CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR

TERROR NOS ESTADOS UNIDOS


O DIA QUE ABALOU O MUNDO


No dia 11 de setembro de 2001, o mundo parou e vimos uma nação fragilizada. Neste dia ocorreram uma serie de ataques aos EUA, que resultaram em milhares de mortos e feridos.


Quatro aeronaves foram seqüestradas por integrantes do grupo islâmico Al-Qaeda, Um dos aviões sofreu uma queda quando passageiros reagiram ao seqüestro, à queda ocorreu em campo aberto em Shanksville, Pensilvânia, tendo como vitimas apenas os tripulantes do avião. Em um outro avião os seqüestradores fizeram-no colidir contra o quartel general de defesa dos Estados Unidos da América, o Pentágono, no Condado de Arlington, Virginia. E o mais chocante foi os dois avião que colidiram com as duas torres do Word Trade Center, em Manhattan New York. O saldo no ataque foi de mais de 3.000 mortos.

No dia 11 de Setembro de 2001, os Estados Unidos da América foi vitima de um Ataque Terrorista covarde e cruel que vitimou milhares de civis, vítimas inocentes do Terror. Era uma terça-feira e, eu, Clério José Borges estava chegando no meu local de trabalho, na Delegacia de Polícia do bairro de Itacibá, no Município de Cariacica. Ao ligar a Televisão como habitualmente fazia todos os dias, deparei-me com uma cena inédita, que parecia um filme de ficção científica. A TV Globo transmitia imagens da Torre Norte do World Trade Center, mostrando uma fumaça, mas os repórters ainda não sabiam ao certo o que havia acontecido. As coisas só se definiram quando de repente, às 10h03, a Televisão mostra um Boeing 767 da American Airlines colidindo com a segunda torre, a chamada torre sul do WTC.

Uma Nação agredida de forma covarde e cruel, sem que nenhum aviso fosse comunicado. Um povo que no passado já havia sido vítima de uma torpe agressão covarde no episódio de Pearl Harbor, volta a ser vítima de agressão cruel e covarde. O ataque a Pearl Harbor foi uma operação aeronaval de ataque à base norte-americana de Pearl Harbor, efetuada pela Marinha Imperial Japonesa na manhã de 7 de Dezembro de 1941. O ataque em Pearl Harbor, na ilha de Oahu, Havaí, foi executado de surpresa contra a frota do Pacífico da Marinha dos Estados Unidos da América. O ataque de 11 de Setembro também foi de surpresa.




CRONOLOGIA

Veja abaixo a seqüência dos fatos
que marcaram o dia 11 de setembro de 2001



9h45
Um Boeing 737 da American Airlines se choca com a torre norte do World Trade Center em Nova York

10h03
Dezoito minutos depois, um Boeing 767 da American Airlines colide com a torre sul do WTC

10h18
Todos os aeroportos dos Estados Unidos, em ação inédita, são fechados

10h21
Os túneis e pontes que dão acesso a Nova York também são fechados

10h30
O presidente George W. Bush faz um pronunciamento em rede nacional, transmitida para todo o mundo, lamentando a tragédia do World Trade Center

10h40
O prédio do Pentágono, sede da Secretaria da Defesa dos Estados Unidos em Washington, é atingido por um avião de passageiros. Minutos mais tarde, parte do prédio desaba

10h45
A Casa Branca é evacuada

11 horas
Confirmada a informação de que um carro-bomba explodiu no Departamento de Estado, em Washington. Autoridades pedem que as áreas atingidas em Nova York e Washington, assim como todos os prédios públicos nos EUA, sejam evacuadas

11h02
Desaba a torre sul do World Trade Center

11h10
Um avião da United Airlines (vôo 93) cai em Sommerset County, na Pensilvânia

11h29
A torre norte desaba, levantando poeira em toda a região sul da cidade de Nova York

11h46
O secretário de Estado, Colin Powell, que estava em viagem à Colômbia, embarca para os Estados Unidos

11h54
Israel começa a evacuar todos os seus prédios diplomáticos ao redor do mundo

14h04
Bush volta a se dirigir à nação de uma base aérea em Louisiana. Diz que as medidas de segurança cabíveis estão em prática e promete encontrar e julgar os culpados pelos atos terroristas

14h25
É declarado estado de emergência na cidade de Washington

17 horas
CNN afirma que oficiais do governo norte-americano têm fortes indicações de que Osama Bin Laden estaria envolvido com os atentados

17h25
A bolsa americana e outras instituições, como a Nasdaq, dizem que seguirão fechadas na quarta-feira 12 de setembro

19 horas
A capital do Afeganistão, Cabul, começa a ser bombardeada, principalmente na região do aeroporto. Acredita-se que Bin Laden mora no país. Minutos depois, o grupo de oposição ao Talibã assume a autoria das explosões em Cabul

21h30
Bush volta a falar à nação e promete que os culpados seriam encontrados e julgados


O World Trade Center foi um complexo de sete edifícios, mais conhecido apenas pelas torres gêmeas, construídos em Lower Manhattan, na cidade de Nova York. O complexo abriu em 4 de Abril de 1973 e foi destruído em 2001, durante os ataques de 11 de Setembro. À época, foram considerados os edifícios mais altos do mundo, superando o Empire State Building. Atualmente, o terreno abriga o Museu e Memorial Nacional do 11 de setembro e há projetos de cinco novos arranha-céus. O complexo foi projetado no início da década de 1960 por Minoru Yamasaki em parceria com as empresas Associates of Troy, do estado de Michigan, e Emery Roth and Sons de Nova York.

As torres gêmeas de 110 andares usaram o método estrutural de seções tubulares. Para ter a aprovação do projeto, o Port Authority of New York and New Jersey concordou em assumir o controle da empresa Hudson & Manhattan Railroad, predecessora da linha de metrô Port Authority Trans-Hudson (PATH), que liga Manhattan à Nova Jersey e que passava por debaixo do complexo. A pedra fundamental do edfício foi lançada no dia 5 de Agosto de 1966. A Torre Norte foi concluída em Dezembro de 1972 e a Torre Sul foi finalizada em Abril de 1973. Sua construção envolveu a escavação de inúmeros metros cúbicos de terra, usados posteriormente na criação do parque Battery Park City, a oeste de Lower Manhattan. O custo da construção foi de US$400 milhões ($2,169,167,354 em valores atuais). Localizado no coração financeiro da cidade de Nova York, o complexo possuía 1.24 milhão de m² de área útil. O restaurante Windows on the World se encontrava nos andares 106 e 107 da Torre Norte enquanto o deck de observação Top of the World localizava-se no andar 107 da Torre Sul. Os outros edifícios do complexo eram o Marriott World Trade Center; 6 World Trade Center, edifício sede de órgãos do governo; e o 7 World Trade Center, que foi construído em 1980. O World Trade Center pegou fogo parcialmente em 13 de Fevereiro de 1975 e sofreu um ataque a bomba em 26 de Fevereiro de 1993. Em 1998, o Port of Authority decidiu privatizar o complexo, transferindo a administração de todos os edífícios para uma empresa privada, a Silverstein Properties em julho de 2001.

Na manhã de 11 de Setembro de 2001, terroristas ligados ao grupo al-Qaeda jogaram dois Boeing 767 dentro do complexo, num ataque suicida coordenado. 57 minutos após o impacto, a Torre Sul entrou em colapso e ruiu, seguida 29 minutos depois pela Torre Norte, resultando em 2.750 mortes no World Trade Center. O World Trade Center ruiu perto das 17 horas do mesmo dia e os outros edifícios do complexo foram demolidos por estarem muito danificados. O processo de limpeza e recuperação do terreno do World Trade Center durou oito meses.

No final, pessoas de 60 nacionalidades diferentes faleceram no acidente que destruiu o World Trade Center, um complexo de escritórios e empresas multinacionais que abrigava mais de 20.000 pessoas trabalhando no dia a dia. Outras milhares de pessoas visitavam os edifícios, que ainda estavam relativamente vazios, em razão do horário. As nacionalidades das pessoas desaparecidas segundo fontes do Departamento de Estado do governo americano e do Consulado-Geral do Brasil em Nova York são: 3 613 Estados Unidos, 403 Holanda, 250 Índia, 208 Colômbia, 206 Alemanha, 200 Grã-Bretanha, 200 Paquistão, 150 Canadá, 133 Israel, 96 Rússia, 86 Itália, 71 El Salvador, 68 Portugal, 55 Austrália, 55 Bangladesh, 40 Áustria, 34 Irlanda, 34 Equador, 30 Polônia, 30 Coréia do Sul, 25 República Dominicana, 23 Japão, 20 Grécia, 17 México, 10 República Tcheca, 10 Eslováquia, 10 França, 8 Marrocos, 8 Iêmen, 7 Honduras, 7 Jamaica, 7 Taiwan, 6 Argentina, 6 Guatemala, 5 BRASIL, 5 Irã, 4 Bélgica, 4 Belize, 4 China, 4 Trinidad e Tobago, 3 Barbados, 3 Líbano, 3 Panamá, 3 Peru, 3 Venezuela, 2 Jordânia, 1 Bahamas, 1 Chile, 1 Costa Rica, 1 Dinamarca, 1 Egito, 1 Gana, 1 Indonésia, 1 Nova Zelândia, 1 Paraguai, 1 Sri Lanka, 1 Santa Lúcia, 1 Turquia, 1 Ucrânia e 1 Bielo-Rússia.



OBSERVAÇÃO: Permitimos a livre reprodução do conteúdo e agradecemos a citação da fonte com a inclusão de nosso link, se possível.

Autor da Pesquisa: Clério José Borges.

Borges, Clério José - Livro História da Serra, 1a. 2a. e 3a Edição - 1998, 2003 e 2009 - Editora Canela Verde - À Venda na Livraria Doce Saber, Laranjeiras, Serra ES - Tel.: 27 - 32 81 24 89

Borges, Clério José - Livro Dicionário Regional de Gírias e Jargões - 2010 - Editora Canela Verde - À Venda na Livraria Doce Saber, Laranjeiras, Serra ES - Tel.: 27 - 32 81 24 89





VOLTAR


Copyright © 2012 - All Rights Reserved: CJBS

enter>

VOLTAR


Copyright © 2012 - All Rights Reserved: CJBS