CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR

PRAIAS DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

Praias Capixabas. Praias de Norte a Sul do Espírito Santo. Litoral Capixaba. Balneários. Relação das principais praias do Estado do Espírito Santo para curtir, tomar banho e beber muita cerveja no Sol quente de um sábado, domingo e/ou feriado e/ou nas Férias ou para gozar uma aposentadoria. Escolha o seu local ideal para curtir um Verão Brasileiro.

A Baía de Vitória abriga um arquipélago de 33 ilhas, dentre as quais a maior delas, também conhecida como "Ilha do Mel", é a capital do Espírito Santo. Fundada em 1551, Vitória guarda muitas construções coloniais, casas, fortes e igrejas, sendo que a praia mais freqüentada é a de Camburi. Também muito boa e bem frequentada é a Praia da Curva da Jurema.

Vila Velha, fundada ainda antes, em 1535, é uma das cidades mais antigas do país. É Terra do Poeta, Trovador, Escritor e Historiador Capixaba, o Acadêmico Clério José Borges. Ligada à capital por várias pontes, tem como principal atração histórica o Convento de Nossa Senhora da Penha, e é onde ficam as melhores opções de balneário da região. As praias que se destacam são: Praia da Costa; Praia de Itapoã; Praia de Itaparica; Praia da Barra do Jucu; Praia de Ponta da Fruta e na divisa entre Vila Velha e Guarapari, a Praia da Sereia.

São Mateus, que ainda preserva algumas construções do período colonial, fica a 13 km do agitado balneário de Guriri, ilha formada entre os rios Mariricu e Cricaré. Linhares, Santa Cruz, Nova Almeida e Jacaraípe possuem algumas belas praias. Domingos Martins é uma cidade serrana, que por estar a apenas 50 km da costa capixaba, funciona como uma boa opção de hospedagem e lazer.

CONCEIÇÃO DA BARRA - Terra da Escritora Bernadete Lyra e da Poeta da Literatura de Cordel Kátia Maria Bobbio Lima, do Clube dos Trovadores Capixabas, CTC. De um lado, praias urbanizadas, com infra-estrutura completa e tudo o que um turista deseja encontrar quando sai de férias. De outro, a cultura secular que passa de pai para filho e mantém intocada a tradição. Unindo essas duas qualidades, a cidade de Conceição da Barra, tem o mais famoso balneário do Norte do Espírito Santo. Conceição da Barra fica a 256 km de Vitória-ES. A história da cidade teve início em 1554, quando os portugueses chegaram através do grande rio, chamado pelos índios de Cricaré. O nome da cidade surgiu de uma homenagem que os nativos decidiram prestar a Nossa Senhora da Conceição, padroeira do então povoado de Barra de são Mateus. Em 1891 o local passou a se chamar Conceição da Barra. O que mais chama a atenção no balneário é o fato de seus habitantes preservarem seu passado histórico ao mesmo tempo em que convivem com o progresso inerente dos dias de hoje. Talvez por isso mesmo, Conceição da Barra atraia tanta gente, principalmente durante o verão, quando a cidade fica lotada de turistas. A seguir, preparamos um roteiro para os que querem se entregar à magia e descontração de um lugar tropical "abençoado por Deus e bonito por natureza". No Litoral Norte do Espírito Santo, em Conceição da Barra fica Itaúnas, a terra do Forró Pé de Serra. É remanescente de uma antiga vila de pescadores soterrada nos anos 60 por enormes dunas. Após ter o povoado totalmente coberto pela areia, os moradores foram se estabelecer na margem oposta do Rio Itaúnas. Hoje em dia, um Parque Estadual de mais de 3600 hectares, com o mesmo nome do vilarejo, defende o delicado ecossistema local, cujas dunas chegam a trinta metros de altura, de novos desastres ambientais. No local existem praias de grande beleza e rusticidade. Conceição da Barra, além de servir de apoio para quem visita Itaúnas, tem também bonitas praias.

    Guarapari tem os melhores pontos de mergulho de toda a orla marítima do Espírito Santo. Anchieta, Iriri, Piúma e Marataízes, no litoral sul, têm dezenas de praias de variada beleza.

Centro :

        Praia dos Namorados - Possui águas limpas e tranqüilas localizada no Centro da cidade

    Praia das Virtudes - Situada atrás da Praia dos Namorados.

    Praia das Castanheiras - Contornados por Castanheiras é uma praia muito freqüentada localizada no centro da cidade

    Praia do Meio - Com águas rasas e poucas ondas, tem como atração a pedra da paquera. Localizada no centro da cidade

    Praia da Areia Preta - A mais famosa praia de Guarapari, situada bem no centro da cidade. A praia possui menos de 1km de extensão e areia escura e rica em monazita, com poder medicinal e alto teor de radioatividade. Dificilmente a praia fica vazia. Nela, turistas costumam se enterrar na areia, para aproveitar ao máximo seu poder medicinal.

    Praia da Fonte - Formada por um encontro de pedras onde ficam alguns barcos de pescadores ancorados. Nas pedras , localiza-se a fonte dos Jesuítas, construída em 1585. A fonte está em fase de tombamento histórico. Localiza-se no Centro da Cidade.

    Praia do Valadão - Contornada por pedras, de onde se retira o sururu, a praia leva o nome de um antigo morador local. Numa das pedras próximas há um trampolim, para quem gosta de saltos arriscados. Localiza-se no Centro da Cidade.

    Praia de Arrebentação - Pequena praia com ondas fortes que parece entre as pedras na maré baixa. Na maré alta, é o local escolhido para pegar onda.. localiza-se no centro da cidade.

    Praia do Meio - Também no centro da cidade, a praia do Meio é a mais indicada para as crianças, já que suas águas são calmas e rasas. Na maré baixa, a praia forma piscinas naturais, onde as crianças se divertem. A praia termina na pedra do Siribeira, onde muitos banhistas também costumam passear.

    Praia das Pelotas - Fica na Pedra do Crisoste e é cheia de conchas. É ali que os artesãos buscam material para fazer seus trabalhos. Localiza-se no centro da Cidade.

   

   

    Litoral Norte:

   

    Praia das Conchas - Freqüentada por Turistas. Localiza-se no morro da Praia do Morro.

    Praia do Morro - Localizada a 3 km do centro. Totalmente urbanizada, possui calçadão, quiosques e coqueiros. Em sua orla encontra-se bares, restaurantes, hotéis e uma vida noturna intensa. Atualmente passa por uma modificação em sua urbanização, com alargamento da avenida de a construção de uma pista para caminhadas.

   

    Praia de Muquiçaba (Prainha) - Possui águas calmas. Localizada Próximo ao Hotel Porto do Sol.

    Praia da Cerca - Continuação da Praia do Morro. Possui areia amarela e ondas boas para prática do surf.

    Três Praias - Três praias divididas por pedras. Local fechado com horário de visitação. Localiza-se no norte da cidade.

    Praias da Aldeia - Localizada um condomínio fechado com delas praias, são no total de 4 pequenas praias, cercadas por vegetação. Ali o acesso depende da permissão dos moradores ou subindo pela pedra da

    Praia de Santa Mônica - Possui águas tranqüilas. Localizadas à 8 km do centro

    Praia de Setiba - é um praia tranqüila e agradável dispondo de quiosques

    Praia de Setiba Pina - É muito utilizada para a prática do surfe, por Ter ondas muito fortes

    Praia dos Adventistas- Recanto de lazer e meditação.

    Praia do Sol - no extremo Norte, o Município divide com Vila Velha a Praia do Sol, que tem 11km de extensão. Localiza-se ao norte da Cidade.

    Praia do Camping de Setiba - Separada da Praia de Setiba por uma grande pedra, a praia é pequena e bucólica.

    Praia do Morro do Una - Num outro extremo de Setiba, em direção à sede de Guarapari, o Morro do Una compreende três pequenas praias: dos Corais, das pedras, dos Eduardos e do Una, todas com cinco a vinte metros.

    Praia de Perocão - O nome surgiu da tribo de índios que habitavam a região. É ainda em aldeia de pescadores, que alugam seus barcos para passeios ou mergulhos nas três ilhas, rasa e Escalvada.

    Praia do Boião - Uma praiazinha bucólica entre as pedras, logo depois de Perocão, seguida pelas praias Recanto dos Aimorés, do Morcego, do Saco, também pequenas e simpáticas.

    Praia dos Adventistas - Possui uma colônia com boa estrutura para férias. Perto delas há praias de Leontina e Mateus Lopes. Localiza-se ao norte da cidade.

    Praia da Onça - Faz parte de um conjunto de pequenas praias entre a aldeia e a Praia do Morro, que inclui ainda as praias dos Capixabas, dos Campistas, dos Cais, Netuno e da cerca. Esta última é mais um point de surf do estado. Localiza-se ao norte da cidade.

   

   

    Litoral Sul:

   

    Praia do Riacho - Tem mais de quatro quilômetros de extensão e no meio dela existe a lagoa do Graçaí que, na maré cheia, unia-se ao mar. É um dos bons pesqueiros de Guarapari, mas não é muito frequentada pelos banhistas devido às ondas. Localiza-se ao sul da cidade.

    Praias da Enseada - São, no total, quatro praias muito freqüentadas pelos jovens. Tem-se acesso pela Rodovia do Sol no sentido sul. São elas:

    Guaibura - Significa enseada que surge, em tupi -guarani. Localiza-se no final da Praia do Riacho e possui 800 metros de extensão.

    Bairrista - Pequena e bucólica. Possui 40 metros de extensão e localiza-se na ponta que divide a praia de Guaibura e Mucumã.

    Mucumã - Paz de colônia de pescadores. Nela, é possível encontrar enorme privacidade. É a maior da enseada, possui 960 metros de extensão. O nome é de origem indígena e significa planta trepadeira.

    Bacutia - Possui 450 metros de extensão "mudar de extensão adiante" é o que significa em tupi-guarani.

    Praia dos Padres - É um recanto de admirável beleza, cercado por coqueiros e Castanheiras. Localizado entre Enseada e Meaípe. Fechada

    Praia de Meaípe - Bonita aldeia de pescadores. Localizada à 5 km do centro.

   

    Anchieta

   

    Maimbá - Já no município de Anchieta, a primeira praia é a de Maimbá, às margens da Rodovia do Sol. Praia deserta, de ondas médias e águas verdes. Freqüentada por pescadores e marinheiros procedentes de navios ancorados no Porto de Ubú. As belíssimas falésias são um atrativo à parte, para se contemplar e fotografar. Aproveite e, a apenas alguns passos, contemple a beleza poética da lagoa de Maimbá, com suas águas serenas e curvas delicadas.

   

    Lagoa de Maimbá

   

    Do Além - Praia ao lado do Porto de Ubu. Praia deserta, de mar aberto e águas azuis.Ideal para a prática de surf. Da praia se avistam os imensos navios de minério sendo carregados nas plataformas. Ideal para namorar.

    Tiquiçaba - Praia pequena e desértica, localizada no balneário de Ubu. Na língua tupi-guarani, significa 'praia de pequenas conchas'. Boa para mergulho e pesca de lagosta. Não tem infra-estrutura de pousadas e restaurantes.

    Ubú - Linda e delicada vila de pescadores, localizada a 12 km do centro, com acesso pela Rodovia do Sol. Águas verdes e cristalinas, de areias claras. Atrai os turistas pela beleza de suas praias e pela saborosa culinária, a tradicional moqueca capixaba. Completa estrutura hoteleira e de restaurantes. Para fotografar, escolha dois locais: o alto do penhasco onde está o Hotel Pontal de Ubú e o Restaurante do Hotél Aquário. Sob qualquer ângulo, Ubú é um paraíso, mas desses dois points você vai se emocionar com a beleza esplendorosa à frente dos seus olhos.

    Parati - Pequena vila de pescadores entre as praias de Ubu e Guanabara. Praia de enseada, com areia amarela e compacta, mar calmo, sem ondas e com presença de corais. Águas claras e límpidas. Grande concentração de algas marinhas. Ideal para prática de windsurf e pesca de arremesso.

    Guanabara - Aqui a beleza está no aspecto rústico da praia, um refúgio natural das tartarugas marinhas da espécie caretta-caretta.. Águas claras, ondas médias e recifes. É recomendada para pesca artesanal. Pousadas com atendimento de qualidade. O nome da praia está ligado ao naufrágio do navio Guanabara, ocorrido em 1910 e cujos destroços ainda se encontram lá a cerca de 900 metros da praia, um atrativo para quem gosta de mergulhar. A desova de tartarugas acontece entre setembro e março e dezembro, e a eclosão dos ovos acontece em 60 dias, quando cerca de oito mil filhotes nascem e correm freneticamente em direção ao oceano, em um espetáculo da natureza presenciado todos os anos por centenas de crianças e adolescentes que vêm de longe para presenciar o fenômeno. Todo o processo é feito sob monitoramento rigoroso de técnicos do Projeto Tavivamar, para que o nascimento dos filhotes não seja prejudicado, mas sirva como poderosa lição de conservacionismo para os mais jovens. As caretta-caretta escolheram e utilizam Guanabara como seu berçário há muitos milhões de anos, e, a cada ano, mesmo depois de nadarem por muitos oceanos, as mães voltam sempre ao mesmo local da desova inicial.

    Castelhanos - O esplendor das águas. Só assim pode ser definida essa praia, de onde se tem uma visão do oceano de mais de 300 graus. Os moradores gostam de dizer que em Castelhanos ‘o sol nasce primeiro’. Águas limpas e claras e ondas fracas, possibilitam a prática de esportes náuticos como jet-ski e caiaque. Completa estrutura hoteleira e de restaurantes. Nos quiosques, os visitantes podem saborear um delicioso peixinho frito, acompanhado de cerveja geladíssima. No verão, shows musicais e trios elétricos agitam a galera jovem. É a praia preferida também pelos jovens de Anchieta, que se misturam alegremente aos turistas.

    Boca da Baleia - Na ponta da Praia dos Castelhanos, um refúgio para enamorados. Praia de águas calmas e cristalinas. Excelente para pesca de arremesso.

    Porto Velho - Incidência de corais e águas calmas. Muito procurada por famílias, para piqueniques à beira-mar. Acesso através de estrada de terra.

    Praia Central de Anchieta - Devido ao encontro com o Rio Benevente, suas águas e areias são escuras. As areais firmes são boas para práticas esportivas e caminhadas. A iluminação noturna permite práticas esportivas noturnas, inclusive caminhadas. Na praia está o monumento a José de Anchieta, considerado um dos pilares da civilização brasileira. As lendas em torno do santo dizem que ele escreveu poemas e fez curas milagrosas nessa praia, e que se reunia ali, em torno de fogueiras, para encenar peças teatrais, declamar poesias e cantar junto com os índios puris, na primeira versão de luau que se tem notícia em terras brasileiras.

   

    Vistam noturna de Anchieta

    Porto do Rio Beneventes

    Coqueiro - Excelente point pesqueiro. Ideal para encontros furtivos e para casais enamorados. Bem próximo à praia estão instaladas fazendas marinhas de cultivo de sururu. Pedras formam piscinas naturais onde, às vezes, os peixes entram e ficam presos. As águas claras e transparentes contrastam com a areia, de cor escura e textura fina. Dos rochedos, uma pausa para apreciar a beleza do mar. O acesso é por estrada de terra, logo depois da ponte, partindo da Rodovia do Sol. Balanço - Outro refúgio quase intacto, em meio a um bosque de Mata Atlântica. É uma praia virgem, faz parte de uma seqüência de pequenas enseadas. Local de grande beleza natural. Acesso através de estrada de terra a partir da Rodovia do Sol.

    Marvila - Delicada enseada com costões e pedras à beira mar. O acesso é de estrada de terra, partindo da Rodovia do Sol. Ideal para namoricos ou para arrebatados romances.

    Santa Helena - É a última praia da seqüência de Enseadas Virgens, já perto de Iriri. Areia clara e ondas ideais para a prática do surf. No verão, uma cabana rústica serve petiscos e bebidas.

    lnhaúma - Vila de pescadores, com uma aconchegante pousada. É uma praia de enseada com pequena faixa de areia clara e socada. Ideal para a pesca artesanal. Os nativos afirmam terem fisgado alí o maior marlim azul já pescado no Brasil. Das pedras, é possível ver o nado de tartarugas e a Ponta dos Castelhanos.

    Namorados - Um dos recantos mais charmosos do balneário de Iriri. A praia fica em pequena enseada de mar calmo. Muito procurada para campeonatos de surf. Pode ser aproveitada para atracação de barcos. No verão, barzinhos servem petiscos, moquecas e cerveja gelada.

    Costa Azul - Praia central de Iriri, a preferida pelos banhistas. Movimento de turistas durante o ano inteiro, com restaurantes que servem comida típica de qualidade e lindas e aconchegantes pousadas. No verão, a praia fica totalmente ocupada por banhistas e são inúmeros os atrativos oferecidos aos turistas, como passeios de escuna, bóias, bananas, mergulho e pesca oceânica.

    Areia Preta - Uma das mais esplêndias vistas marinhas do litoral sul, com as águas azuis emolduradas pela beleza do Monte Aghá(‘lugar de ver Deus’, na língua tupí). É uma das praias mais freqüentadas do balneário. Jovens de pele bronzeada jogam vôlei na areia, ou se divertem em passeios de bananas ou em escunas. Nos quiosques, o tratamento é vip: cadeiras brancas, espreguiçadeiras, peixinho frito, bebidinhas geladas, tudo servido na areia, com cortesia e qualidade. A praia é considerada o ‘point’ favorito da juventude dourada que frequenta o litoral sul capixaba.

   

    Piúma

   

    Praia do Portinho - Já no município de Piúma, esse recanto bucólico tem areias brancas e águas muito claras. É uma praia de mar aberto, com ondas fortes. Na areia, quiosques servem petistos e bebidas. Há um restaurante que serve pizzas e comidas típicas, durante a alta temporada. A praia é muito utilizada pelos jovens, para encontros, comemorações ou mesmo para um luau nas noites quentes de verão.

    Piúma - A praia mais badalada do litoral sul, Piúma é uma bela enseada, emoldurada pelo lendário Monte Aghá "lugar de ver Deus" na antiga língua dos nativos). Na verdade, Piúma é uma seqüência de praias, com características diferenciadas. No começo, ao norte, a praia é muito rasa, ideal para crianças, mas as águas são turvas(exatamente devido à baixa profundidade e aos manguezais da Ilha do Gambá). Na região do Corujão, a praia tem águas limpas, e a areia e fofa e branca. Nessa área estão concentradas as opções de passeias náuticos, bananas, jet skys e escunas. Mais para o final da orla está a praia do Monte Aghá, ideal para quem quer tomar sol ou mergulhar com tranqüilidade.

    Martim Moreira - Linda enseada aos pés do Monte Aghá, já no município de Itapemirim. No verão e nos feriados, muitas famílias utilizam a praia para camping selvagem. Na alta temporada, um quiosque serve peixe frito, porções e bebidas geladas.

    Gamboa - Praia deserta, porém perto do centro de Itaipava. No verão, a praia fica agitada por shows e eventos. Quiosques e barracas servem os turistas na alta temporada.

    Itaipava - Antiga vila de pescadores, hoje agitada com muitas construções e milhares de turistas na alta temporada. Mas o entreposto de pescado ainda é a principal atividade do balneário, e em um dos cantos da praia, é possível ver dezenas de pequenas barcos ancorados. Uma cena bucólica, que muitos gostam de fotografar.Itaipava tem hotéis, pousadas e campings, mas a melhor opção ainda é uma casa ou apartamento de temporada. Há centenas de imóveis de temporada disponíveis.

    Itaóca - Praia ligada à de Itaipava, apenas separada por um penhasco. De águas cristalinas, e grande faixa de areia branca, Itaóca tem dezenas de quiosques à beira-mar, para quem quer relaxar, comer um peixinho ou tomar uma cerveja. Há hotéis, campings e muitas casas e apartamentos para aluguel de temporada.

   



   

   

As Praias de Norte a Sul do Espírito Santo


CIDADE DE PIÚMA - Espírito Santo, Brasil
O Melhor Carnaval do Sul do Estado

    Apesar de ser um dos menores municípios capixabas, com uma área de 73,86 Km2, Piúma está em pleno desenvolvimento. Segundo os dados do último censo realizado pelo IBGE, Piúma é, depois de Vila Velha, o maior município em crescimento demográfico do Espírito Santo. Esse crescimento, justifica-se hoje, pelo enorme fluxo populacional migratório vindos de diversas regiões do país, sobretudo meiros e cariocas, que vêem no município a esperança de melhorias individuais.
O município tem como principal fonte de renda – o TURISMO. No verão, a cidade é palco de um fluxo migratório que atinge cerca de 500 mil turistas, 300 mil apenas no Carnaval. O turismo tem levado Piúma aos noticiários, e seu Carnaval é considerado um dos melhores do Estado. A pesca, o artesanato de conchas (que chaga a ser exportado para países da América do Sul, Estados Unidos e Europa) são outras fontes de renda que crescem espantosamente a cada ano.


SERRA - ESPÍRITO SANTO BRASIL


Praias de Jacaraípe, Manguinhos, Bicanga, Carapebus e Nova Almeida

Texto do Livro "História da Serra", de Clério José Borges

O Brasil possui cerca de 7.367 quilômetros de costa, do cabo Orange no Amapá, ao arroio Chuí, no Rio Grande do Sul. São aproximadamente 1.574 praias, sendo destas inúmeras do Espírito Santo e dentre as mais bonitas estão as praias da Serra.

O litoral da Serra possui 23 quilômetros de extensão, sendo o limite norte em Nova Almeida, na divisa com o município de Fundão e o Limite sul em Carapebus, na divisa com Vitória

PRAIAS DA SERRA

O litoral da Serra possui belas paisagens litorâneas e se inicia no extremo sul, onde se encontram as áreas privativas da CST – Companhia Siderúrgica de Tubarão e da CVRD – Companhia Vale do Rio Doce, com os Portos de Tubarão e Praia Mole.

Atualmente ocupada pela Companhia Vale do Rio Doce que instalou no local o Porto de Praia Mole. Excelente região para a prática de Surf. No local área de restinga e formações rochosas.

2 – Carapebus:

Possui como principal atração uma faixa de areia que separa a lagoa do mar. Trata-se de um espetáculo de rara beleza. Os freqüentadores podem optar por banhos de água doce e salgada. Possui quiosques, bares e restaurantes.

Forma uma enseada, com águas verdes e areia grossa e amarela. Poucas ondas. Cercada por casuarinas e casas de veraneio. Excelente para banho e pesca.

O destaque em Carapebus no Verão de 2000 era o quiosque do Dedé.

3 – Balneário de Carapebus:

Trata-se de um balneário típico de pescadores, com uma área de 1,5 quilômetros de areia grossa, com formações areníticas e de corais ao sul e águas claras e mornas. Na região existe área de preservação ambiental. A região é separada da praia de Carapebus pela lagoa ali existente. Apresenta alto crescimento urbano e sua praia já conta com quiosques e bares.

4 – Bicanga:

Trata-se de uma praia de águas calmas. Nos últimos anos passou a ser bastante freqüentada pela instalação no local de infra-estrutura de apoio ao visitante.

Boa para a pesca de arrastão. Com pequena infra-estrutura, mas atrai pelo isolamento. Tem ondas fracas e areia clara. É muito procurada para piqueniques.

No Verão de 2000 funcionavam em Bicanga  19 quiosques e os principais eram:  Rodolfo; Artes Minas; Solde Verão; Amor de Verão; Pakera do Sol; Muniz Freire; Beira Mar; Castanheiras; Recanto do Niltinho; Tia Maria; Trampolim; Vizinho; Capetão; Q Nome e Renascer.

5 – Balneário de Manguinhos:

O Balneário de Manguinhos conta com  ótima infra-estrutura de pousadas, restaurantes e bares.

A praia de Manguinhos sempre esteve associada a paz e tranqüilidade. Possui águas calmas com ruas pacatas. Muita natureza, muito mar e muita vegetação. O local é próprio para quem pretende fugir da agitação das grande cidades. Existem formações areníticas e de corais em alguns locais, mas que não prejudicam a beleza e a tranqüilidade do local. A comunidade preserva a região como se fosse uma vila de pescadores. Manguinhos oferece o que há de melhor em  peixe, sendo praia que nos últimos anos é a preferida de intelectuais e recanto seguro para as tartarugas marinhas que desovam em suas praias.

Tem ondas fracas, areia clara e fofa. Os moradores tentam conter a destruição da estreita faixa de restinga no lado sul da praia. Tem quiosques, restaurantes e bares.

No verão do ano 2000 eram 22 quiosques padronizados ao longo da praia de Manguinhos:

Nativa; Tião; Ponto de Encontro; Tubarão; Maria Mariana; Tia Maria; Moita; Caprichosa; Vizinho; Marvila; Meia Lua; Mineiro; Jajá; Akikinoisfica; Marizia; Mosca; Entre Amigos; Sol de Verão; Cabana da Tetê; Pancas; Xodó do Tião e Recanto do Pedrinho.

Em  Manguinhos estão as praias da Ponta dos Fachos, agreste e onde acontece a desova de Tartarugas; praia da Baleia; Chalerinha, com pequenas piscinas térmicas naturais nas pedras; Surfistas e Enseada na orla central do bairro.

  6 – Praia da Baleia (Entre Manguinhos e Jacaraípe):

Recebe o nome de Baleia por ter sido visto no local um filhote de baleia. A praia é uma ligação entre Manguinhos e Jacaraípe, destacando-se pela tranqüilidade e águas calmas. Como todas as praias da região existem no local formações areníticas e de corais. A praia de Baleia é boa para a pesca: camarão, sardinha, pescada e robalo.

7 - Irema:

Liga o balneário de Jacaraípe ao de Manguinhos, logo depois da praia da Baleia. Reta, com estreita faixa de areia, acompanha a Rodovia ES-010. Em Irema existe uma Colônia de férias. Irema na língua Tupi significa “rio fedorento”.

8 – Balneário de Jacaraípe:

É o principal balneário da Serra. É uma praia moderna, totalmente urbanizada, com bares e quiosques à beira mar. É palco de importantes campeonatos de diversas modalidades esportivas. Há um mercado e um local, na foz do rio Jacaraípe, onde se encontra muitos peixes frescos. Um dos destaques é a praça Encontro das Águas, com sua ponte sobre o canal, com parques infantis, half para skate e patins, atracadouro de barcos e palco.

Concorrida no verão e muito procurada por surfistas. Tem ondas fortes em certos trechos e pode ser perigosa próximo à desembocadura do rio Jacaraípe. Neste local o banho não é aconselhável. Ganhou o contorno de calçadões em seus 6 km de extensão perdendo o antigo ar selvagem. Tem pousadas, hotéis, restaurantes e casas de veraneio.

Em Jacaraípe no verão de 2000 existiam 112 quiosques. Os principais eram: São Francisco; Point do Saréu; Águas do Mar; Reencontro; Praia Sol; Birité-Rei do Kibe; Mineirão; Marinheiro Popaye; Sol e Lua; Barramares; Altas Ondas; Mar e Cia; Minas Gerais; Thiagus Burgues; Cavatti; Estrela do Mar; Recanto das Castanheiras; Geladinha; Paraíso dos Corais; Dona Flor; Atlântico; Tropical; Ponto de Encontro; Cabeção; Piê e do Mauro.

9 – Praia do Barrote e Solemar (Jacaraípe):

Faz parte do balneário de Jacaraípe, destacando-se pelas atividades exercidas pelos surfistas. Em suas ondas a grande concentração dos adeptos do Surf e bodyboard. São chamadas de praias dos Surfistas.

10 – Praia de Capuba:

Trata-se de uma pequena praia, localizada ao final do balneário de Jacaraípe, no sentido norte, onde estão situados os últimos quiosques da área urbanizada da orla de Jacaraípe. Região de muita tranqüilidade e águas calmas.

Distante do centro de Nova Almeida, tem recifes, ondas fortes e areia clara. Extensão: 5 km

11 – Praia de Costa Bela:

Uma pequena praia tranqüila muito usada pelos moradores do bairro Costa Bela e de bairros  próximos. Fica entre o balneário de Jacaraípe e Nova Almeida.

12 – Balneário de Nova Almeida:

Possui praias de águas calmas. O balneário está bem moderno com uma área de lazer devidamente urbanizada com quiosques, campo de futebol e quadra esportivas. O local é mais calmo do que Jacaraípe e suas águas do mar sem poluição. Há um mercado especializado na venda de peixe fresco. Localiza-se ao extremo norte do litoral serrano. De uma colina onde situa-se a histórica Igreja dos Reis Magos, o visitante desfruta de uma visão panorâmica da foz do rio Reis Magos; do extenso manguezal na região da ponte velha; da praia Grande, localizada já no Município de Fundão e do mar.

No Verão de 2000 os principais quiosques eram: Amarelinhos; Só na Telha e Komilão Lanches.

13 – Barreiras (Nova Almeida):

Tem ondas fracas e areia grossa. É possível caminhar dezenas de metros mar adento com água pela cintura. Tem casas de veraneio, hotéis e restaurantes.

A praia de Carapebus é vizinha de uma das maiores siderúrgicas da América Latina que é a Companhia  Siderúrgica de Tubarão, a CST. Mesmo assim é uma praia tranqüila. Parece uma vila com poucas casas, pequeno comércio e vegetação nativa com uma impressionante lagoa circundada por árvores. Devido a lagoa, o Turista possui as opções entre a água salgada do mar e a doce dos rios. É muito freqüentada por mineiros devido a Colônia de Férias da Polícia Militar de Minas Gerais que ali está situada.

Carapebus está localizada a uma distância de 17 km de Vitória e 11 km da sede da Serra. BICANGA

A praia de Bicanga é uma praia com bela paisagem. Conta também com uma pequena lagoa e vasta vegetação rasteira preservada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente, o IBAMA. É muito freqüentada por mineiros e capixabas do interior do Estado.

Bicanga está a 15 km de Vitória.

A sede  da Serra localiza-se a 12 quilômetros do litoral.






OBSERVAÇÃO: Permitimos a livre reprodução do conteúdo e agradecemos a citação da fonte com a inclusão de nosso link, se possível.

Fonte de Pesquisa: Borges, Clério José - Livro História da Serra, 1a. 2a. e 3a Edição - 1998, 2003 e 2009 - Editora Canela Verde - À Venda na Livraria Doce Saber, Laranjeiras, Serra ES - Tel.: 27 - 32 81 24 89







VOLTAR


Copyright © 2003 / 2012 - All Rights Reserved: CJBS

as, Serra ES - Tel.: 27 - 32 81 24 89







VOLTAR


Copyright © 2003 / 2012 - All Rights Reserved: CJBS

>