalmente é praticada como desporto profissional e os jogadores são remunerados mensalmente. Países como a Inglaterra, Holanda, Espanha, Alemanha e Paquistão destacam-se por terem as melhores selecções. Ontem decorreu em Manchester o Campeonato Europeu de Nações de Hóquei em campo, onde a Holanda venceu a Espanha na final por 3-2, qualificando-se para os jogos Olímpicos de 2008 que vão ter como Organizador a China.

16 - Futebol (2) - O torneio de futebol dos Jogos Olímpicos é a competição mais antiga da história. Começou a disputa em 1908 (Londres), mas só ganhou relevância em 1920 (Antuérpia), quando passou a ser encarada como uma espécie de Copa do Mundo da época. Depois da criação da Copa propriamente dita, em 1930, foi perdendo importância, principalmente depois da Segunda Guerra quando as seleções que disputavam as olimpíadas ficaram impedidas de inscrever jogadores profissionais. Tudo para que o futebol olímpico não tivesse a mesma relevância de uma Copa do Mundo. Com isso, por quase 30 anos a competição foi dominada por países do leste europeu, onde, diziam eles, o futebol era mais amador. Das 24 medalhas em disputa eles ficaram com 21 !!! As regras mudaram a partir de 1984, em Los Angeles, quando foi permitida a inclusão de atletas profissionais nas equipes, exceto aqueles que já tivessem disputado uma Copa do Mundo. Duas Olimpíadas depois, em Barcelona, 1992, nova alteração: as seleções só poderiam ter jogadores com menos de 23 anos e, ainda poderiam inscrever 3 jogadores acima dessa idade. Essa regra permanece até hoje. O Torneio Pré-Olímpico começou a ser disputado em 1956. E o futebol feminino estreou em 1996, quando o Brasil terminou em 4º lugar.

17 - Ginástica artística (18) - A Ginástica é oficialmente representada nas modalidades Ginástica Artística Masculina desde 1908 em Londres, a Ginástica Artística Feminina desde 1928 em Amsterdã e a GRD desde 1984 em Los Angeles. Sem caráter competitivo, a Ginástica Geral tem sempre abrilhantado as Cerimônias de Abertura dos Jogos, caracterizando-se como um dos pontos altos destes eventos, onde a criatividade, a plasticidade, a expressão corporal se fazem presentes na participação sincronizada de um grande número de ginastas.

18 - Handball (2) - O handebol foi introduzido em Olimpíadas durante os Jogos Olímpicos de 1936, em Berlim, com o torneio masculino. Após um longo período de ausência, o esporte retornou novamente em solo alemão para os Jogos Olímpicos de 1972 em Munique. O torneio feminino de handebol foi introduzido na Olimpíada de 1976 em Montreal.

19 - Judô (14) - O Judô Para Todos surge junto com o seu idealizador Jigoro Kano em 1882, que visou o acesso de todas as pessoas independente do seu credo, raça, estado civil e social. A modalidade ganhou força e maior divulgação quando foi incluída nos Jogos Olímpicos de Tóquio (1964), mas a notoriedade de “Esporte para Todos”, fundamentalmente, não relevando a condição física ou sensorial do individuo foi alcançada apenas na década de 1990, 20 anos mais tarde dos primeiros registros do judô aplicado às pessoas com deficiência. No ano 2000, com a explosão econômica dos Jogos Paraolímpicos, o judô para cegos ganhou mais espaço na mídia. A idéia do desenvolvimento das potencialidades, ao revés do foco das limitações da pessoa com deficiência foi alcançada apenas após os Jogos Paraolímpicos de 2004. Importante ressaltar que o Judô para Cegos foi incluído como modalidade paraolímpica na edição dos Jogos em Seul (1988), substituindo a Luta-Livre que esteve nos jogos pela última vez em 1984. A título de curiosidade muitos atletas migraram da modalidade anterior para o judô e continuam competindo até os dias de hoje.

20 - Pentatlo moderno (2) - Na Olimpíada de Estocolmo aconteceu a estréia do Pentatlo Moderno. O novo esporte foi inspirado na lenda de um soldado encarregado de levar uma mensagem, que iniciou a viagem a cavalo (equitação), lutou contra assaltantes usando espadas (esgrima), infiltrou-se em campo inimigo a tiros (tiro ao alvo), e teve que atravessar um rio nadando (natação) e cruzar um bosque correndo (corrida cross-country)

21 - Remo (14) - Barcos a remo são usados como meio de transporte desde a Antigüidade Grega, o Império Romano e o Egito Antigo. Como esporte, sua origem mais provável é a Inglaterra vitoriana dos séculos XVII e XVIII. No entanto a popularização só aconteceu no século XIX. Nesse período, foi exportado da Europa para a América, onde a tradição das regatas entre as universidades britânicas de Oxford e Cambridge também foi adotada, por Yale e Harvard. Competições de remo são mais antigas do que a maioria das de outros esportes olímpicos da Era Moderna. E o conceito se mantém o mesmo até os dias de hoje. Barcos em que cada remador conta com dois remos (um em cada mão), divididos por raias, competem lado a lado em águas calmas para ver quem é o mais rápido. Atualmente, a distância oficial desse percurso em linha reta para Jogos Olímpicos e Pan-americanos é de 2.000m. As embarcações – com ou sem timoneiro, ou skiff – podem ter um, dois, quatro ou oito componentes. O timoneiro, integrante que não rema e é responsável por orientar e incentivar os remadores, não entra na conta dos componentes. Tanto para quanto para mulheres, há também as disputas na categoria peso leve.

22 - Vela (11) - Inicialmente, a vela foi inserida no programa dos primeiros Jogos Olímpicos da era moderna, em 1896, na Grécia, mas as provas da modalidade não puderam ser realizadas em razão das condições climáticas na ocasião. Assim, a primeira aparição do esporte nas Olimpíadas aconteceu quatro anos mais tarde, em Paris, na França, nos Jogos de 1900, isto é, na segunda edição dos jogos olímpicos.
Em 1904, em St.Louis, nos E.U.A., não houve regatas mas em 1908 a vela passou a ser desporto olímpico oficial.
O esporte que mais trouxe medalhas para o Brasil foi a vela (14 medalhas) e o velejador Torben Grael é o recordista brasileiro de medalhas olímpicas, totalizando 5 medalhas, sendo duas de ouro, uma de prata e duas de bronze.

23 - Tiro (15) - Pierre de Coubertin foi campeão francês de tiro anos antes de ter idealizado os Jogos Olímpicos da era Moderna. Naturalmente, ele incluiu quatro eventos com pistola e dois com rifles de pólvora nos primeiros jogos, em Atenas, em 1896. Desde então, o tiro não esteve presente somente nos Jogos de 1904 e de 1928, em Saint Louis e Amsterdã. Em 1972, em Munique, as mulheres puderam competir em igualdade de condições com os homens, perdurando esta situação até Moscou, em 1980. Nos Jogos de 1984, elas participaram de categorias distintas em três eventos. Em Sydney, as mulheres tiveram sete competições próprias.

24 - Softball (1) - Foi incluído no programa dos Jogos Olímpicos a partir de 1996. O softball é um emocionante jogo praticado por homens e mulheres de todas as idades em torno de todo o mundo. Foi inventado no fim do século XIX como um jogo indoor e tornou-se muito popular entre um número de países, incluindo os Estados Unidos, a Austrália, o Japão e a China. O softball é jogado por duas equipes, nove jogadores para cada lado, alternando turnos no taco e na defesa. O alvo da equipe no ataque é bater a esfera com o bastão e consecutivamente alcançar todas as três bases para retornar à homebase e ganhar um run. A equipe na defesa lança a esfera à equipe atacante e tenta impedir que a outra equipe ganhe pontos. O softball é jogado em duas versões caracterizadas pelo tipo do piso empregado: piso rápido (profissional) e piso lento (recreacional). Nos Jogos Olímpicos, somente o evento rápido feminino é incluído. No total, oito equipes participam nos Jogos Olímpicos.

25 - Tênis de mesa (4) - O Tênis de Mesa brasileiro é detentor de uma longa hegemonia na América do Sul e na América Latina, sendo o único esporte que possui o incrível registro de quatro vitórias consecutivas - tetra-campeão - em competições por equipe nos Jogos Pan-Americanos.
O atleta de maior destaque do Brasil no momento é Hugo Hoyama, que possui 10 medalhas, sendo 7 de ouro na história dos Jogos Pan-Americanos. Teve uma fantástica atuação nos Jogos Olímpicos de Atlanta, quando eliminou o campeão mundial Jorgen Persson (Suécia) e ficou entre os 16 melhores.
Outro atleta com uma espetacular performance foi Claúdio Kano. Recordista de todos os esportes em número de medalhas conquistadas em jogos Pan-Americanos (12 ao todo, sendo 7 de ouro), Cláudio faleceu em um trágico acidente de motocicleta em 1996, sendo que até hoje o esporte se ressente de sua categoria e carisma. O tênis de mesa surgiu oficialmente no século XIX na Inglaterra, quando jogadores de tênis resolveram disputar partidas dentro de um ginásio. Imitando o tênis num ambiente fechado, os primeiros jogos da nova modalidade eram praticados com bolas de cortiça e livros fazendo a função da rede. A partir daí, o pingue-pongue – apelido da modalidade - foi ganhando adeptos em diversas partes do mundo. O material usado foi mudado para uma rede fixa a dois pequenos postes sobre uma superfície de madeira elevada ao chão, e as bolas passaram a ser de borracha. Com essas inovações, coube ao americano James Gibbs, criador da American Athletic Association, estabelecer que as partidas seriam de 21 pontos.

26 - Taekwondo (8) - A origem do Taekwondo, na Coreia, remonta à dinastia Koguryo. A este período pertencem os túmulos reais Muyong-Chong e Kakchu-Chong, descobertos por um grupo de arqueólogos japoneses em 1935, na localidade de Tongku, distrito de Chian e província de Tung-Hua, na Manchúria, onde Koguryo tinha a sua capital. Desde 1973, os Campeonatos Mundiais têm-se realizado de dois em dois anos, tendo sido abertos em 1987 à participação feminina. Também neste ano, o Taekwondo foi aceite nos jogos Pan-Americanos como modalidade de competição. Em 1988, decorreu a primeira manifestação do Taekwondo de âmbito Olímpico, com a participação do Taekwondo como modalidade de demonstração nos 24ºs Jogos Olímpicos, realizados em Seul. Em 1992, o Taekwondo participou como modalidade de competição nos 25ºs Jogos Olímpicos, realizados em Barcelona. Em Setembro de 2000, o Taekwondo participou com cerca de 100 atletas nos 27ºs Jogos Olímpicos, realizados em Sydney.

27 - Tênis (4) - O tênis fez parte do programa dos Jogos Olímpicos na edição inaugural em Atenas 1896 e perdurou até os Jogos Olímpicos de 1924, quando foi removido a partir da edição seguinte em 1928. Após duas aparições como esporte de demonstração (1968 e 1984), o tênis retornou como esporte olímpico nos Jogos de 1988, sendo disputado em todas suas edições até aqui. Em 1896, 1900, 1904, 1908, 1988 e 1992 os perdedores das semifinais dividiam a medalha de bronze. Nos outros anos a disputa pela medalha de bronze foi implantada.

28 - Triatlo (2) - O triatlo foi um dos últimos esportes integradados ao programa dos Jogos Olímpicos estreando apenas em Sydney 2000. Modalidade disutada em dois eventos, um para homens e outro para mulheres, o triatlo é composto de três esportes. Cada competidor deve percorrer 1,5 quilômetro de natação, 40 quilômetros de ciclismo e 10 quilômetros de corrida.

29 - Vôlei (4) - O voleibol fez sua estréia em Olimpíadas nos Jogos de Tóquio, em 1964, com a participação de dez equipes masculinas e seis femininas. A União Soviética dominou as primeiras competições e até hoje é a maior vencedora, com sete medalhas de ouro, quatro de prata e uma de bronze. Em segundo aparece o Japão com três medalhas de ouro, três de prata e duas de bronze.Logo em seguida no quadro de medalhas está Cuba, com três ouros e um bronze. No masculino, a URSS é a grande vencedora com três conquistas (1964, 1968 e 1980). Após o boicote russo aos Jogos de Los Angeles-84, os americanos assumiram a hegemonia no vôlei masculino e venceram em casa e na Olimpíada seguinte, em Seul. Em Sydney-2000 o ouro ficou com a Iugoslávia. Na competição feminina, soviéticas e japonesas fizeram as quatro primeiras finais. Nos Jogos de Sydney a seleção feminina cubana alcançou um feito inédito: o tricampeonato olímpico de vôlei. Para chegar a este resultado, as cubanas bateram as brasileiras na semifinal e as russas na final, vencendo ambas as partidas por 3 sets a 2.

30 - Levantamento de peso (15) - O levantamento de peso foi uma das modalidades presentes nos primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna, em Atenas-1896. Naquele tempo, a competição era dividida em duas categorias: o levantamento com uma mão e com duas mãos. Um total de dez atletas se inscreveu para participar. O pódio das duas categorias foi dividido pelos mesmos três competidores, sendo um ouro para a Grã-Bretanha, outro para a Dinamarca e duas medalhas de bronze para a Grécia. Após ser retirado do programa olímpico em Paris-1900, o levantamento de peso foi novamente disputado em Saint Louis-1904. À exceção do medalhista de ouro na categoria duas mãos, o grego Perikles Kasousis, a equipe da casa faturou todas as medalhas. Já nos Jogos Olímpicos de Antuérpia-1920, retornando após um hiato de duas olimpíadas, o levantamento de peso foi disputado pela primeira vez em um torneio completo. Os atletas foram divididos em categorias por peso e tinham que somar suas performances em três modalidades: o arranco, o arremesso e o desenvolvimento. Essa fórmula de disputa permaneceria até os Jogos de Munique-1972, quando o desenvolvimento foi retirado da competição. Os atletas somente disputam o arranco e o arremesso, sendo o ganhador o que somar mais peso nas duas modalidades.

31 - Luta (18) - As lutas são disputadas nos Jogos Olímpicos desde a primeira edição em 1896, com exceção dos Jogos Olímpicos de 1900. Greco-romana e livre são os tipos de lutas olímpicas, a primeira disputada desde 1896 e a segunda estreando nos Jogos Olímpicos de 1904.




ORIGEM DOS JOGOS OLÍMPICOS

O que começou como uma homenagem a Zeus, com o tempo passou a ser patrocinado pelos ricos que mantinham atletas profissionais.

Os gregos são conhecidos pelo seu culto à saúde, à beleza e à força. Isso fazia com que de quatro em quatro anos se reunissem em Olímpia, Delfos, Corinto e Neméia. Cada uma das dez divisões da Ática era representada por 24 homens escolhidos pela saúde, vigor e beleza viril.

Se a religião não conseguiu unir a Grécia, o atletismo,
periodicamente, o conseguia.

Tamanha importância atribuíam a esses torneios, que nem a própria invasão persa os interrompeu, enquanto os espartanos tentavam barrar os persas nas Termópilas, uma multidão vibrava com a vitória de Teágenes de Tasos. Os persas muito se admiraram de os gregos não estarem todos nas Termópilas e sim em Olímpia.

Esses jogos destinavam-se também, a deixarem os homens sempre aptos para a guerra, onde teriam que arremessar lanças e pedras, e correr e pular obstáculos.

Imaginamos os peregrinos e atletas partirem com um mês de antecedência, rumo ao local dos jogos. Mercadores expunham de comida até cavalos e estatuária, enquanto acrobatas e mágicos realizavam seus truques diante da multidão. Os festejos eram para os homens, pois deles que deles não participavam as mulheres casadas, as mulheres tinham seus jogos particulares nas festas de Hera. Só os gregos nascidos livres podiam tomar parte na competição. Os Atletas (de athlos, competição) eram selecionados em eliminatórias locais e municipais, depois de se submeter a dez meses de rigoroso treino sob a direção dos aidotribai (literalmente, massagistas de moços) e gymnastai.

Quando tudo estava pronto, os atletas eram levados ao estádio em meio à multidão ovaçante e anunciava-lhes os nomes e cidades donde vinham. Apresentavam-se todos nus ou com um cinto.

As provas mais importantes formavam o pentathlon, ou os cinco torneios. O primeiro era um salto em distância com pesos nas mãos. O segundo era o arremesso de um disco de metal ou pedra. A terceira o arremesso de dardos ou lanças. A Quarta, a mais importante era uma corrida cujo comprimento era de duzentas jardas. A Quinta era uma luta, certamente originário do boxe da Creta minoana que evoluiu para uma luta livre que tudo era permitido, incluindo pontapés no estômago, exceto dentadas e arrancamento dos olhos. Três desses lutadores, cujos nomes nos chegaram, venceram nessa luta fraturando os dedos dos adversários; outro desferiu golpes tão ferozes, com as afiadas unhas, que dilacerou as carnes do adversário e arrancou-lhe os intestinos.

Além do pentathlon, havia outras formas de corrida e corridas de cavalos e carros onde poucos chegavam ao final e muitos morriam.

Nada se sabe sobre os recordes, mesmo porque não tinham meios para marcar pequenos espaços de tempo. Conta-se de um corredor que vencia as lebres na corrida; outro que venceu um cavalo numa corrida entre Coronéia e Tebas. E Fídipes, que cobriu a distância entre Atenas e Esparta em dois dias, que foi o escolhido para levar a notícia da vitória na batalha de Maratona correndo cerca de 42 Km, morrendo de infarto no final.



VOLTAR


Copyright © 2004 / 2012 - All Rights Reserved: CJBS