Congresso de Poetas Trovadores em Jacaraípe ES

2021 – XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES – JACARAÍPE – SERRA – ES

Academia Capixaba de Poetas Trovadores ACLAPTCTC Congresso de Trovadores Congresso de Trovadores Congressos em tempos de Pandemia

XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES
INTERNET – FORMA VIRTUAL – DE 03 A 05 DE JUNHO DE 2021.

PRESENCIAL, COM A LIBERAÇÃO DAS ATIVIDADES CULTURAIS E SEGUINDO OS PROTOCOLOS DE SEGURANÇA, NOS DIAS 07, 08, 09 E 10 DE OUTUBRO DE 2021, EM JACARAÍPE, SERRA, ES.

O Balneário (Conjunto de Praias) de Jacaraípe é o Paraíso Capixaba, destacando-se no cenário turístico do Estado e do país, graças a seus atrativos, infraestrutura e serviços. Jacaraípe é cenário das férias de milhares de turistas que buscam lazer, descanso, descontração, de modo especial os mineiros.

Jacaraípe é um bairro do Município da Serra no estado do Espírito Santo, Brasil. Situada na costa, aproximadamente 20 km ao norte da Capital Vitória, é conhecida por seus campeonatos de Surf. É lugar de Veraneio, muito frequentado por turistas internos, tanto Capixabas como de outros estados (principalmente Minas Gerais), atraídos principalmente pelas praias.

A Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, ACLAPTCTC, em comemoração aos
41 anos de fundação do CTC, Clube dos Trovadores Capixabas e do movimento em torno da Trova no
Brasil denominado Neotrovismo fará realizar no Balneário de Jacaraípe, no Município da Serra, no Estado do Espírito Santo o seu XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança
de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021

XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES

INTERNET – FORMA VIRTUAL – DE 03 A 05 DE JUNHO DE 2021.

PRESENCIAL, COM A LIBERAÇÃO DAS ATIVIDADES CULTURAIS E SEGUINDO OS PROTOCOLOS DE SEGURANÇA, NOS DIAS 07, 08, 09 E 10 DE OUTUBRO DE 2021, EM JACARAÍPE, SERRA, ES.

1 – LISTA DOS INSCRITOS PARA A REALIZAÇÃO DE PALESTRAS NO XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES QUE SERÁ AGORA VIRTUAL DE 03 A 05 DE JUNHO:

  1. PRIMEIRA PALESTRA: DANÇA SÊNIOR, ATIVIDADES PARA A MELHOR IDADE.      DIVERTINDO E TREINANDO O CORPO E A MENTE. ACADÊMICA MAGNÓLIA PEDRINA SYLVESTRE;
  • SEGUNDA PALESTRA: CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS. HISTÓRIAS CANTANDAS SOBRE O LIXO E A PRESERVAÇÃO DO MANGUEZAL. ACADÊMICA, SÔNIA ROSSETO;
  • TERCEIRA PALESTRA: PRECONCEITO   FEMININO NO MUNDO LITERÁRIO. ACADÊMICA MARIA DELBONI, DE MG;
  • QUARTA PALESTRA: SORORIDADE NA LITERATURA. ACADÊMICA SOL (SOLANGE) FIGUEIREDO, CAMPOS, RJ;
  • QUINTA PALESTRA: A LUA CANTADA EM PROSA E VERSO, ACADÊMICO LUIZ SÉRGIO QUARTO;
  • SEXTA PALESTRA: ROUBO DE IMPOSTOS EM FUNÇÃO DA MUDANÇA DO LIMITE SERRA E VITÓRIA. ACADÊMICO, EDILSON CELESTINO FERREIRA;
  • SÉTIMA PALESTRA: A MULHER NO MUNDO LITERÁRIO. ACADÊMICA ADIRCILENE BATISTA, DE LAGOA DA PRATA, MG;
  • OITAVA PALESTRA: O CONTO DO VIGÁRIO DO QUEIMADO: UMA REFLEXÃO SOBRE OS FATOS E A FANTASIA FOLCLÓRICA. ACADÊMICO, IRINEU CRUZEIRO.  (SERRA ES);
  • NONA PALESTRA: ESTRATÉGIAS PARA UM NOVO MOVIMENTO LITERÁRIO DO SÉCULO XXI. ACADÊMICO ROGÉRIO MARQUES SEQUEIRA COSTA;
  1. DÉCIMA PALESTRA: MESA REDONDA – MULHERES ILUSTRES NORDESTINAS, COM AS ACADÊMICAS, DILERCY ARAGÃO ADLER E JUCEY SANTANA E REUNIÃO DA SCLB, SOCIEDADE DE CULTURA   LATINA DO BRASIL COM A ACADÊMICA DILERCY ARAGÃO ADLER, SÃO LUIS MARANHÃO;
  1. DÉCIMA PRIMEIRA PALESTRA: “A POÉTICA DE VINÍCIUS DE MORAES COMO MOTIVAÇÃO PARA LEITURA”, ACADÊMICA LÚCIA MATTOS, RJ;
  1. DÉCIMA SEGUNDA PALESTRA: OFICINA DE CRIAÇÃO POÉTICA: TROVA. ACADÊMICO ALBÉRCIO NUNES VIEIRA MACHADO, CIDADE CONTINENTAL, SERRA, ES.
  1. DÉCIMA TERCEIRA PALESTRA: 1ª PALESTRA: CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E DE MEMÓRIA ACLAPTCTC. ARQUIVO E INFORMATIZAÇÃO DA ACADEMIA. 2ª PALESTRA: A LITERATURA NA REVELAÇÃO DIVINA: A PALAVRA DE DEUS ESCRITA E GÊNEROS LITERÁRIOS. PELO FILOSOFO, BIBLIOTECÁRIO E TEÓLOGO, ACADÊMICO WALLACE BERTOLI MOREIRA, (ES);
  1. DÉCIMA QUARTA PALESTRA: PALESTRA: TROVEJANDO AMOR. À IMPORTÂNCIA DA TROVA NO ENSINO DA EDUCAÇÃO INFANTIL. ACADÊMICA DENISE FELIX, ITABIRA, MG;
  1. DÉCIMA QUINTA PALESTRA: A ARTE DE COLECIONAR. O COLECIONISMO. ACADÊMICO ROMERO SIQUEIRA, JACARAÍPE, SERRA, ES;
  1. DÉCIMA SEXTA PALESTRA: A POESIA E A LITERATURA EM TEIXEIRA DE FREITAS, BAHIA – APRESENTAÇÃO DOS ACADÊMICOS DA ACADEMIA TEIXEIRENSE DE LETRAS, DE TEIXEIRA DE FREITAS, BAHIA (CARLOS MENSITIERI, ATHYLLA BORBOREMA E ALMIR ZARFEG);
  1. DÉCIMA SÉTIMA PALESTRA: LITERATURA CAPIXABA – LEITURAS EM SALA DE AULA. ACADÊMICA FABIANI TAYLOR, DA CIDADE DE PIÚMA, ES;
  1. DÉCIMA OITAVA PALESTRA: OFICINA DE TROVAS. ESTRUTURA DA TROVA: RIMAS, DIÉRESE E SINÉRESE. ACADÊMICO JOÃO ROBERTO VASCO GONÇALVES, VITÓRIA ES;
  1. DÉCIMA NONA PALESTRA: LENDAS E    FOLCLORE DA SERRA, ES: PÁSSARO DE FOGO E VAMPIRO LOBISOMEM DE JACARAÍPE. ACADÊMICO CLÉRIO JOSÉ BORGES, EURICO SALLES, SERRA ES;
  • VIGÉSSIMA PALESTRA: SÃO FRANCISCO DE ASSIS, PADROEIRO DOS TROVADORES CONTEMPORÂNEOS. ACADÊMICO JOEL RANGEL – AUTOR DA LEI DO DIA MUNICIPAL DO POETA TROVADOR EM VILA VELHA, ES;  

2 – LISTA DOS INSCRITOS PARA LANÇAMENTO DE LIVROS NO XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES QUE SERÁ AGORA VIRTUAL DE 03 A 05 DE JUNHO:

1 – Autor: Roberto Vasco, Vitória;

2 – Autor: Marcos Bubach, Cariacica, ES;

3 – Organizadora: Sol (Solange) Figueiredo, da Cidade de Campos dos Goytacazes, RJ;

4 – Denise Felix, Itabira, MG;

5 – Autor: Luiz Sérgio Quarto, Guarapari / Iúna, ES;

6 – Autor: Romero Siqueira, Jacaraípe, Serra, ES;

7 – Autora: Rita de Cássia dos Santos Menezes, Vitória, ES.

8 – Maria Delboni, de Minas Gerais;

9 – Autora: Maria Viola Bona, Vila Velha, ES;

10 – Autora: Soêmia Pimentel Cyprestes, Vitória, ES;

11 – Adircilene Batista, de Lagoa da Prata, MG;

12 – Autor: Carlos Augusto Furtado Moreira, de São Luis do Maranhão;

13 – Prof. Irineu Cruzeiro, Serra, ES;

14 -Autor: Edilson Celestino Ferreira, Serra Sede, ES;

15 – Jacimar Berti Boti, Colatina, ES;

16 – Autora: Fabiani Taylor, de Piúma, ES;

17 – Autor: Clério José Borges.

18 – Autor Teodorico Boamorte, Nova Almeida, Serra, ES.

19 – Acadêmica Sonia Rossêto, de Vitória, ES;

20 – Autora: Kátia Bobbio, Conceição da Barra, ES;

21 – Lúcia Mattos, Rio de Janeiro.

22 – Autor: Almir Zarfeg, de Teixeira de Freitas, no Estado da Bahia;

23 – Autora: Dalva Frahlich, de São Gonçalo, Estado do Rio de Janeiro.

24 – Autor: Rogério Marques Sequeira Costa, de Passa Tempo/ Belo Horizonte, MG.

25 – Luciano Máximo, da Cidade de Linhares, ES

26 – Geísa de Souza Galvão, da Cidade de Linhares, ES.

27 – Afonso de Castro Gonçalves, da Cidade de Maravilhas, MG.

28 – Autora: Goreth Pereira;

29 – Autora Dilercy Adler;

30 – Autora: Jucey Santana;

33 – Autor: César Brito.

34 – Autora: Kalil Guimarães.

35 – Autora: Vanda Salles (LE VAU, pseudônimo de Vanda Lúcia da Costa).

3-SARAU LEITURA DE POEMAS:

🦉Goreth Pereira; 🦉Dilercy Adler; 🦉César Brito; 🦉Rossana Mafra Azevedo.  Kalil Guimarães. SARAU POÉTICO DO GRUPO DE SÃO LUIS NO MARANHÃO. SARAU LEITURA DE POEMAS (GORETH, DILERCY, CESAR BRITO E ROSSANA) DOIS MINUTOS PARA CADA MAIS UM INTRODUÇÃO INICIAL DE APRESENTAÇÃO DO PESSOAL. TOTAL DO VÍDEO DO SARAU: 10 MINUTOS.

4-MESA REDONDA:

Escritoras ilustres do Nordeste. Coordenação Dilercy Adler. Participantes: 1- Dilercy Adler: Maria Firmina dos Reis, a primeira romancista brasileira. 2- Jucey Santana: Mariana Luz. MESA REDONDA – FAZER RESUMO 4 MINUTOS CADA MAIS UM INTRODUÇÃO DE APRESENTAÇÃO DE DOIS MINUTOS. TOTAL 10 MINUTOS.

5 – VÍDEOS SHOWS ESPECIAIS:

1 – SHOW DE CARLOS BONA;

2 – SHOW DE ADRIANA DUTRA;

3 – SHOW DE TEODORICO BOA MORTE

(TEMPO ATÉ 20 MINUTOS CADA SHOW).

6 – VÍDEO DE ABERTURA DO EVENTO.

ABERTURA DO PRESIDENTE CLÉRIO JOSÉ BORGES E FALA DE AUTORIDADES DA SERRA.  CLÉRIO JOSÉ BORGES (ACLAPTCTC); GOVERNADOR RENATO CASAGRANDE; PREFEITO SÉRGIO VIDIGAL; SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TURISMO, CULTURA, ESPORTE E LAZER E VICE PREFEITO, THIAGO CARREIRO; GUTO LORENZONI E OUTROS. SAUDAÇÃO DE UM MINUTO A DOIS CADA.

7 – VÍDEO DA SERENATA – VÍDEO do grupo da ASSOCIAÇÃO AMIGOS DA SERESTA DE GUARAPARI. Apresentação no Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores programado para ser realizado em Jacaraípe, Serra, ES. Dr. Sérgio Dario Machado. Cerca de 15 a 20 minutos.

7 – SERÃO AINDA INCLUÍDOS NA PROGRAMAÇÃO DO CONGRESSO VIRTUAL: VÍDEOS DE PALESTRANTES NÃO INSCRITOS. VÍDEOS DE ESCRITORES LANÇANDO LIVRO E QUE NÃO SE INSCREVERAM ANTECIPADAMENTE, CONFORME ENTENDIMENTO PESSOAL DE CADA UM COM O SENHOR ALBERTO MENSAGEIRO.

FIM DA PROGRAMAÇÃO INICIAL DO CONGRESSO VIRTUAL DA ACLAPTCTC.

DETALHES DOS LANÇAMENTO DE LIVROS:

O Taumaturgo de Iriritiba, sobre José de Anchieta e Crônicas de Camburi. Autor: Roberto Vasco, Vitória; 2 – OS MISTÉRIOS DO CASARÃO. Sobre o Casarão Nazista de Carapebus (Serra, ES). Autor: Marcos Bubach, Cariacica, ES; 3 – Partenon e Amo amar você, Antologias Poética. Organizadora: Sol (Solange) Figueiredo, da Cidade de Campos dos Goytacazes, RJ; 4 – Fernando Pessoa e Convidados, Antologia. Lançamento por Denise Felix, Itabira, MG; 5 – O Sol da Naná, Madrinha Lua e outros livros Infantis e também o Livro Teatro Infantil. Autor: Luiz Sérgio Quarto, Guarapari / Iúna, ES; 6 – Poemas de Romero, Poesias. Autor: Romero Siqueira, Jacaraípe, Serra, ES; 7 – ELAS. Autora: Rita de Cássia dos Santos Menezes, Vitória, ES. 8 – De Vento à Tempestade, Maria Delboni, de Minas Gerais; 9 – Nas Asas do Tempo. Autora: Maria Viola Bona, Vila Velha, ES; 10 – Baldos Enigmáticos e Na Voz do Vento. Autora: Soêmia Pimentel Cyprestes, Vitória, ES; 11 – Lagoa da Prata em Prosa e Verso. Lançamento a ser feito por Adircilene Batista, de Lagoa da Prata, MG; 12 – Ponderações. Autor: Carlos Augusto Furtado Moreira, de São Luis do Maranhão; 13 – Insurreição do Queimado de Afonso Cláudio. Apresentação, Biografia e Notas pelo prof. Irineu Cruzeiro, Serra, ES; 14 – Tudo em Transformação. Autor: Edilson Celestino Ferreira, Serra Sede, ES; 15 – Sonhos e Bênçãos e Causos, “Meus pequenos Contos e Crônicas” de Jacimar Berti Boti, Colatina, ES; 16 – A Formiguinha, A Lagartinha e outros. Autora: Fabiani Taylor, de Piúma, ES; 17 – O VAMPIRO LOBISOMEM DE JACARAÍPE. Literatura de Cor[1]del, de Clério José Borges; 18 – Maracajaguaçu, Braz Lourenço, José de Anchieta, Araribóia. (História da Serra, ES). Autor: Clério José Borges. 19 – Igreja dos Reis Magos de Nova Almeida (ES). Autor Teodorico Boamorte, Nova Almeida, Serra, ES. 20 – A Panela Encantada, da Acadêmica Sonia Rossêto, de Vitória, ES; 21 – Grandes Episódios ocorridos no Espírito Santo. Cordel. Autora: Kátia Bobbio, Conceição da Barra, ES; 22 – Antologia, Escritores da Língua Portuguesa. Lançamento de Lúcia Mattos, Rio de Janeiro. 23 – Trovíssimas. Autor: Almir Zarfeg, de Teixeira de Freitas, no Estado da Bahia; 24 – A Vida em Artes e Poesias. Autora: Dalva Frahlich, de São Gonçalo, Estado do Rio de Janeiro. 25 – Ecos do Tempo. Lançamento de Rogério Marques Sequeira Costa, de Passa Tempo/ Belo Horizonte, MG; 26 – Luciano Máximo, da Cidade de Linhares, ES; 27 – Geísa de Souza Galvão, da Cidade de Linhares, ES; 28 – Afonso de Castro Gonçalves, da Cidade de Maravilhas, MG; 29 – Título: Maria Firmina dos Reis: uma mulher de atitude – Literatura de Cordel, Autora Goreth Pereira; 30 – Título Maria Firmina dos Reis: uma missão de amor. Autora Dilercy Adler; 31 – Título Antologia AJEB – Toda Forma de Ser Mulher, Coautora Dilercy Adler; 32 – Título A CIGARRA Mariana Luz, Autora: Jucey Santana; 33 – Título Púcaro III – Protagonismo Feminino, Coautora: Jucey Santana; 34 – Título Matinha / Viana, minha terra, minha origem. Autor: César Brito. 35 – Titulo: Voz do Inconsciente, Autora: Kalil Guimarães. 36 – Titulo: Ecos do Silêncio – Relançamento, Autora: Kalil Guimarães; 37 – Titulo: A Face Oculta da Beleza, Autora: LE VAU (pseudônimo de Vanda Lúcia da Costa). 38 – Título: O Ku-Jelê a Awa! Autora: Vanda Lúcia da Costa Salles; 39 – Título: No Tempo Distraído, Autora: Vanda Salles.

XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021

Evento Cultural gratuito para todos os interessados, de modo especial, povo em geral, Professores, Estudantes, Poetas e Artistas. Lançamento e
relançamentos de Livros, Palestras, Oficinas gratuitas de Poesia e Trovas, Saraus, Serenata, Poesia, Varal de Poesias, Contação de histórias, Música, Artesanato, Troveata e Missa em Trovas. SHOWS MUSICAIS GRATUITOS: Carlos Bona; Adriana Dutra “Encantos da nossa Serra” e Teodorico Boa Morte.

Acadêmicos da ACLAPTCTC

A Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, ACLAPTCTC, em comemoração aos
41 anos de fundação do CTC, Clube dos Trovadores Capixabas e do movimento em torno da Trova no
Brasil denominado Neotrovismo fará realizar no Balneário de Jacaraípe, no Município da Serra, no Estado do Espírito Santo o seu XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021, com Palestras, Debates, Oficina de Criação
Poética e de Trovas, Lançamento e Relançamentos de livros, Saraus, Serenata, Poesia, Contação de
Histórias, Música, Varal de Poesias de Estudantes das Escolas da Serra, Exposição de Desenhos de estudantes do Ensino Infantil. Exposição de Pinturas de Artistas Plásticos e de Artesanato. Uma confraternização de artistas, em uma solenidade cultural para abrilhantar Jacaraípe, a cidade da Serra e prestigiar e homenagear quem faz cultura no Estado do Espírito Santo e no Brasil. Aberto a participação de
Professores, Estudantes e povo em geral. Inscrições gratuitas, com direito a Certificado de participação
no final para os que frequentarem as palestras e Oficinas. A abertura do Congresso será na quinta feira, dia 01 de julho, às 18 horas, data dos 41 anos do CTC, entidade Cultural que deu origem a ACLAPTCTC, com homenagens e entrega de prêmios dos Concursos de Poesias, Prosa, Trovas e Haicai. Na
Sexta, dia 2, de 14 às 22 horas, serão realizadas, Palestras, Debates, Oficina, Contação de Histórias e
lançamento e relançamento de livros de autores da Serra e do Brasil. No Sábado, de 14 as 22 horas, Palestras e Oficinas e homenagens aos artistas da Serra e da Grande Vitória e entrega de comendas. Também Lançamento e relançamento de livros. A noite SERESTA E A SERENATA
DOS TROVADORES. No Domingo a MISSA EM TROVAS e aprovação da Carta de Jacaraípe, Confraternização e Despedidas. Haverá venda
de livros autografados pelos próprios autores e distribuição gratuita de livros. Presenças de Escritores de vários Estados Brasileiros.

A Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, ACLAPTCTC, em comemoração aos 41 anos de fundação do CTC, Clube dos Trovadores Capixabas e do movimento em torno da Trova no Brasil denominado Neotrovismo fará realizar no Balneário de Jacaraípe, no Município da Serra, no Estado do Espírito Santo, de 01 a 04 de Julho de 2021, o XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. O Concurso Literário Prosa, Poesia, Haicai e Trova é uma das atividades previstas no Projeto de realização do Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores de Jacaraípe.

XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021

EDITAL – REGULAMENTO DO CONCURSO   –  TEMA LIVRE E TRABALHOS INÉDITOS

OBJETIVOS: Descobrir novos Escritores e Poetas. Revelar trabalhos em poesia e prosa, inéditos;

aprimorar o gosto pela arte literária e incentivar a escrita.

CATEGORIAS: POESIA (Poema livre com ou sem rima, Soneto, Acróstico) – Prêmio Trovador Rocha Ramos ++ PROSA (Crônica, Conto ou Redação) – Prêmio Acadêmica Vera Maria da Penha. HAICAI – Prêmio Trovador Agostinho Rodrigues ++ TROVA – Prêmio Trovador Eno Theodoro Wanke.

CONCORRENTES: 1. O candidato pode se inscrever com no máximo 03 (Três) trabalhos em cada Categoria;

2. Serão aceitos trabalhos escritos em língua portuguesa de candidatos residentes em qualquer lugar do mundo.

FORMATAÇÃO: 1. Cada trabalho deve SER DIGITADO, sendo o limite máximo três folhas tamanho A4, exceto no caso das Trovas e Haicais; Os trabalhos de Crianças e Estudantes até 12 anos podem ser desenhos ou manuscritos 2. Cada trabalho, exceto as Trovas deverão ter o título; 3. Sob o título, deve constar o pseudônimo e categoria. Ex: “Zé das Letras – PROSA; 4. Os trabalhos devem ser enviados em arquivo formato doc.

FAIXAS ETÁRIAS: Não há divisão de faixas etárias. Todos participam de igual modo.

ESTUDANTES: Haverá contudo uma premiação especial para alunos da Educação Infantil e estudantes até 12 anos, com premiações em Livros, podendo cada trabalho ser ilustrado com Desenhos coloridos para uma exposição Especial. As crianças farão suas poesias ou pequenas crônicas em papel Cartolina ou papel tamanho A 4 e letras manuscritas, ilustradas com desenhos, sendo classificados os melhores trabalhos com Medalhas e Livros. As Escolas poderão juntar os trabalhos dos alunos, fazerem uma seleção e entregarem os trabalhos pessoalmente no endereço da ACLAPTCTC abaixo.

  INSCRIÇÕES GRATUITAS: Os trabalhos dos que não forem estudantes devem ser inscritos por via correio eletrônico, mandar com pseudônimo e nome completo e endereço completo com CEP e com o E-mail para: concursodepoesiasaclaptctc@gmail.com  

* SERÃO ACEITOS TAMBÉM TRABALHOS ENVIADOS VIA CORREIOS. Os Correios estão levando sete dias para entregar uma Carta Comum, assim só usem em último caso. Mandar para o Endereço: ACLAPTCTC – Rua dos Pombos, 2 – Eurico Salles, Carapina Serra ES, CEP: 29160-280.

FORMA DE ENVIO: 1. Enviar o trabalho por E-mail (Correios Eletrônico) em arquivo .doc anexado à mensagem eletrônica, com título, pseudônimo, categoria, respeitando as orientações de número de folhas cujo limite é de 03 folhas; 2. No campo assunto do e-mail deve constar o título do trabalho e a categoria. Ex: “VIVA A VIDA – PROSA”. 3. No corpo do e-mail devem constar obrigatoriamente os seguintes dados: Nome Completo; Pseudônimo; Idade; Endereço Completo (com CEP); Telefone fixo e celular com WhatsApp, se tiver; E-mail.

PRAZO DE ENTREGA DOS TRABALHOS: O prazo para a entrega dos trabalhos será até o dia 10 de maio de 2021. JULGAMENTO: Será realizado entre os dias 15 a 30 de maio de 2021 PREMIAÇÃO: 1. Os três primeiros classificados, de cada categoria, receberão TROFÉUS e terão seus trabalhos publicados no Web site da Academia ACLAPTCTC, Jornal Beija Flor; 2. Os trabalhos de cada categoria serão classificados até o 10º lugar, recebendo todos um Certificado. 3. A solenidade de premiação acontecerá DEPOIS DA PANDEMIA, em 01 de JULHO de 2021, por ocasião da Solenidade de Abertura do XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES a ser realizado no Balneário de Jacaraípe, Serra na Grande Vitória ES, que será realizado de 01 a 04 de julho, em comemoração aos 41 anos de fundação do CTC, Clube dos Trovadores Capixabas que deu origem a ACLAPTCTC. Não podendo comparecer na quinta feira dia 1º de julho, o vencedor poderá ainda receber ou mandar um representante para o recebimento do prêmio no dia 03 de julho em solenidade com início às 18 horas em Jacaraípe, Serra, ES. ATENÇÃO: Os troféus, medalhas e Diplomas só serão enviados pelos Correios caso o vencedor pague pelas tarifas postais. 4. Não serão expedidos Certificados de participação aos demais concorrentes.

DISPOSIÇÕES FINAIS:  1. O TEMA É LIVRE, sendo exigido texto inédito. Entende-se por trabalho inédito o não publicado/postado em qualquer tribuna física ou eletrônica; 2. Eventuais casos não previstos no Edital serão inapelavelmente dirimidos pela Comissão Julgadora do Concurso; 3. Não há cobrança de taxa de inscrição; 4. O resultado será divulgado a partir do dia 30 de maio de 2021 nos endereços eletrônicos da Academia ACLAPTCTC e do CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES DE JACARAÍPE 2021, a saber, sitio e página do Facebook; 5. O descumprimento de cláusula constante neste regulamento implicará na desclassificação do trabalho sem submissão a julgamento; 6. A solenidade de premiação ocorrerá em Jacaraípe em local a ser amplamente divulgado (Arena Jacaraípe) � Concorra! Divulgue! Detalhes sobre a SERRA, ES: www.clerioborges.com.br

� Dúvidas e Detalhes com Clério José Borges, Presidente da ACLAPTCTC pelo e mail: cj-anna@bol.com.br e/ou com o Secretário Geral, João Roberto Vasco Gonçalves, e-mail: robertovasco@hotmail.com / Telefone WhatsApp: 27 999 63 04 71; Informações diárias sobre a ACLAPTCTC pelo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/9I68K4LEpYi5TQIcilYDTa   ATENÇÃO: OS PARTICIPANTES DO CONCURSO E DO CONGRESSO CEDEM DIREITOS DOS TRABALHOS E DE IMAGENS PARA A ACLAPTCTC DIVULGAR EM PUBLICAÇÕES E MÍDIAS SOCIAIS. 

FACEBOOK: https://www.facebook.com/Congresso-Brasileiro-de-Poetas-Trovadores-2021-101910285225430/?view_public_for=101910285225430

Este evento foi Contemplado pelo Edital da Lei Aldir Blanc  do Município da Serra, ES.

A Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, ACLAPTCTC, em comemoração aos
41 anos de fundação do CTC, Clube dos Trovadores Capixabas e do movimento em torno da Trova no
Brasil denominado Neotrovismo fará realizar no Balneário de Jacaraípe, no Município da Serra, no Estado do Espírito Santo o seu XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança
de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade.
A Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, ACLAPTCTC, em comemoração aos
41 anos de fundação do CTC, Clube dos Trovadores Capixabas e do movimento em torno da Trova no
Brasil denominado Neotrovismo fará realizar no Balneário de Jacaraípe, no Município da Serra, no Estado do Espírito Santo o seu XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança
de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade.

LANÇAMENTO E RELANÇAMENTO DE LIVROS  – DIAS 02 E 03 DE JULHO. DE 14 AS 22 HORAS

1 – O Taumaturgo de Iriritiba, sobre José de Anchieta e Crônicas de Camburi. Autor: Roberto Vasco, Vitória; 2 – OS Mistérios do Casarão. Sobre o Casarão Nazista de Carapebus (Serra, ES). Autor: Marcos Bubach, Cariacica, ES; 3 – Partenon e Amo amar você, Antologias Poética. Organizadora: Sol (Solange) Figueiredo, da Cidade de Campos dos Goytacazes, RJ; 4 – Fernando Pessoa e Convidados, Antologia. Lançamento por Denise Felix, Itabira, MG; 5 – O Sol da Naná, Madrinha Lua e outros livros Infantis e também o Livro Teatro Infantil. Autor: Luiz Sérgio Quarto, Guarapari / Iúna, ES;

6  – Poemas de Romero, Poesias. Autor: Romero Siqueira, Jacaraípe, Serra, ES; 7 – ELAS. Autora: Rita de Cássia dos Santos Menezes, Vitória, ES. 8  – De Vento à Tempestade, Maria Delboni, de Minas Gerais; 9 – Nas Asas do Tempo. Autora: Maria Viola Bona, Vila Velha, ES; 10 – Baldos Enigmáticos e Na Voz do Vento. Autora: Soêmia Pimentel Cyprestes, Vitória, ES; 11 – Lagoa da Prata em Prosa e Verso. Lançamento a ser feito por Adircilene Batista, de Lagoa da Prata, MG; 12 – Ponderações. Autor: Carlos Augusto Furtado Moreira, de São Luis do Maranhão;

13  –  Insurreição do Queimado de Afonso Cláudio. Apresentação, Biografia e Notas pelo prof. Irineu Cruzeiro, Serra, ES; 14 – Tudo em Transformação. Autor: Edilson Celestino Ferreira, Serra Sede, ES; 15 – Sonhos e Bênçãos e Causos, Meus pequenos Contos e Crônicas. Autor Jacimar Berti Boti, Colatina, ES; 16  – A Formiguinha, A Lagartinha e outros. Autora: Fabiani Taylor, de Piúma, ES; 17 – O VAMPIRO LOBISOMEM DE JACARAÍPE. Literatura de Cordel, de Clério José Borges; 18 – Maracajaguaçu, Braz Lourenço, José de Anchieta, Araribóia. (História da Serra, ES). Autor: Clério José Borges. OBSERVAÇÃO:  Este 18º livro, fala sobre A HISTÓRIA DA SERRA e, foi contemplado pelo Edital da Lei Aldir Blanc, assim será distribuído gratuitamente, durante o Congresso: serão 150 livros de 14 às 19 horas na sexta feira, dia 02 e, mais 150 livros gratuitos, no sábado dia 03 de Julho, de 14 às 19 horas. Um exemplar por pessoa, mediante cadastro. Escolas receberão gratuitamente 03 exemplares cada, também mediante Cadastro feito por representante da Escola.

19 – Igreja dos Reis Magos de Nova Almeida (ES). Autor Teodorico Boamorte, Nova Almeida, Serra, ES. 20 – A Panela Encantada, da Acadêmica Sonia Rossêto, de Vitória, ES; 21 – Grandes Episódios ocorridos no Espírito Santo. Cordel. Autora: Kátia Bobbio, Conceição da Barra, ES; 22  – Antologia, Escritores da Língua Portuguesa. Lançamento de Lúcia Mattos, Rio de Janeiro. 23  – Trovíssimas. Autor: Almir Zarfeg, de Teixeira de Freitas, no Estado da Bahia; 24 – A Vida em Artes e Poesias. Autora: Dalva Frahlich, de São Gonçalo, Estado do Rio de Janeiro. 25  – Ecos do Tempo. Lançamento de Rogério Marques Sequeira Costa, de Passa Tempo/ Belo Horizonte, MG.

HISTÓRICO DA ACLAPTCTC  –  A Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, ACLAPTCTC, fundada em 18 de Novembro de 2017, com sede e foro na Rua dos Pombos, N.º 2, no 2º Andar, Sala 03, Bairro de Eurico Salles, Distrito de Carapina, Serra, Estado do Espírito Santo, Brasil, 29160-280 é uma Associação de direito privado, não governamental, constituída por tempo indeterminado, sem fins econômicos, ou seja, sem fins lucrativos, de caráter Social, Artístico e Cultural. A ACLAPTCTC poderá ser também conhecida, com o nome de fantasia de Instituto Projeto Social ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores. É  uma entidade cultural surgida, com o legado, ou seja, herança e espólio cultural do antigo Clube dos Trovadores Capixabas, CTC, fundado a 1º de Julho de 1980, pelo Escritor e Historiador Capixaba Clério José Borges de Sant Anna, com base numa ideia do Poeta Trovador e historiador da Trova no Brasil, Dr. Eno Teodoro Wanke. Os símbolos Acadêmicos da Academia são: Cores: Branco e Amarelo claro; Símbolo é o pássaro Beija Flor beijando a orquídea; A Pelerine e a Bandeira serão na cor amarelo claro, tendo o Beija Flor em destaque. No desenvolvimento de suas atividades, a Associação observará: I. O cultivo e o estudo da composição poética denominada Trova, composição poética de quatro versos (linhas) de sete sílabas poéticas cada, com rima e sentido completo; II. O estudo, a criação e divulgação da Poesia e da Literatura Capixaba, Brasileira e Internacional. III. A divulgação das Obras Literárias e das Artes, bem como das atividades Literárias e Artísticas de seus Associados denominados Acadêmicos. Quadro Social da Academia é composto de 50 (cinquenta) Acadêmicos Efetivos e Imortais, ou seja, perpétuos, cada um ocupando uma cadeira com Patrono. O Quadro Social é composto ainda de Acadêmicos Correspondentes e Acadêmicos Honorários Beneméritos, que serão de número ilimitado, sendo a  Escolha dos Acadêmicos destas Categorias, numeração de Cadeiras e Patronos definidos em decisão por maioria simples dos membros da Diretoria Executiva. Segundo o historiador da Trova no Brasil, o saudoso Dr. Eno Teodoro Wanke, em 1980, ao criar o Clube dos Trovadores Capixabas, o poeta Clério José Borges fez despontar o Neotrovismo, que é a renovação do movimento literário em torno da Trova no Brasil. Graças ao Neotrovismo, existem atualmente Praças dos Trovadores em Cariacica, Vila Velha e Vitória. Em Junho o Estado do Espírito Santo comemora através de Lei Estadual o Dia do Poeta Trovador e no dia 04 de Outubro se comemora o Dia da Trova em várias cidades como Vitória, Serra e Vila Velha. O presidente Clério José Borges e sócios do CTC, hoje ACLAPTCTC são regularmente convidados a participar e realizar palestras em várias cidades brasileiras, como por exemplo, Porto Velho, Rondônia; Porto Alegre, RS; Rio de Janeiro; São Paulo; Brasília-DF; Salvador, BA; Recife, PE; Petrópolis-RJ; Campos-RJ; Maringá-PR; Timóteo-MG; Magé-RJ; Olinda-PE; Ilha de Paquetá e Nova Prata, RS. Em 1981 Clério teve a ideia de comemorar o aniversário do CTC, anualmente com um Seminário da Trova, sendo realizados 20 Seminários até o ano Dois Mil quando o Seminários passaram a ser os Congressos Brasileiros de Poetas Trovadores. Em 2016 o Congresso foi em Guarapari. Em 2017 em Castelo. Em 2018 em Julho foi em Iúna e Novembro em Santa Teresa. Em 2019 em Julho o Congresso foi em Anchieta e em Novembro novamente na Cidade de Iúna. Em 2020 nenhum evento foi realizado por causa da Pandemia e, em 2021, o XVIII Congresso está programado para Julho em Jacaraípe, Serra, ES e, em Novembro em Colatina.

XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
Geisa - XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
Geisa Galvão – XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
Afonso – XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
Maria Fausta Sant Ana de Azevedo -XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
Luciano Máximo – XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
Patrocinadores - XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021
Patrocinadores – XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Serão quatro dias de
eventos totalmente gratuitos, de 01 a 04 de Julho de 2021

JACARAÍPE É A ANTIGA ALDEIA CARAÍPE

Texto do Livro “História da Serra”, de Clério José Borges

Caraípe: Caminho do homem branco na terra das rosas

Reduto de turistas, Jacaraípe, segundo os turistas é o mais bonito balneário da Serra, em razão de estar urbanizada e iluminada.

A praia é uma das mais bonitas do Estado, com o seu calçadão e quiosques padronizados.

Pela sua grande extensão, o balneário reúne inúmeras pequenas praias que servem para a identificação do local exato onde os eventos acontecem.

Assim no balneário de Jacaraípe estão as praias da Baleia; da Castanheira, próximo ao tradicional hotel Castanheira; Solemar que é conhecida como a praia dos Surfistas e Capuba.

ÍNDIOS TUPINIQUINS

Os primeiros habitantes da região foram os índios tupiniquins. Posteriormente com a chegada dos índios Temiminós que vieram do Rio de Janeiro com Maracajaguaçu, os tupiniquins foram para o norte, além do rio Doce e os Temiminós passaram a ocupar toda a região litorânea da Serra. Há historiadores que citam a presença dos índios Goitacases na região, contudo pesquisas recentes mostram que os Goitacazes estavam mais ao sul da Capitania e na hoje região de Campos dos Goitacazes.

Jacaraípe segundo o “Dicionário Geográfico e Histórico do Estado do Espírito Santo”, de Eugênio Assis, editado em Vitória em 1947, teria sido povoada inicialmente por Índios Goitacases.

Positivamente a informação de Eugênio Assis é equivocada pois a região de Jacaraípe, Carapina, Serra e Nova Almeida era povoada de Índios Tupiniquins e depois pelos Temiminós que vieram do Rio de Janeiro.

Não há registros históricos da presença dos Goitacases povoando a Região. Os Goitacases estavam mais ao Sul do Espírito Santo e na região da hoje cidade de Campos dos Goitacases, Rio de Janeiro.

Anualmente são disputados em Jacaraípe competições de Surf e Body board, principalmente nas praias do Barrote ou em Solemar onde “rolam” as maiores ondas.

SIGNIFICADO

Em Jacaraípe localiza-se também o Barródromo onde anualmente são realizados torneios de Marcas e Pilotos, com corridas de carro, promovidos pela Federação de Automobilismo do Espírito Santo.

Nos anos de 1996 a 2001, os pilotos Celso Moraes e Betinho Sartório, constantemente disputavam o título de Campeão do Campeonato Estadual de Marcas e Pilotos.

Jacaraípe tem origem na antiga aldeia de pescadores denominada Aldeia de Caraípe.

Assim a origem da palavra Jacaraípe nada tem a ver com Jacaré e rio dos Jacarés e, sim, com Caraípe que se origina da língua Tupi, usada pelos índios primeiros habitantes da região e que significa “Caminho do Homem Branco”.

Os termos Cari e Carai em Tupi geralmente referem-se homem branco.

Carioca é casa do homem branco.

Cariacica na língua Tupi significa chegada do homem branco.

Segundo os dicionários a palavra Caraípe é uma variante de Caraipé, significando o nome de várias plantas da família das Rosáceas (Rosas). Caraípe portanto é o lugar das rosas. Jacaraípe é a Terra das Rosas.

O Jornal “A Gazeta”, de 19 de dezembro de 1995, informa no Caderno de Turismo que Jacaraípe significa “Caminho ou rio de jacarés.” O Jornal não cita a fonte em que se baseia para tal afirmativa, deve basear-se numa interpretação livre da palavra Jacara ou da palavra Jacareipe (Jacaré – ipe).

A palavra Jacaraípe é encontrada escrita em algumas publicações: “Jacareipe”.

A Telecomunicações do Espírito Santo S.A., TELEST colocava até Dezembro de 1996, “Jacareipe” em suas contas de cobranças de telefonemas.

O certo é Jacaraípe, conforme uso popular.

Jacaraípe era conhecida como Caraípe. Assim não havia a sílaba “Ja” que surgiu posteriormente com o tempo. Portanto qualquer alusão a “Ja” ou “Jacaré” é pura invenção, lenda, pois nada há de concreto com a realidade do local que antigamente era conhecida como Caraípe.

O viajante Auguste de Saint – Hilaire (1779 -1853), que foi um dos mais notáveis Naturalistas, quando esteve no litoral Espirito-Santense, no dia 15 de outubro de 1818 esteve na Aldeia Caraípe e registra o fato em seu diário de viagem.

Os antigos moradores da Serra utilizavam o “Caminho de Caraípe” para irem da sede do Município ao litoral.

Documentos antigos usam a palavra Caraípe.

EM NOME DO SOL

O Jornal “A Gazeta”, de 24 de janeiro de 1992, na página Guia Turismo, publica a seguinte reportagem com o título: “Jacaraípe: Em Nome do Sol.” Não há indicação do autor do texto, que é o seguinte: “Mais que lotada nesta temporada, Jacaraípe continua fazendo o Verão de muitos mineiros e capixabas que não dispensam o sol e o mar”.

Urbanizada, a orla toda pavimentada e iluminada, conta com diversos quiosques. A prática de esportes é uma constante nas areias. Conhecida e disputada pelos adeptos do Surf e do Body-board, por suas imensas ondas, Jacaraípe é um convite para quem gosta de agitação e de conviver com muita gente.” A reportagem destaca ainda que Jacaraípe dista 30 quilômetros de Vitória e possui vários bares, alguns com música ao vivo, e várias opções de restaurantes, alguns com Cardápio Internacional, bem como hotéis e pousadas.

Em “A Gazeta”, de 19 de dezembro de 1995, consta na página 11 do “Caderno de Turismo”, que “Jacaraípe já foi uma vila de pescadores à beira do rio Joara.” Pelo texto observa-se que o rio Jacaraípe é denominado no Jornal, de rio Joara, mas oficialmente segundo Mapa do IBGE, Juara, com “u” e não com “o” é o nome da Lagoa, também chamada de Jacaraípe.

A informação de “A Gazeta” baseia-se no fato do rio Joara ou Juá, Lagoa de Jacaraípe, Largo do Juara e rio Jacaraípe, serem interligados entre si. O rio Juara cuja foz situa-se em Jacaraípe no Mapa do IBGE consta como sendo o mesmo rio Jacaraípe.

As festas de Jacaraípe são tradicionais no calendário turístico, principalmente a Festa de Iemanjá, na passagem do ano e o Carnaval.

Jacaraípe está distante 27 km de Vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *