VII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES

2010 – VII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES Eurico Salles

ACLAPTCTC Congresso de Trovadores Solenidade de Abertura - Homenagens
Congresso de Trovadores 2010

CARTA DE EURICO SALLES  Legenda das Fotos: Trovador Agostinho Rodrigues fazendo a leitura da Carta de Eurico Salles, no dia 07/11/2010, por volta de 11,00 horas da manhã. No centro de camisa amarela, Clério José Borges e ao seu lado o Secretário de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer da Prefeitura Municipal da Serra, Osmar Nascimento ouvindo a Leitura da Carta. Na segunda foto, a entrega da Carta ao Exmo. Sr. Secretário Osmar Nascimento. Na terceira foto, momento do Discurso do Secretário após receber a Carta de Eurico Salles.

Carta de Intenção dos Trovadores participantes do VII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES, promovido pelo Clube dos Trovadores Capixabas, CTC, Eurico Salles, Serra, ES, sob a presidência de Clério José Borges de Sant Anna, no período de 05 a 07 de Novembro de 2010.Após a realização das atividades programadas pelo referido Congresso foi nomeada uma Comissão para a elaboração da Carta que norteou o encaminhamento de propostas, aprovadas após debates de participantes da Assembléia Geral. 1º – Criação, se for o caso, de uma LEI ESPECÍFICA, que inclua A TROVA COMO BEM IMATERIAL DE CULTURA, CONFORME A LEI Nº 8.895/2003, que estabelece que qualquer pessoa ou sociedade civil solicite registro de bens culturais no Brasil, onde os poderes públicos executivos, municipais, estaduais e federal, têm a obrigação de criar políticas públicas para a preservação dos patrimônios culturais imateriais ou intangíveis, onde os saberes, modos de fazer, formas de expressão, como no caso da TROVA, são exemplos de bens imateriais, denominação esta utilizada a partir de 1997 pela Organização das Nações Unidas para Educação Ciência e Cultura (UNESCO), devendo pois o registro ser inscrito em um dos quatro Livros que incluem os Saberes e Modos de Fazer, Eventos e Celebrações, Expressões Lúdicas e Artísticas, e Espaços destinados a Práticas Culturais Coletivas.2º – Que os Poetas Trovadores que possuam Livros publicados sejam convidados pelos Poderes Municipais e Estaduais para que suas obras poéticas sejam consideradas LIVROS PARADIDÁTICOS, a serem adotados para estudos na REDE ESCOLAR MUNICIPAL, ESTADUAL E FEDERAL, nos próximos anos.3º- Que seja estimulada a reciclagem e habilitação de professores de Língua Portuguesa e Literatura, desde o Ensino Fundamental, médio até o Universitário, com vistas ao estudo da evolução da TROVA, composição poética de quatro versos setesilábicos, com rima e sentido completo, da Idade Média até a atualidade.4º – Necessidade de divulgar adequadamente a Definição correta de TROVA, às mais diversas finalidades tais como: ensino, tradução, interpretação, elaboração de dicionários e glossários.5º – Aquisição pelo MEC – Ministério da Educação e Cultura, a nível Federal; pelas Secretarias de Educação e Cultura à nível Estadual e Municipal, para a divulgação de Livros de TROVAS de Autores brasileiros para compor o acervo das Bibliotecas Públicas Escolares. Assinam esta Carta, com a aprovação do Plenário do Congresso, do Presidente do CTC, Clério José Borges; Do Presidente da Comissão da Carta de Eurico Salles e dos vogais abaixo: Presidente: AGOSTINHO RODRIGUES, da Cidade de Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro; Vogal: DALVA MEIRELLES, da Cidade do Rio de Janeiro; Vogal: José Viana Gonçalves, da Cidade de Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro; Vogal: Olga Magalhães, da Cidade de Itaberaba, Bahia; Vogal: Sílvia Araújo Motta, da Cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais.Clério José Borges de Sant AnnaPresidente do CTC – Clube dos Trovadores CapixabasSede provisória: Rua dos Pombos, 2 – Eurico Salles Carapina Serra ES20160-280 Tel.: 0 xx 27 3328 07 53


Segue abaixo o Texto Original da Carta de Eurico Salles, com as Assinaturas. O texto depois foi revisado e definido conforme consta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *