Trovadores na Missa em Trovas em Jacaraípe 2021

RELATÓRIO DO XVIII CONGRESSO DE POETAS TROVADORES 2021, JACARAÍPE, ES

A Vida de Clério José Borges Academia Capixaba de Poetas Trovadores Academias de Letras e Artes ACLAPTCTC Clério José Borges Clube dos Trovadores Capixabas CTC Congresso de Trovadores Congresso de Trovadores Cultura Eventos Eventos Nacionais Literatura Notícias Trovadorismo Últimas Notícias Últimas Notícias
Filme Vídeo Oficial XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores
Jacaraípe Serra ES. Outubro 2021

RELATÓRIO DO XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES ORGANIZADO PELA ACLAPTCTC, DE 07 A 10 DE OUTUBRO DE 2021, NO BALNEÁRIO DE JACARAÍPE SERRA, ES. APOIO: LEI ALDIR BLANC.

A Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, ACLAPTCTC, em comemoração aos 41 anos de fundação do CTC, Clube dos Trovadores Capixabas e do movimento em torno da Trova no Brasil denominado Neotrovismo realizou no Balneário de Jacaraípe, no Município da Serra, no Estado do Espírito Santo o seu XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Foram quatro dias de eventos totalmente gratuitos, de 04 a 07 de outubro de 2021, com Palestras, Debates, Oficina de Criação Poética e de Trovas, Lançamento e Relançamentos de livros, Saraus, Serenata, Poesia, Contação de Histórias, Música, Varal de Poesias. Exposição de Pinturas de Artistas Plásticos e de Artesanato. Uma confraternização de artistas, em uma solenidade cultural que abrilhantou Jacaraípe, a cidade da Serra e prestigiou e homenageou quem faz cultura no Estado do Espírito Santo e nos demais Estados do Brasil. O evento foi aberto a participação de Professores, Estudantes e povo em geral. A abertura Solene do Congresso foi na quinta-feira, dia 07 de outubro, por volta de 18h30m, com homenagens e entrega de prêmios dos Concursos de Poesias, Prosa, Trovas e Haicai. Houve a entrada solene dos Poetas Trovadores da ACLAPTCTC e a posse oficial de novos Acadêmicos. Presenças honrosas de Poetas de várias cidades brasileiras. Premiações de vencedores de vários Concursos da ACLAPTCTC. O XVIII Congresso é um evento que tem o Patrocínio da Prefeitura Municipal da Serra, Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, Conselho Municipal de Cultura, Fundo Municipal de Cultura Paulo Negreiros, Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal e Lei Aldir Blanc.

Thiago Carreiro com trovadores em Jacaraípe 2021
Thiago Carreiro com trovadores em Jacaraípe 2021
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.

XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES – PROCESSO –

ACADEMIA CAPIXABA DE LETRAS E ARTES DE POETAS TROVADORES – ACLAPTCTC
SERRA – ESTADO DO ESPÍRITO SANTO – BRASIL
ACLAPTCTC, antigo CLUBE DOS TROVADORES CAPIXABAS, CTC. Registro no Cartório do 1º Ofício da 2ª Zona da Serra, Pessoa Jurídica sob o N.º 17.779, em 11/05/2018 e N.º 7.300, em 25/05/2018. / CNPJ N.º 30.725.599/0001-91 – Rua dos Pombos, 2 – Eurico Salles, Carapina, Serra, ES. CEP: 29160-280. Contatos Presidência: Tel.: 27 3328 0753 / 27 9 92 57 82 53 – clerioborges2013@gmail.com; Contatos com a Secretaria Geral: robertovasco@hotmail.com; – Tel.: 27 – 9 99 63 04 71.

XVIII Congresso. Juramento Acadêmico 07 10 2021
XVIII Congresso. Juramento Acadêmico 07 10 2021

RELATÓRIO FINAL DETALHADO DE EXECUÇÃO DO PROJETO

IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE
Nome: ACADEMIA CAPIXABA DE LETRAS E ARTES DE POETAS TROVADOR / ACADÊMICO DA ACLAPTCTC, CLÉRIGTHOM THOMES BORGES.

IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO
Título: XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES – PROCESSO – Lei Aldir Blanc. Inscrições feitas em Novembro de 2020, resultado divulgado em Dezembro de 2020.

APOIO INSTITUCIONAL
Prefeitura Municipal da Serra, Secretaria Municipal de Turismo Cultura Esporte e Lazer, Fundo Municipal de Cultura Paulo Negreiros, Conselho Municipal de Cultura da Serra, Ministério do Turismo, Secretaria Especial de Cultura e Lei Aldir Blanc.

LOCAL DE REALIZAÇÃO DO PROJETO
LOCAL: ARENA JACARAÍPE
Av. Abido Saad, n° 714, Estância Monazítica, Jacaraípe, Serra, ES.

DATA OU PERÍODO DE REALIZAÇÃO DO PROJETO:

JULHO - PREVISTO INICIALMENTE O INÍCIO DE JULHO DE 2021, PORÉM POR CAUSA DA PANDEMIA DO CORONAVÍRUS FOI REALIZADO DE FORMA VIRTUAL PELA INTERNET: DIAS: 01, 02 E 03 DE JULHO.

 VIRTUAL PELA INTERNET: DIAS 01, 02 E 03 DE JULHO DE 2021
PRIMEIRO DIA: 1º de julho de 2021, Início às 18 horas. Local: https://youtu.be/Lz8B8wlNW1A

SEGUNDO Dia: 2 de julho de 2021, Início às 18 horas. Local: https://youtu.be/ET7g0dKM_WE

TERCEIRO DIA: 3 de julho de 2021, Início às 18 horas.
https://youtu.be/HFq0u7ueTm0

 PRESENCIAL COM OS CUIDADOS RECOMENDADOS PELAS AUTORIDADES DE SAÚDE: DIAS 07, 08, 09 E 10 DE OUTUBRO DE 2021.

OUTUBRO – NA FORMA PRESENCIAL COM OS CUIDADOS NECESSÁRIOS FOI REALIZADO NO HALL DE ENTRADA DA ARENA JACARAÍPE, NA AVENIDA ABDO SAAD, 714, JACARAÍPE, SERRA, ESPÍRITO SANTO, 07 A 10 DE OUTUBRO DE 2021.

XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POETAS TROVADORES

XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.  Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.

A Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, ACLAPTCTC, em comemoração aos 41 anos de fundação do CTC, Clube dos Trovadores Capixabas e do movimento em torno da Trova no Brasil denominado Neotrovismo realizou no Balneário de Jacaraípe, no Município da Serra, no Estado do Espírito Santo o seu XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores com o tema: A Esperança de dias melhores e o papel da leitura e da literatura na atualidade. Foram quatro dias de eventos totalmente gratuitos, de 04 a 07 de outubro de 2021, com Palestras, Debates, Oficina de Criação Poética e de Trovas, Lançamento e Relançamentos de livros, Saraus, Serenata, Poesia, Contação de Histórias, Música, Varal de Poesias. Exposição de Pinturas de Artistas Plásticos e de Artesanato. Uma confraternização de artistas, em uma solenidade cultural que abrilhantou Jacaraípe, a cidade da Serra e prestigiou e homenageou quem faz cultura no Estado do Espírito Santo e nos demais Estados do Brasil. O evento foi aberto a participação de Professores, Estudantes e povo em geral. A abertura Solene do Congresso foi na quinta-feira, dia 07 de outubro, por volta de 18h30m, com homenagens e entrega de prêmios dos Concursos de Poesias, Prosa, Trovas e Haicai. Houve a entrada solene dos Poetas Trovadores da ACLAPTCTC e a posse oficial de novos Acadêmicos. Presenças honrosas de Poetas de várias cidades brasileiras. Premiações de vencedores de vários Concursos da ACLAPTCTC. O XVIII Congresso é um evento que tem o Patrocínio da Prefeitura Municipal da Serra, Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, Conselho Municipal de Cultura, Fundo Municipal de Cultura Paulo Negreiros, Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal e Lei Aldir Blanc.

Público presente. XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.  Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
Público presente. XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.

DIA 07/10/2021 – PRIMEIRO DIA.

14 horas – Abertura do local do evento e início da decoração do local do evento. As 15h30m foi registrado o Início do evento com lançamento do livro da Escritora do Rio de Janeiro, Dalva Frahlich, “Cenas do Cotidiano”, com venda para as amigas, Stela Oliveira e a irmã, Ana Simões e troca de livros com o Escritor Geraldo Fernandes. Às 16 horas, o Escritor Roberto Vasco iniciou o ciclo de Palestras abordando o tema “Ética das Comendas”, mostrando porque considera ético conceder uma comenda em reconhecimento ao imenso valor como personalidade cultural a quem conscientemente contribuiu pecuniariamente para a realização de um evento cultural da magnitude de um congresso nacional, que equivale a dizer: “muito obrigado, em nome da cultura. Os eventos culturais ainda existem por causa de “mecenas” como você”. Finalmente, sob o ponto de vista de fomento a cultura, quem é mais merecedor: alguém que recebeu de graça sem nada ter feito para o evento cultural acontecer, ou, aquele que consciente de estar ajudando, teve o desprendimento de sacar o dinheiro do bolso e fazer uma oferta, promover a realização e com isso a partilha da cultura e conhecimento aos participantes e ao povo? Para nós, esse é o verdadeiro merecedor. (As comendas recebidas gratuitamente são custeadas pelo erário público, mantido pelo contribuinte, o povo, que nenhuma contrapartida recebe). Na mesma oportunidade, o escritor Roberto Vasco lançou oficialmente o seu livro: “O Taumaturgo de Iriritiba” e o livreto “Folclore em Cordel”.

Ainda no dia 07 de outubro, às 17 horas, a Escritora Margarida Drumond de Assis, fez o lançamento do livro “DOM LUCIANO, PASTOR E IRMÃO, CRÔNICAS,” Volumes I, II e III. Margarida Drumond de Assis é Jornalista e Escritora e Acadêmica Correspondente de Brasília, cadeira n. 9 que tem como patrono Raimundo Araújo. Em seguida ainda às 17 horas, o Poeta Albércio Nunes Vieira Machado iniciou a sua Oficina de Criação Poética com ênfase na Trova, esclarecendo que a Trova é uma composição poética, uma poesia, de quatro versos de sete sílabas poéticas com rima e sentido completo. Foram apresentadas várias Trovas e ao final um Colar com 13 Trovas em homenagem ao saudoso Rodolfo Coelho Cavalcante, feito nos anos de 1982. A Acadêmica e declamadora Cleusa Lourdes Madureira Vidal, de Vila Velha declamou várias poesias de sua autoria.

As 18h30m, a Mestre de Cerimônias advogada Margareth Gonçalves Pederzini declarou aberto oficialmente o XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores fazendo a composição da mesa. Em seguida foi procedida a solenidade de posse Acadêmica com os recipiendários se posicionando na frente ao lado de seus padrinhos e/ou madrinhas que após colocarem a veste talar da Pelerine e receberem a Medalha Acadêmica e o Diploma se posicionaram de mãos estendidas e proferiram o Juramento Acadêmico, sendo declarados pelo Presidente Clério José Borges devidamente empossados, sob as bênção de Platão, presidente da primeira Academia de Letras e Artes do mundo. Em seguida foi iniciado a entrega de prêmios aos vencedores dos concursos de Poesias, Trovas realizado em 2020: Modalidade: TROVA. Tema: RECANTO. Categoria: NACIONAL. Resultado: 1º Lugar: Agnes Izumi Nagashima – Londrina-PR. 2º Lugar: Myrthes Neusalí Spina de Moraes. Atibaia, SP. 3º Lugar: Marcia Jaber de Barros Moreira. Juiz de Fora, MG. 4º e 5º Lugares: Odenir Follador. Ponta Grossa, Paraná. 6º Lugar: Dulcídio de Barros Moreira Sobrinho – Juiz de Fora – MG. 7º Lugar: Agnes Izumi Nagashima. Londrina-PR. 8º Lugar: Marcia Jaber de Barros Moreira. Juiz de Fora, MG. 9º Lugar: Vilson Souza Lima. Rolândia, PR. 10º Lugar: Ana Maria Nascimento. Aracoiaba- CE. Os três primeiros colocados receberam Troféus e os demais medalhas. Todos receberam Diplomas.
Modalidade: TROVA. Tema: RECANTO. Categoria: ESTADUAL. Resultado: 1º Lugar: Emílio Soares da Costa. Bairro Jabour – Vitória – ES. 2º Lugar: Albércio Nunes Vieira Machado. – Cidade Continental- Serra – ES. 3º Lugar: Magnólia Pedrina Sylvestre. Eurico Salles. CEP 29160180. Serra, ES. 4º Lugar: Regina Menezes Loureiro. Bento Ferreira/Vitória, ES. 5º Lugar: Albércio Nunes Vieira Machado. – Cidade Continental- Serra – ES. 6º Lugar: Fabiani Rodrigues Taylor. Piúma, ES. 7º Lugar: Marcos Bubach – Santa Bárbara, Cariacica – E.S. 8º Lugar: Maria Immaculada Teixeira Schirmer. Morada de Laranjeiras, Serra. 9º Lugar: Regina Menezes Loureiro. Bento Ferreira/Vitória -ES. 10º Lugar: Julya Gonçalves. Concorrente de 08 anos de idade. IBES, Vila Velha. Os três primeiros colocados receberam Troféus e os demais medalhas. Todos receberam Diplomas.
Modalidade: POESIA. Tema: Felicidade. Categoria: NACIONAL. Comissão Julgadora: Cel. Carlos Augusto Furtado, de São Luis no maranhão e Denise de Andrade Félix, de Itabira, MG. Resultado: 1º Lugar: Luiza Couto – Chácara Esperança. Laje do Muriaé, RJ. 2º Lugar: Wilson Oliveira Jasa– São Paulo – SP. 3º Lugar: Francisco Paulo da Silva Filho, São João do Jaguaribe – Ceará. 4º Lugar: Pedro Francisco Alves. – Maurício de Nassau. Caruaru – Pernambuco. 5º Lugar: Adircilene Lerilda Batista e Silva. Centro, Lagoa da Prata, MG. 6º Lugar: Pedro Francisco Alves. Maurício de Nassau. Caruaru – Pernambuco. 7ºLugar: Rosângela Maria Sobrinho Sousa. Bairro: São João. Teresina- PI. 8º Lugar: Odenir Ferro. – Bairro Consolação. Cidade de Rio Claro, São Paulo. 9º Lugar: Pedro Francisco Alves, Caruaru – Pernambuco – Brasil. 10º Lugar: Agnes Izumi Nagashima. Londrina-PR. Os três primeiros colocados receberam Troféus e os demais medalhas. Todos receberam Diplomas.
Modalidade: POESIA. Tema: Felicidade. Categoria: Estadual. Comissão Julgadora: Membros da ALVV, Academia de Letras de Vila Velha: Horácio Xavier, Regina Lúcia Pinto Rangel, Valsema Rodrigues da Costa. Resultado: 1º Lugar: Genival Silva de Souza. Ibatiba-ES. 2º Lugar: Albércio Nunes Vieira Machado. Cidade Continental- Serra. 3º Lugar: Edite Margarida Angeli Meirele, Santa Teresa.ES. 4º Lugar: Sonia Maria Rodrigues Rosseto. – Santo Antônio, Vitória, ES. 5º Lugar: Jacimar Berti Boti. São Silvano, Colatina-ES. 6º Lugar: Albércio Nunes Vieira Machado. – Cidade Continental- Serra – ES. 7ºLugar: Alessandra Nacif Souza. Barcelona, Serra, ES. 8º Lugar: Soêmia Pimentel Cypreste. Bairro Mata da Praia. Vitória/ES. 9º Lugar: Fabiani Rodrigues Taylor. Endereço: Acaiaca, Piúma, ES. 10º Lugar: Bárbara Péres. Marataízes/ES. Os três primeiros colocados receberam Troféus e os demais medalhas. Todos receberam Diplomas.
Em seguida foi procedida a premiação dos Vencedores do Concurso Literário da ACLAPTCTC de 2021 de Trovas, Haicais, Poesias, tendo sido observado o critério técnica e beleza. Modalidade Trova. Tema: Livre. Comissão Julgadora: Maria Delboni, de Belo Horizonte, MG. Graduada em Letras, doutora em Ciência da Educação. Adircilene Lerilda Batista, De Lagoa da Prata, MG, Graduada em Letras e Pedagogia, especialista em Educação. Maria Viola Bona, de Vila Velha, ES. Graduada em m Geografia e pós-graduada em Planejamento Educacional. Resultado: 1º Lugar: Abílio Kac. Gávea – Rio de Janeiro. 2º Lugar: Abelardo Nogueira, Aracoiaba-CE; 3º Lugar: Wanda Cristina da Cunha e Silva; 4º lugar: Elisabete Rabello Machado Brandão, São Domingos, SP; 5º lugar: Madalena Ferrante Pizzatto. Mercês – MG; 6º lugar: Marcos Bubach. Santa Bárbara. Cariacica – E.S; 7º lugar: Kátia Bobbio. Conceição da Barra – ES; 8º lugar: Wilson de Oliveira Jasa. São Paulo – SP; 9º lugar: Pedro Ornellas. Guaianases. São Paulo SP; 10ºlugar: Márcia Jaber. Santa Tereza. Juiz de Fora – MG. Os três primeiros colocados receberam Troféus e os demais medalhas. Todos receberam Diplomas.
Modalidade Haicai. Comissão Julgadora: Adircilene Lerilda Batista, da Cidade de Lagoa da Prata, MG, Graduada em Letras e Pedagogia, especialista em Educação. Maria Delboni, de Belo Horizonte, MG. Graduada em Letras, doutora em Ciência da Educação. Maria Viola Bona, de Vila Velha, ES. Graduada em Geografia e pós-graduada em Planejamento Educacional. Resultado: 1º lugar: Wanda Cristina da Cunha e Silva. São Luís – Maranhão. 2º lugar: Carlos Augusto Souto de Alencar. Campos dos Goytacazes. 3ºlugar: Nilton Manoel. Ribeirão Preto – SP. 4ºlugar: Renata Machado Barreto Braga. Barra do Itapemirim, Marataízes, ES. 5ºlugar: Geraldo Trombin. Americana – SP. 6ºlugar: Marilena Budel. Irati, Paraná. 7ºlugar: Edite de Abreu Ferreira Nunes. Governador Valadares / MG. 8º lugar: Marcos Bubach. Santa Bárbara. Cariacica – E.S. 9º lugar: Mariângela Souza Siqueira. Conjunto Jacaraipe, Serra/ES. 10º lugar: Ester Abreu Vieira de Oliveira. Solar da Ester, Bairro de Lourdes – Vitória – ES. Os três primeiros colocados receberam Troféus e os demais medalhas. Todos receberam Diplomas.
Modalidade Poesia. Comissão Julgadora: Antonio Galvão – Graduado Jornalismo, Especialização em Psicanálise, Escritor, Poeta, Professor. Luiz Poeta – (Luiz Gilberto de Barros) é Docente de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira e Portuguesa; é carioca, poeta, escritor e muito mais. Irislene Morato – escritora e poeta, Membro Efetivo de diversas Academias nacionais e internacionais e presidente Coordenadora da AJEB–MG, Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil, Autora de 4 livros. Resultado: 1º Lugar: Renata Machado Barreto Braga, de Marataízes, ES, classificada em 1º Lugar no Concurso de Poesia a nível Nacional promovido pela ACLAPTCTC, com um total de mais de 1368 participantes. 2º lugar: Geraldo Trombin. Americana – SP. 3º lugar: Plácido Ferreira do Amaral Júnior, residente a rua Maria do Céu Linhares, 106, Penedo, Caicó/RN. 4º lugar: André Luís Soares. Praia do Morro; Guarapari (ES). 5ºlugar: Adelgício Ribeiro de Paula. Vila Palmares, Franco da Rocha – SP. 6ºlugar: Elizabeth Iacomini. Centro, Ponte Nova MG. 7º lugar: Lúcia Edwiges Narbot Ermetice (Lu Narbot). Campinas – SP. 8º lugar: Brendda dos Santos Neves Gotelip. Santa Inês, Vila Velha – ES. 9º lugar: Wanda Cristina da Cunha e Silva. São Luís – Maranhão. 10º lugar: Valéria Regina Faria Leão. Copacabana- Rio de Janeiro-RJ. Os três primeiros colocados receberam Troféus e os demais medalhas. Todos receberam Diplomas.

Modalidade Prosa. Comissão Julgadora: Stela Oliveira – Psicopedagoga, Doutora em Ciências da Educação pela Universidade Americana; Mestre em Educação Especial pela Universidade Estadual do Ceará. Atuou como Professora do ensino fundamental Especialista em Literatura Luso-brasileira (UFC). Lin Quintino – Mineira de Belo Horizonte, poeta, escritora e graduada em Letras e Psicologia com pós-graduação em Metodologia do Ensino Superior. Participa de academias nacionais e internacionais. Poeta e escritora, Autora dos livros de poemas. Sol Figueiredo – Comendadora Solange da Silva Figueiredo – professora, poeta e ativista cultural. Presidente da Academia de Letras do Brasil Sesc. Campos dos Goytacazes, Acadêmica Imortal na Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes; na Academia de Letras do Brasil/Seccional Suíça, entre outros. Resultado: 1º lugar: Carlos Augusto Souto de Alencar. Campos dos Goytacazes – RJ. 2º lugar: Wanda Cristina da Cunha e Silva. São Luís – Maranhão. 3º lugar: Jacimar Berti Boti. Colatina-ES. 4ºlugar: Geraldo Trombin. Americana – SP. 5º lugar: Adriano Figueiredo Monte Alegre. Pituba. Salvador, Bahia. 6º lugar: Dalva Martins Frahlich. São Gonçalo, RJ. 7º lugar: Edite de Abreu Ferreira Nunes. Governador Valadares / MG. 8º lugar: Jorge Cosendey. Bonsucesso/RJ. 9º lugar: André Luís Soares. Praia do Morro; Guarapari (ES). 10: lugar: Albércio Nunes Vieira Machado. Cidade Continental Serra – ES. Os três primeiros colocados receberam Troféus e os demais medalhas. Todos receberam Diplomas.
Em seguida passou-se a um novo momento de premiação e outorgas com a entrega da Comenda do Mérito Cultural 2021, instituída pelo Conselho de Decanos da ACLAPTCTC e concedida a Personalidades Políticas e da Sociedade Capixaba e Brasileira. Receberam a Comenda: Governador do Estado do Espírito Santo, Renato Casagrande. Prefeito do Município da Serra, Dr. Sérgio Vidigal; Desembargador Pedro Valls Feu Rosa; Vice-Prefeito e Secretário de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer da Serra, Thiago Carreiro; Diretora de Cultura da Serra, Evelyn Bergamim; Ex Vice-Prefeita, Márcia Lamas, autora do Título de Utilidade Pública do antigo CTC, Clube dos Trovadores Capixabas. Ex Vereador João de Deus Corrêa, autor da Lei que cria o Dia do Historiador na Serra ES; Professora Adriana Dutra, maestrina e Acadêmica da ACLAPTCTC, residente na Serra ES; Professora Michele Fonseca Nasr, residente em Cachoeiro de Itapemirim, ES; Acadêmica Rosangela Sousa, de Teresina, no Estado do Piauí. Acadêmico Afonso de Castro Gonçalves, da cidade de Maravilhas, Minas Gerais; Acadêmico e Cantor e compositor Beko Macedo, de Vila Velha, ES; Acadêmico Francisco Cesar Monteiro Gondar, representado neste ato pela Escritora Dalva Frahlich, que recebe também o Diploma da Acadêmica Maria José Negrão; Acadêmico Fredd Mesquita Frahlich; Acadêmico Lenaldo Ferreira da Silva, residente em Guarapari, ES, que na ocasião estava representado pela Acadêmica Cleusa Madureira; Acadêmica Alessandra Nacif Souza, residente em Barcelona, Serra, ES; Acadêmica Ângela Veríssimo, residente em Manguinhos, Serra, ES; Acadêmica Beatricee Karla Lopes, residente na Cidade de São Mateus, ES; Acadêmica Ester Abreu, residente em Vitória, ES; Produtora cultural Fernanda Vieira, residente em Nova Almeida, Serra, ES; Acadêmica Margarida Drumond de Assis, residente em Brasília, Distrito Federal; Acadêmica Maria Delboni, de Belo Horizonte, MG; Acadêmica Soêmia Pimentel Cypreste, de Vitória, ES; Acadêmica Marina Madureira, da Cidade de Boa Vista, Estado de Roraima, representada neste ato pela Acadêmica Cleusa Madureira. Acadêmico Araken dos Santos da Cidade de Magé, no Rio de Janeiro; Acadêmico Carlos Alberto Mesentieri Almeida, da Cidade de Teixeira de Freitas, Bahia.
O Acadêmico Araken dos Santos, da Cidade de Magé, no Rio de Janeiro foi homenageado no evento recebendo o Troféu, Comenda Castro Alves de Literatura 2021.
POSSE ACADÊMICA: Em seguida foi realizada a solenidade de posse Acadêmica. O cantor e compositor, Carlos Bona foi empossado e diplomado como Acadêmico Benemérito da ACLAPTCTC, Cadeira número 08 tendo como Patrono Maurício de Oliveira e sua madrinha foi a sua esposa também Acadêmica, Maria Viola Bona. Mariângela Souza Siqueira, tomou posse como Acadêmica Correspondente, Cadeira 60, tendo como madrinha a Acadêmica, Magnólia Pedrina Sylvestre. Rosângela Sousa tomou posse tendo como padrinho o Acadêmico João Roberto Vasco Gonçalves; Marinalha de Jesus Charmone tomou posse como Correspondente da Cadeira Número 58 tendo como Patrona a Escritora Adélia Prado e sua madrinha foi a Escritora Soêmia Cypreste; O poeta Sérgio Dario Machado tomou posse como Acadêmico Correspondente Cadeira Número 35, tendo como Patrona, a Cantora Ângela Maria e sua madrinha na posse foi a Acadêmica Barbara Peres. A Produtora Cultural e Contadora de histórias, Kika Amorim tomou posse como Correspondente na cadeira 72, tendo como patrono o compositor Marcus Vinícius de Morais e padrinho, Evandro Açu, Produtor Cultural, poeta e professor de capoeira. O Cantor e compositor, Béko Macedo (Cicero de Macedo Pereira) tomou posse na cadeira 69 que tem como patrono o cantor Raul Seixas e teve como madrinha e escritora Soêmia Pimentel Cypreste. A Escritora Maria da Cunha Lima Delboni, de Belo Horizonte, MG, tomou posse na cadeira 64, tendo como patrona, Adalgisa Nery, sendo sua madrinha a Escritora Dalva Frahlich.
Não puderam estar presentes, porém foram declarados empossados como Correspondentes, as seguintes personalidades: Antônio Luiz Alves – Cadeira 57 – Patrono: Florbela Espanca. Reside em Portugal. Beatricee Karla Lopes reside em São Mateus – Cadeira 59 – Patrono: Elsa Cunha. Antônio Seixas, residente no Rio de Janeiro – Cadeira 28 – 2º Ocupante – Patrono: Nelson Lenita Fachinelli; Carlos Augusto Furtado Moreira. Cadeira 61 – Patrono: Antônio Gonçalves Dias; Joseneide Madureira Silva Martins. Cadeira 65 – Patrono: Humberto de Campos. Falta definir data, dia 07 ou 08 ou 09 e indicar nome do Padrinho ou Madrinha; Edmilson Sanches. Cadeira 70 – Patrono: Ferdinand Berredo de Menezes; Balbino Gonçalves de Oliveira, da Cidade de Corumbá. Cadeira 73. Patrono: Manoel de Barros; José Caldas, da Cidade de Vitória, ES. Cadeira 74. Patrono: Graciliano Ramos; Sol Figueiredo, de Campos dos Goytacazes. Cadeira 75. Patrono: Agostinho Rodrigues. Regina Menezes Loureiro, de Vitória, ES, empossada na cadeira 68, que tem como Patrona: Judith Leão Castello Ribeiro.
Neste primeiro dia, o escritor Clério José Borges distribuiu gratuitamente, mediante preenchimento de uma ficha de controle, pouco mais de 50 livros de sua autoria intitulado, “Maracajaguaçu, Braz Lourenço, José de Anchieta, Araribóia. Carapina, serra, Nova Almeida. Presença dos Índios e dos Padres Jesuítas no Espírito Santo” publicado com apoio da Lei Emergencial Aldir Blanc. O escritor Jacimar Berti Boti, residente em Colatina, ES esteve presente na abertura do evento participando de todas as atividades e, promovendo o lançamento de seus livros ” Contos, Crônicas e Causos” “Sonhos e Bênçãos” e “Poesias Ecológicas”, tendo autografado vários livros e realizado a troca de livros com os outros autores presentes.
A Acadêmica Barbara Peres agradeceu pelas homenagens aos acadêmicos de Marataízes Dr. Sérgio Dário, Michelle Fonseca Nasr e ao músico Rodrigo Campos e, em especial a vencedora do concurso da ACLAPTCTC 2021, estudante Renata Machado moradora de Marataízes. A Secretária de Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico de Marataízes, Sara Mezini cedeu um veículo para o transporte da Estudante vencedora em 1º Lugar no Concurso de Poesia, Renata Machado para se deslocar com sua família de Marataízes até a Arena Jacaraípe. Destaque também para o Poeta Adelgício Ribeiro de Paula, que se encontrava presente ao evento, tendo comparecido para receber a sua premiação em 5º Lugar no Concurso de Poesia, sendo ele da Vila Palmares, em Franco da Rocha, no Estado de São Paulo. Geraldo Fernandes, Acadêmico da ACLAPTCTC com vários livros publicados também teve participação ativa no evento.
SHOW MUSICAL: Em seguida Carlos Bona apresentou um show autoral (canções próprias) + universal (sucessos nacionais). O repertório do show foi composto pelas canções: 1) Lêro, lêro (Carlos Bona), 2) Casa Singela ( Clério Borges & Carlos Bona), 3) Imprecisão (Maria Viola & Carlos Bona), 4) Rompendo Barreiras (Cleusa Madureira & Carlos Bona), com participação especial de Cleusa Madureira na magnífica interpretação, 5) Lagoa de Jabaeté (Roberto Vasco & Carlos Bona), 6) Espelho da Vida (Romero Siqueira & Carlos Bona), 7) Descendo o Rio Doce (Max Gasperazzo & Carlos Bona), 8) Na festa de São Benedito (Carlos Bona), 9) Asa Branca (Luiz Gonzaga) com canto e solo instrumental do sanfoneiro e 10) Baião (Luiz Gonzaga), com performance do sanfoneiro e do percussionista. Músicos que acompanharam: Kiko Barbosa (Acordeon) e Paulo Muniz (Percussão). Os participantes do Congressos, confrades e convidados, dançaram e se divertiram durante a apresentação.
O evento no primeiro dia terminou por volta das 22 horas.

DIA 08/10/2021 – SEGUNDO DIA.

14 horas – Abertura do segundo dia do evento com uma Palestra da Escritora de Belo Horizonte, Minas Gerais, Acadêmica Maria Delboni abordando o tema, “A mulher na Literatura: suas lutas e conquistas.” Em seguida Albércio Nunes Vieira Machado ministrou uma Oficina de Trovas, esclarecendo o que é e, como se faz uma Trova. A Acadêmica Dalva Frahlich inaugurou o Varal Poético com Poesias de vários autores. A Escritora Sônia Rojas fez a sua apresentação declamando Poemas, seguida da Escritora do Rio de Janeiro Dalva Frahlich que proferiu uma Palestra com o tema, “A história dos povos indígenas ou afrodescendentes.”
O cantor, poeta e escritor Luciano Máximo apresentou seu Show Musical com clássicos do Samba brasileiro. Em seguida lançamento de livros de Marinalha de Jesus Charmone e Jacimar Berti Boti e Show Poético da Escritora e Poetisa, Valsema Rodrigues da Costa, residente em Vila Velha, ES. A tarde foi encerrada com uma apresentação do Poeta Repentista Pedro Maciel da Silva, o Pedro Ceará que cantou vários repentes de improviso. Houve ainda o lançamento de livro da escritora Maria Stela de Oliveira Gomes.
Em seguida foi anunciado a presença de representantes da Academia Brasileira de Letras e Artes Minimalistas, ABLAM, com sede provisória em Itaocara/RJ, com a apresentação do confrade 02 (patrono Millôr Fernandes), Afonso de Castro Gonçalves, de Maravilhas – MG, que proferiu a leitura-declamação de 11 (onze) poemas metalinguísticos e/ou Intertextuais — de modais livres, além de sonetos, haicais, trovas e micro poéticas, contidas no seu livro inaugural “Estrelas no Quarador”, edição independente, 2015. Afonso recebeu a Comenda Castro Alves, dia 08/10, às 18 horas.
Às 18h10m foi iniciada a solenidade do Segundo dia com a Composição da Mesa e o canto do Hino Nacional Brasileiro, tendo como Mestre de Cerimônias a Dra. Margareth Gonçalves Pederzini, também Presidente da Academia de Letras Jurídicas do estado do Espírito Santo. Para a mesa que presidiu os trabalhos foi convidado o Vereador de Vila Velha, Joel Rangel; a Acadêmica Maria Cândida Vasco Gonçalves e a Dra. Magnólia Pedrina Sylvestre representando a Academia de Letras Jurídicas do Estado do Espírito Santo. Também na mesa, Clério José Borges e Roberto Vasco. Ao fazer uso da palavra o Acadêmico Joel Rangel solicitou as escritoras Valsema Rodrigues da Costa e Cleusa Lourdes Madureira Vidal que fizesse a entrega ao Presidente da ACLAPTCTC, de uma Moção de Aplauso de sua autoria, aprovada por unanimidade na Câmara Municipal de Vila Velha pela realização do XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. Em seguida o Sócio Benemérito, Dr. Joel Rangel, iniciou uma palestra com o tema, “Francisco de Assis, padroeiro dos poetas Trovadores contemporâneos” enaltecendo a figura de Giovanni di Pietro di Bernardone, mais conhecido como São Francisco de Assis, que foi um frade católico nascido na atual Itália, fundador da Ordem dos Franciscanos e, que é considerado o Padroeiro dos Poetas Trovadores. Francisco no dia 16 de julho de 1228 foi canonizado pelo Papa Gregório IX, se tornando o padroeiro dos animais, pela sua admiração e relação estreita com a natureza. Também foi elevado a padroeiro principal da Itália, em 1939 por Pio XII. O dia 04 de outubro é o dia de São Francisco de Assis e também o Dia Municipal da Trova nas cidades de Vitória e Serra, no Espírito Santo.
A escritora Edite de Abreu Ferreira Nunes, da cidade de Governador Valadares, MG recebeu a Comenda Castro Alves de Literatura- 2021, bem como certificado para o 7° lugar no Concurso de Prosa com o texto “Fluidez” sendo classificada também em haicai. Edite contribuiu com cinco poesias no varal instalado no local do evento. A escritora Felícia Scabello da Academia Castelense de Letras da Cidade de Castelo, ES, declamou Poesias e, em seguida houve uma apresentação do Stúdio de Dança, Rosaira Conrado. Às 19:00, a Acadêmica Maria Cândida Vasco Gonçalves, acadêmica cadeira 6 da ACLAPTCTC, que tem como Patrono, São José de Anchieta, declamou a poesia de sua autoria sobre Vila Velha, enaltecendo a cidade e exprimindo o seu encanto por Vila Velha, onde vive há 60 anos. A seguir falou sobre seus 3 livros e uma antologia: “Historinhas da Vovó”, “Doces lembranças”, “Resgate cultural” e participação numa antologia com 3 contos infantis.
POSSE ACADÊMICA: Em seguida foi realizada a solenidade de posse Acadêmica. O Escritor Luciano Máximo Ferreira, residente na cidade de Linhares, ES e o Sócio Benemérito Joel Rangel, residente em Vila Velha foram empossados e tiveram como madrinha a Escritora Valsema Rodrigues da Costa. Já as Medalhas Acadêmicas foram entregues respectivamente por Rita de Cássia, a Kaká Ramos e Cleusa Madureira. Joel Rangel tomou posse como Acadêmico Sócio Benemérito, titular da Cadeira número 04, tendo como Patrono Paulo Negreiros e o Escritor Luciano tomou posse como Correspondente titular da Cadeira número 63, tendo como Patrono, Lastênio Calmon Junior. Na mesma ocasião tomou posse a professora Alessandra Nacif Souza, como Acadêmica Correspondente Cadeira número 56 tendo como Patrono o saudoso Acadêmico, Paulo Roberto Walter de Negreiros tendo como padrinho o seu esposo, sendo a Medalha Acadêmica entregue pelo poeta Teodorico Boamorte. Na mesma oportunidade, o escritor Jacimar Berti Boti, de Colatina, ES, recebeu o troféu de terceiro lugar do Concurso Literário de Prosa e comenda Castro Alves de Literatura 2021.
Neste segundo dia, o escritor Clério José Borges distribuiu gratuitamente, mediante preenchimento de uma ficha de controle, pouco mais de 50 livros de sua autoria intitulado, “Maracajaguaçu, Braz Lourenço, José de Anchieta, Araribóia. Carapina, Serra, Nova Almeida. Presença dos Índios e dos Padres Jesuítas no Espírito Santo” publicado com apoio da Lei Emergencial Aldir Blanc. Maracajaguaçu (Gato Grande), chefe da Nação dos Índios Temiminós veio da Ilha de Paranapuã, na baía de Guanabara no Rio de Janeiro e aqui com o padre Braz Lourenço a 08 de dezembro de 1556 fundou a Aldeia Indígena de Nossa Senhora da Conceição que dá origem a atual Cidade da Serra. José de Anchieta o apóstolo e Santo do Brasil realizou na Aldeia de São João Batista de Carapina, um milagre quando fez falar, o menino Estevão Machado que era mudo. Araribóia era filho de Maracajaguaçu e fundou a Aldeia de São João batista em Carapina (Serra, ES) e depois retornou ao Rio de Janeiro onde nascera sendo um dos heróis na Guerra contra os Tamoios e Franceses recebendo como recompensa uma porção de terras, fundando a Aldeia Indígena de São Lourenço que deu origem a atual cidade de Niterói no Rio de Janeiro.
SHOW MUSICAL: Seguiu-se o show denominado de “Canção para a Vida” do cantor, poeta, compositor e artista brincante da cultura popular, Teodorico Boamorte, que apresentou em seu repertório regionalíssimo, uma riqueza de músicas de sua própria autoria, que expressam, valores fundamentais a vida, que retrata desde a realidade dos fatos, mesclada de homenagens diversas ao romantismo e a natureza. Acompanhado da percussionista Marília Edaniane (que é artista plásticas e brincante da cultura popular e que confecciona seus próprios instrumentos com elementos simbólicos) e também com os músicos convidados especiais como o ator, Eliezer de Almeida (voz) e Nilson Alvarenga (violão). O público presente foi convidado a participar, interagindo com refrões, palmas e danças, como de costume em suas apresentações. O cantor Teodorico terminou com o a apresentação do Congo capixaba, como uma forma de vivenciar e difundir a Cultura Popular. Teodorico Boamorte foi uma das atrações que abrilhantou o evento, animando e sensibilizando com sua arte a todos os presentes, que por sinal foi um público super receptivo. O evento no segundo dia terminou por volta das 22 horas.

XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.  Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.

DIA 09/10/2021 – TERCEIRO DIA – SÁBADO.

No terceiro dia, sábado, 09 de outubro de 2021, o XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores foi iniciado mais cedo, as 09 horas da manhã com um City Tour, passeio turístico. Jacaraípe é o maior e mais estruturado balneário da Serra. São praticados diversos esportes náuticos, como surfe, bodyboard, windsurf e kaitsurf. Possui uma bela praça denominada “Encontro das Águas”, onde se observa o encontro do Rio Jacaraípe com o mar. Em seu píer estão pitorescas embarcações dos pescadores artesanais da região. Em Jacaraípe encontramos ainda a Vila das Artes, a Arena Jacaraípe, o Monumento a Yemanjá e a Casa de Pedra. A saída foi da rua lateral a Arena Jacaraípe e, visitou-se inicialmente a Praça Encontro das Águas que mostra a foz do rio Jacaraípe, quando as águas doces do rio se encontram com as águas salgadas do mar. Foi feita uma visita com fotos ao Monumento a Yemanjá e a ponte estaiada, tipo de ponte suspensa por cabos constituída de mastros, de onde partem cabos de sustentação para os tabuleiros da ponte, seguindo-se para Nova Almeida no extremo norte do Município da Serra onde visitou-se inicialmente a ponte velha de madeira e em seguida o mirante e, a secular Igreja dos Reis Magos, onde o Poeta Teodorico Boa Morte foi o anfitrião relatando sobre a história da Igreja com mais de 400 anos de história.
IGREJA SECULAR DOS REIS MAGOS: A ponte de madeira localizada em Nova Almeida foi construída em 1932, ligando os Municípios de Serra (Nova Almeida) e Fundão (Joaripe – Praia Grande). O Trovador Rogério Marques fez questão de gravar na ponte de madeira de Nova Almeida, a seguinte Trovas: City Tour pela cidade, / os poetas a festejar. / Imensa felicidade / e vontade de trovar.
A Igreja dos Reis Magos está situada numa colina de 40 metros de altura e num local onde existiu um núcleo de catequese indígena, realizado pelos padres jesuítas, no ano de 1557. Foi inaugurada em 1580 com a ajuda dos índios tupiniquins. O nome original da aldeia também era Reis Magos, contudo, o nome atual da localidade é Nova Almeida. O conjunto compõe-se da igreja e da residência anexa. A fachada principal da igreja apresenta frontão simples. A porta principal apresenta ombreira de pedra trabalhada na parte superior. Os vãos das janelas apresentam ombreiras retangulares, possuindo as janelas formas almofadadas. A torre situa-se entre a igreja e a residência, sendo encimada por uma cúpula, e circundada por quatro coruchéis (pináculos). Na parte interna, o altar-mor apresenta um retábulo com quatro colunas em estilo salomônico, ladeando uma pintura dos Reis Magos, do frei pintor Belchior Paulo. O quadro é considerando uma das primeiras pinturas a óleo o Brasil, já que a pintura jesuítica, no Brasil, se inicia em 1587, com a chegada do frei Belchior Paulo. A residência possui dois andares e apresenta fachadas simples e janelas retangulares, sendo as ombreiras das portas trabalhadas em pedra. Acima da porta principal, há um emblema de uma coroa ladeada por dois ramos de planta. Seu interior apresenta um claustro com pilastras em alvenaria e vigamanto de madeira. A sacristia, situada no andar inferior, possui piso em alvenaria. Nela também está localizada a pia batismal. O segundo andar da residência possui uma varanda em madeiramento, que circunda todo o pátio interno (claustro). O nome original da aldeia também era Reis Magos e Santo Inácio Mártir, a invocação religiosa, contudo, o nome atual da localidade é Nova Almeida, denominação usada para evitar a confusão com a Vila de Almeida em Portugal. Em 1759, após a expulsão dos jesuítas, a igreja foi utilizada para fins religiosos, conforme apontamentos feitos pelo vigário padre José Correia Azevedo, e o restante do conjunto como Casa de Câmara e Cadeia.
CASA DE PEDRA DE JACARAÍPE: Em seguida houve o retorno para Jacaraípe fazendo-se uma rápida visita a Casa de Pedra do Artista Neusso e a Vila das Artes. A construção da Casa de Pedras pelo Artista Neusso começou, em 1990. Atualmente é um misto de galeria de arte e residência do artista, que ali tem sua oficina de trabalho. Tanto no projeto como na construção Neusso trabalhou sozinho, edificando pedra sobre pedra, a sua obra que levou aproximadamente, dois anos para ser concluída. Para isso ele usou rochas recolhidas dos arrecifes na praia, as chamadas pedras de Coral, numa época em que não havia proibição ecológica quanto ao uso das referidas pedras. Na construção associou ainda, madeira rústica que utilizou para fazer o telhado e os poucos cômodos da casa, que durante muito tempo teve como piso a própria areia do mar. O piso nos dias atuais é uma obra de arte artisticamente trabalhada em um harmonioso mosaico feito com sobras de azulejo. Neusso Ribeiro Farias nasceu em Mucurici, extremo norte do Espírito Santo, em 02 de julho de 1958, herdou do pai o dom de trabalhar na madeira e o conhecimento das essências florestais tão variadas na Mata Atlântica. A Sra. Vera, que possui uma Galeria de Arte nas proximidades da Casa de Pedra recebeu os visitantes em nome do Artista Neusso que se encontrava em viagem a um parente doente.
LANÇAMENTOS E PALESTRAS: Horário de 14 horas – Abertura do Terceiro dia do evento. Os Escritores Rita de Cássia Santos Menezes, Madalena Cordeiro, Irineu Cruzeiro, Lúcia Mattos, Adriana Gusmão Antunes, Edson Celestino Ferreira e Denise Félix lançaram livros de suas autorias. Maria Fausta Sant Ana de Azevedo participou do evento no dia 09/10, com o lançamento do meu livro ” Ian, cadê o sorriso?”, tendo recebido a Comenda Castro Alves. Advanir Rosa no sábado, 09/10 fez a leitura de poema de sua autoria denominado “Queimadas” e lançou o livro infantil “A Mudança.” As 14h30m, o Espaço foi destinado ao Acadêmico Albércio Nunes Vieira Machado que proferiu palestra sobre Trovas em uma Oficina de Trovas. Albércio esclareceu que a Trova é uma composição poética de quatro versos, uma poesia de uma só estrofe, com versos de sete sílabas poéticas, com rima e sentido completo. Recitou Trovas de sua autoria e de vários Trovadores Capixabas. Em seguida a Escritora Edite de Abreu Ferreira Nunes, de Governador Valadares, MG se apresentou com o canto “A viagem “, com objetivo de saudar a todos os presentes e depois recitou o poema “Incoerência” e também uma trova.

As 15h30m, o momento foi destinado a Academia de Letras Jurídicas do Estado do Espírito Santo ocasião em que a Presidente, Dra. Margareth Gonçalves Pederzini falou sobre “Pensão Alimentícia, aspectos relevantes sobre o tema.” A Acadêmica Magnólia Pedrina Sylvestre fez a leitura de Poesias. Presença do Presidente da Academia Cariaciquense de Letras, Marcos Bubach que usou o microfone para falar de suas produções e das atividades da Academia Cariaciquense de Letras, fazendo o lançamento de seus livros, Pavoresia, apresentando outras produções. O Presidente da Academia Brasileira de Letras e Artes Minimalistas, ABLAM, Rogério Marques Sequeira Costa falou durante cinco minutos sobre a vanguarda do movimento literário do futuro, destacando  Poesia minimalista, ou seja aquelas poesias curtas, pequenas, como a Trova, o Haicai, o Poetrix, a Aldravia, etc… 

MESA REDONDA: Por volta das 16 horas, com organização do Acadêmico João Roberto Vasco Gonçalves foi iniciada uma Mesa Redonda com a participação dos Escritores, Horacio Xavier, Presidente da Academia de Letras de Vila Velha; Marcos Bubach, presidente da Academia de Letras e Artes de Cariacica; Acadêmica Rosângela Sousa, Tesoureira da Academia de Letras da Cidade de Teresina no Piauí; Escritora Sônia Rosseto e Acadêmica Cleusa Madureira, ocasião em que foi debatido o tema, “a Academia como uma entidade disseminadora da cultura” tendo cada participante contado suas experiências.
O tema da referida Mesa Redonda é baseado na tese de Secretário Geral da ACLAPTCTC, Roberto Vasco sobre as academias como entidades disseminadoras da cultura, onde a proposta maior é tirar a cultura e o conhecimento dos salões acadêmicos e ir oferecer ao povo, nas escolas, centros comunitários, casernas, teatros, etc. E para esse trabalho, as academias devem desenvolver um trabalho que venha a estimular a participação do corpo acadêmico, de uma equipe, trocando a competição pela cooperação, desenvolvendo a capacidade de falar em público, criar e desenvolver temas de interesse da comunidade, declamar em Saraus, atuar em teatro e todos os instrumentos pedagógicos necessários. Para que isso aconteça, é necessário que cada acadêmico compreenda o que é ser plenamente acadêmico e a importância do seu papel dentro e fora da academia, sabendo que o Status e o Glamour são secundários ante a responsabilidade que a ele cabe nesse processo.
Ainda no dia 9/10, lançamento da Antologia: “Estátuas de Bronze, Homenagem Literária II”, organização de Gisele Lemos, com a participação de vários poetas do Rio de Janeiro e outros estados da Federação. Também lançamento da Antologia “Se Tens um Dom, Seja! “, organizada por Bruno Black, jovem ativista cultural da periferia do Rio. Relançamento dos livros solos “Alquimizar” e “Alquimizamba” da professora Lúcia Mattos, acadêmica correspondente, comendadora, primeira Secretaria do Núcleo Cultural da ACLAPTCTC no Rio de Janeiro. Às 18:30, Lúcia Mattos assumiu a coordenação da mesa, por solicitação do Sr Presidente Clério Borges, fazendo a apresentação de uma palestra “A poética de Vinícius de Moraes” que contou com a brilhante leitura das professoras: Adircilene Batista, Rosângela Sousa, Adriana Dutra e Maria Helena. Lúcia terminou sua palestra com a música que consagrou Vinícius de Moraes no mundo inteiro. “Garota de Ipanema” acompanhada pela plateia. Também, foi possível Lúcia Mattos ofertar meu livro Alquimizar ao Sr. Thiago, Vice-prefeito da Serra. Em seguida foram convidados Adriana Gusmão Antunes e o Escritor Edilson celestino Ferreira para falarem sobre o lançamento de seus livros. O Escritor Edilson abordou o tema, “Limites Serra e Vitória, verdades e magias?” A Escritora Denise Felix, de Itabira, MG, falou do tema, “trovejando amor. A importância da Trova na Educação Infantil.”
SOLENIDADE PRESTIGIADA PELO VICE PREFEITO: Por volta de 18h30m foi iniciada a Solenidade a abertura do terceiro dia do evento com a presença do Vice-Prefeito da Serra e Secretário Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, Thiago Carreiro ocasião em que foi cantado o Hino da Serra. Houve lançamento e relançamento de livros e uma Serenata dos Trovadores, do Grupo Cultural de Serenata de Guarapari, na Praça em frente ao Hall de Entrada. O Acadêmico da Academia Minimalista de Letras, Afonso de Castro Gonçalves recebeu a Medalha e Diploma do Mérito Cultural por volta das 19h30m. O Acadêmico Romero César de Almeida Siqueira, representando o Acadêmico, Carlos Augusto Souto de Alencar, residente em Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro recebeu o certificado e troféu de 1º lugar no Concurso de Prosa e recebeu ainda o certificado e troféu de 2º lugar no concurso de HAICAI. Romero ainda representou Solange da Silva Figueiredo, conhecida como Sol Figueiredo e recebeu o certificado de Personalidade Cultural 2021 e julgadora do Concurso de 2021 na modalidade Prosa, recebendo ainda a comenda Castro Alves de literatura 2021. Em seguida houve uma apresentação do Stúdio de Dança, Rosaira Conrado.
Em seu discurso perante os participantes do XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores, o Vice-Prefeito da Serra e Secretário Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, Thiago Carreiro fez uma saudação especial a todos os presentes enaltecendo o trabalho da Academia na organização do evento e informando que a Serra está e estará sempre de portas abertas para eventos culturais como o XVIII Congresso de Poetas Trovadores. Na ocasião o Presidente da ACLAPTCTC passou às mãos do Vice-Prefeito e Secretário a Comenda do Mérito Cultural 2021, (Medalha e Diploma), instituída pelo Conselho de Decanos da ACLAPTCTC e concedida a Personalidades Políticas e da Sociedade Capixaba e Brasileira. Na mesma oportunidade passou ainda para o Senhor Thiago carreiro a Comenda do Mérito Cultural 2021, (Medalha e Diploma) do Senhor Prefeito do Município da Serra, Dr. Sérgio Vidigal e da Diretora de Cultura da Serra, Evelyn Bergamim, para que fossem entregues aos mesmos.
POSSE ACADÊMICA: Em seguida ocorreu a Solenidade de Posse Acadêmica tendo tomado posse os seguintes Poetas e Escritores: Irineu Cruzeiro, Acadêmico Correspondente titular da Cadeira número 66, tendo como patrono Muniz Freire, sendo sua madrinha a Acadêmica Berenice de Albuquerque Tavares; O Produtor Cultural e professor Rogério de Morais Martins tomou posse como Correspondente na Cadeira de número 67, tendo como Patrono o ator Milson Henriques, sendo a sua madrinha a professora de Música, Adriana Dutra Amaral; A Poeta Patrícia Pereira de Lima Martins, tomou posse na Cadeira número 71, tendo como Patrona Carolina Maria de Jesus e sua madrinha foi a Acadêmica Magnólia Pedrina Sylvestre; Maria Suzi Costa Nunes tomou posse como Correspondente Cadeira número 25, como segunda ocupante, tendo como Patrono, Luiz Fernando Tatagiba e como madrinha a Acadêmica Margarida Drumond de Assis; Gilson Gomes Filho tendo como padrinho o amigo, François Marques; Eliana de Almeida Siqueira da Silva, como Correspondente na Cadeira de número 02, ocupada anteriormente por Agostinho Rodrigues e teve como madrinha a Acadêmica Zenaide Emília Thomes Borges; Como Titular 2º Ocupante, tomou posse o Poeta Romero Cesar de Almeida Siqueira, residente em Jacaraípe, na Cadeira 27, tendo como patrono Antônio Coelho Sampaio, o padrinho foi o Escritor Fred Mesquita Frahlich, do Rio de Janeiro.
O músico Estevão Medeiros tomou posse como Acadêmico Infanto Juvenil da ACLAPTCTC, tendo como madrinha a Acadêmica Adriana Dutra Amaral. O Acadêmico Romero Siqueira, representando a Acadêmica Solange da Silva Figueiredo, conhecida como Sol Figueiredo, de Campos dos Goytacazes, RJ, recebeu em nome dela o Certificado e a medalha de posse acadêmica na ACLAPTCTC, como Correspondente cadeira 75, que tem como patrono o Trovador Agostinho Rodrigues. Na mesma ocasião Romero Cesar de Almeida Siqueira entregou ao Presidente da ACLAPCTC, Clério José Borges o Diploma, Medalha, o Pin veste talar da Pelerine empossando Clério como Acadêmico Correspondente da Academia de Letras o Brasil Seccional de Campos dos Goytacazes, RJ, entidade Presidida por Solange da Silva Figueiredo, Sol Figueiredo.
Neste terceiro dia, o escritor Clério José Borges distribuiu gratuitamente, mediante preenchimento de uma ficha de controle, pouco mais de 50 livros de sua autoria intitulado, “Maracajaguaçu, Braz Lourenço, José de Anchieta, Araribóia. Carapina, Serra, Nova Almeida. Presença dos Índios e dos Padres Jesuítas no Espírito Santo” publicado com apoio da Lei Emergencial Aldir Blanc.
SERENATA DOS TROVADORES: Por volta das 20h00m foi iniciada na Praça em frente a Arena Jacaraípe, a Serenata dos Trovadores com o Grupo Associação Amigos da Seresta de Guarapari. Várias músicas foram cantadas pelo Grupo musical coordenado pelo Acadêmico, Sérgio Dário Machado. Como se tratava de um evento ao ar livre e em Praça Pública, a chuva, não prevista no horário fez com que a apresentação musical fosse encerrada mais cedo do que o previsto.
Ainda no sábado teve breve apresentação e gravação de vídeo do cantor e compositor Beko Macedo e do Poeta Repentista Pedro Ceará na área externa
SHOW MUSICAL: Às 20h30m foi iniciado o Show Musical “Contos de Queimado” sob a regência da Maestrina Adriana Dutra e de Renan Batista. A Apresentação Musical foi iniciada com uma apresentação solo de Estevão Medeiros Pianista, com a Música: Troika, de autoria de Tchaikovsky. Em seguida ocorreu a apresentação do Coral Renov’Art, com um grupo de 23 coristas. Participantes – Violão: Miro Amaral. Produção de percussão: Thomas Vander Teclado: Adriana Dutra e Andrey Amaral. Mestre de Cerimonia: Renan Batista. Regente: Adriana Dutra. Coristas: Alunos das EEEFM Zumbi dos Palmares, Setor Oceania, bairro de Cidade Continental, Serra, ES e EEEFM Antônio José Peixoto Miguel, de Nova Almeida. “Contos de Queimado” é uma pesquisa de relatos coletados por historiadores, escritores e compositores Serranos. Um projeto aprovado pelo a Lei Aldir Blanc, e tem o apoio do Conselho de Cultura de Serra, Fundo Municipal de Cultura Paulo Negreiro, Secretaria de Cultura e Turismo e Prefeitura de Serra. Foram apresentadas as seguintes composições: 1. Jongos de Queimado, com letra do escritor Roberto Vasco e arranjos de Adriana Dutra. 2- Dandara, com letra de Teodorico Boa Morte e Arranjo de Adriana Dutra. 3- Mistérios de Queimado, com composição de Irineu Cruzeiro e Mizinho do Samba e Arranjo de Adriana Dutra. 4- A luta pela liberdade, composição de Adriana Dutra e composição instrumental de Miro Amaral e Thomas Vander. 5 – Maracangalha – Composição de Dorival Caymi – Arranjo: Edu Morelembaun – Adriana Dutra. 6 – Berimbau – Composição: Baden Powell e Vinicius de Moraes – Arranjo: Edu Morelembaun – Adriana Dutra. 7 – Asa Branca / Xodó – Composição: Luiz Gonzaga e Dominguinhos – Arranjo: Adriana Dutra. 8 – Hades – Saga final de Cavaleiros do Zodíaco – Arranjo Adriana Dutra. 9 – Deixa a vida me levar – Zeca Pagodinho.

DIA 10/10/2021. QUARTO E ÚLTIMO DIA. DOMINGO.

O quarto e último dia do XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores foi iniciado as 09 horas da manhã com uma Celebração em Trovas, na Igreja de São Francisco de Assis, na rua Caramuru, Jacaraípe, Serra, ES, Paróquia São Pedro de Jacaraípe, Arquidiocese de Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo. A Celebração foi presidida pelo Diácono José Reinaldo e foi iniciado com a declamação de um poema de abertura de autoria do Trovador Antônio Augusto de Assis feita pelo Presidente da Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, Clério José Borges. Ao final dos Trovadores leram e declamaram Trovas e Poesias de cunho religioso. O destaque foi para a Trova de Barreto Coutinho: “Eu vi minha mãe rezando / aos pés da Virgem Maria / era uma Santa escutando / o que outra santa dizia.”
Após a Celebração todos voltaram para a Arena Jacaraípe onde houve uma apresentação especial da Banda de Congo Mirim de Jacaraípe. O Congo de Jacaraípe é composto crianças, sendo a maioria filhos de pescadores da comunidade. O grupo está em atividade há muitos anos, tendo um registro de sua participação no Encontro Estadual de Bandas de Congo em 1955. Em seguida foi iniciada a solenidade do último dia sendo convidado para compor a mesa o Jornalista, Paulo Roberto Carneiro, editor do Jornal “O Porrete” que foi homenageado com a Comenda Cultural de Personalidade Cultural 2021. No ato, Paulo Carneiro representou oficialmente um dos principais homenageados do Congresso, o Desembargador Pedro Valls Feu Rosa, que recebeu a Comenda do Mérito Cultural 2021. A professora Adriana Dutra Gusmão Antunes, residente em São Mateus, no Norte do Estado proferiu uma palestra com o tema: “O uso da poesia no contexto escolar.” Após a palestra elogiada pelos presentes, foi apresentada a Acadêmica Infanto Juvenil, Christal Fraga Borges a qual declamou Trovas de sua autoria publicadas no Livro “Antologia de Poetas e Escritores Brasileiros”, publicado pela ACLAPTCTC no ano passado de 2020.

XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.  Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.

PRÓXIMOS CONGRESSOS. Em seguida foi organizado a Escolha da próxima cidade que sediará o próximo que será o XIX Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. O secretário Geral informou que tinham sido inscritas cinco cidades: 1- Colatina, no norte do Estado às margens do Rio Doce e servida pela via férrea Vitória a Minas, inscrita pelo Acadêmico Jacimar Berti Boti, com previsão de realização em Março de 2022; 2- A cidade de Castelo, inscrita através de Ofício do Presidente da Academia Castelense de Letras, Acadêmico Eurico Travaglia; 3- A cidade de Linhares também no norte do estado às margens do Rio Doce e servida pela Rodovia Federal BR 101 e inscrita pelo Acadêmico Luciano Máximo. 4- A cidade da Serra, mesmo município deste evento de Jacaraípe e inscrita no dia anterior pelo secretário Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer e Vice-Prefeito Thiago Carreiro e 5- Vila Velha, na Grande Vitória, inscrita pela Acadêmica Cleusa Madureira com o apoio do Vereador e Acadêmico Benemérito Joel Rangel.
Em seguida a Acadêmica Infanto Juvenil Christal Fraga Borges recolheu os votos e uma Comissão, composta das Acadêmicas Andréia da Silva Fraga e Zenaide Borges informou o resultado final, ficando em 1º Lugar, Colatina com 17 votos. Em 2º Lugar, Vila Velha com 10 votos. Em 3º Lugar foi classificada Linhares com 03 votos. Em 4º Lugar, Serra com 02 votos, sendo que a cidade de Castelo não obteve nenhum voto. Ao final decidiu-se que o XIX Congresso será realizado em Colatina em março de 2022 e, o XX Congresso será realizado em Vila Velha em outubro em homenagem a São Francisco de Assis, padroeiro dos Trovadores Contemporâneos.
Finalizado a Escritora Professora Universitária Maria Helena Campos Pereira em nome de uma Comissão Especial organizada no primeiro dia do evento e composta dela mesma e das Acadêmicas Rosangela Sousa e Maria Delboni apresentou a Carta de Jacaraípe que após lida, foi aprovada por todos os presentes.

XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.  Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.

CONFRATERNIZAÇÃO E AGRADECIMENTOS: O Presidente da ACLAPTCTC em seguida usou a palavra para agradecer a presença de todos e deu por encerrado o XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores, convidando a todos para uma Confraternização com um almoço especial (Churrasco) sob a organização do Acadêmico Clérigthom Thomes Borges, no Restaurante da Pousada Hotel Minas Jacaraípe, ocasião em que durante a confraternização a Acadêmica Magnólia Pedrina Sylvestre da ACLAPTCTC organizou uma brincadeira tendo sido escolhido como Rei (Muso) do XVIII Congresso, o trovador Roberto Vasco, de Vitória, ES e, como Rainha (Musa) a Trovadora, Maria Helena Campos Pereira, de Governador Valadares, MG. Segundo Magnólia no próximo Congresso o XIX, em Colatina em Março de 2022 será providenciado uma Faixa para os dois e ao final do evento novos Rei (Muso) e Rainha (Musa) serão escolhidos regulamentando-se as escolhas de forma oficial como uma brincadeira na confraternização final. O evento foi encerrado às 15 horas com os participantes retornando as suas cidades de origem.
Agradecemos a todos que tornaram possível o sucesso do XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores promovido pela ACLAPTCTC. O evento do XVIII Congresso teve o patrocínio da Prefeitura Municipal da Serra, Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, Conselho Municipal de Cultura, Fundo Municipal de Cultura Paulo Negreiros, Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal e Lei Aldir Blanc.

RELATÓRIO ENCERRADO

OBSERVAÇÃO: No presente Relatório denominamos de Poeta tanto homens como as Mulheres. Aprendemos, desde os primeiros anos escolares, que o feminino da palavra poeta é poetisa. Contudo, nos últimos anos, uma nova discussão tem rondado e o termo poetisa passou a ser contestado por ter sido atribuído a ele um significado pejorativo, cuja carga semântica denotava certa diminuição, inferiorização da literatura produzida pelas mulheres, que durante muito tempo permaneceram à margem de um padrão que priorizava o ponto de vista masculino em qualquer tipo de produção intelectual. Sendo assim grande maioria das escritoras apropriaram-se do termo POETA para intitularem-se, compartilhando com os homens a designação desse ofício.
Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.
(Fragmento do poema “Motivo”, de Cecília Meireles)

XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.  Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.

CARTA DE JACARAÍPE

DOC. Nº: 10/10/2021

Nós, Congressistas de várias Academias, Associações e Entidades Culturais Brasileiras e Acadêmicos, membros da ACLAPTCTC reunidos por ocasião do XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores, realizado em JACARAÍPE – ES, na Arena de Jacaraípe, no dia 10 de outubro de 2021, sob a coordenação do Presidente da ACLAPTCTC, Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, o Escritor e Trovador Clério José Borges de Sant Anna, resolvemos em Comissão Especial elaborar a presente Carta, que discutida e lida em plenário do Congresso foi aprovada por Unanimidade, solicitando às autoridades competentes que possam nos apoiar quanto aos seguintes itens:

  1. Que seja retirada a arrecadação tributária que ora incide sobre a renda obtida pelos participantes dos projetos culturais, que por ventura sejam contemplados, em especial a Lei Aldir Blanc.
  2. Aquisição dos livros de autoria de escritores que fazem parte de Academias, para serem distribuídos às bibliotecas das escolas e ou de municípios.
  3. Que sejam elaboradas normativas para as escolas com o objetivo de incentivo à poesia em seus vários gêneros: soneto, cordel, indriso, haicai, aldravia, poetrix e trovas.
  4. Que haja incentivo para a realização de oficinas poéticas de escrita criativa nas escolas e outras instituições públicas, como parte dos encontros ordinários da ACLAPTCTC, semestral e ou anualmente, notadamente junto aos idosos, crianças e adolescentes, em locais e metodologia previamente selecionados.
  5. Que se propiciem momentos para construir e reconstruir artes, com encontros semestrais/presenciais para os acadêmicos promoverem a integração das diferentes artes: Plásticas, cênicas, musicais e quesitos de escrita, literatura, pintura, desenho, artes manufaturadas dentre outras.
  6. Inserir no currículo escolar o ensino da trova e poesia no Ensino Fundamental I e II tanto nos âmbitos municipais quanto estaduais e principalmente nas escolas de formação de Ensino Médio e Faculdades de Letras e Pedagogia.
  7. Implantar e ou implementar o concurso de poesias e trovas nas escolas.
  8. Promover maior interação entre os representantes de gestores municipais, estaduais e federal para apoio aos artistas, tais como, transporte, hospedagem, publicações, alimentação, dentro ou fora do país, quando em eventos culturais, notadamente em trabalhos educativos.
  9. Regulamentar a profissão do Escritor e de Poeta Trovador.

Jacaraípe – ES, 10 de outubro de 2021.

Presentes no ato de discussão e elaboração e aprovação da carta: Clério Jose Borges de Sant Anna, Presidente da ACLAPTCTC, Carapina, Serra, ES. João Roberto Vasco Gonçalves, Secretário Geral ACLAPTCTC, Vitória, ES. Zenaide Emília Thomes Borges, Carapina, Serra, ES. Lucia Maria Matos de Oliveira, RJ. Dalva Frahlich, RJ. Fred Frahlich, RJ. Felícia Scabello, Castelo, ES. Romero Cesar de Almeida Siqueira, Serra, ES. Mariângela Souza Siqueira, Serra, ES. Samuel Trindade, Representante da Comunidade; Margarida Drumond de Assis, Brasília, DF; Magnólia Pedrina Silvestre, ES; Araken dos Santos, de Magé, RJ. Irislene Castelo Branco Morato, BH, MG. Teodorico Boa Morte, Nova Almeida, Serra, ES. Cleusa Madureira Vidal, ES. Suzi Nunes, Serra, ES. Paulo Fernandes, Andrea Rocha Silveira, Maria Fausta Sant Ana, Rita de Cássia Menezes, Irineu Cruzeiro, Rogério de Andrade Felix; Rogério Marques Sequeira Costa, Itaocara/RJ; Afonso de Castro Gonçalves, Maravilhas/MG; Cléo Felix, Warley dos Santos, Heliane Carneiro, Izilda dos Santos, Juan Cabalheiro, Gilson Gomes Junior, Françoais Marques de Lima, Lorrayny Matos Magalhães, Maria Stela de Oliveira, Gov. Valadares, MG; Marisa do Espírito Santo; Beatriz Gomes; Denise de Andrade Felix, da Cidade de Itabira, MG; Jesus de Assis Drumond; Adriano Drumond, Vitória, ES; Conceição Cordeiro dos Santos, Piúma, ES. Madalena Alves Cordeiro. Felícia Scabello da cidade de Castelo, ES. Edilson Celestino Ferreira; Maria Elizabeth Peixoto Vargas; Geraldo Fernandes, Vitória, ES; Clérigthom Thomes Borges; Andréia da Silva Fraga, Serra ES; Marinalha de Jesus Chamone, ES; Christal Fraga Borges, Serra, ES; Zenaide Emília Thomes Borges; Albércio Nunes Vieira Machado, Serra, ES e outros Escritores, Artistas, Poetas Trovadores que assinaram o Livro de Presença do Evento.

Comissão de Elaboração da Carta de Jacaraípe: Maria Helena Campos Pereira, da ACLAPTCTC, Correspondente Fundadora da Cidade de Governador Valadares, MG. Maria da Cunha Lima Delboni, da ACLAPTCTC, correspondente fundadora da Cidade de Belo Horizonte, MG e Rosângela Maria Sobrinho Sousa, Acadêmica da ACLAPTCTC Correspondente da Cidade de Teresina, no Estado do Piauí.

Assinaturas do Presidente e do Secretário geral da ACLAPTCTC
Assinaturas do Presidente e do Secretário geral da ACLAPTCTC

SAUDAÇÃO – Poesia de Rosângela Sousa, de Teresina, Piauí

Rosangela Sousa de Teresina, Piauí
Rosangela Sousa de Teresina, Piauí

SAUDAÇÃO – Poesia de Rosângela Sousa, de Teresina Piauí.

No segundo dia, integrei honrosamente a mesa dos trabalhos, atendendo à convocação de nosso presidente Clerio José Borges, no momento em que Dona Cândida, Irislene, Vasco, Magnólia e outros figuras extraordinárias também o faziam. Ali compus, de improviso, um poema livre para proceder à minha modesta saudação.


Poesia para mim é nobre espaço
Para a sentimentos dar vazão
Assim como para registrar fatos
E para troca de informação.

Ora falo do Estado do Espírito Santo
Do Congresso de Poetas Trovadores
São diversas atividades literárias
E, incansáveis, da ACLAPTCTC, os diretores.

Este é momento de plena felicidade
Receba, cada um, a nossa saudação
Ao Clério e Vasco em nome de todos
Parabéns pela garra e determinação.

Este evento significa audaz conquista
E por nós foi bastante esperado
Melhor dizendo e sendo bem sincera
Em conjuntura pandêmica idealizado.

Nesta mesa que sagaz maravilha
Temos d. Cândida arretada mulher
E mais: Irislene, Magnólia, Zenaide
“Escritoras Capixabas”, pro que der e vier.

O local é agradavelmente arejado
E, também, deveras imponente
Demonstrando zelo e bastante cuidado
Da direção da ACLAPTCTC com sua gente.

Aqui nobres e notáveis acadêmicos
Estão honrosamente livros lançando
E Luciano, Cleusa, Beko dentre outros
Músicos fantásticos se apresentando.

Outra deslumbrante performance
Deixou a plateia ouriçada, extasiada
Do Studio de Dança Rosaira Conrado
Com a Amanda, bailarina premiada.

Saúdo, por fim, gloriosa assistência
Visivelmente atenta e intergeracional
Que deixa este estupendo Congresso
Simplesmente fenomenal, sensacional.

Agradeço a Deus pela deferência
E inconteste e sadia oportunidade
De mostrar minha arte para todos
E, de levar comigo, tanta singularidade.

(Rosângela Sousa, Serra – ES, 08.10.2021)

Rosângela Sousa de Teresina no Piauí durante o 
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. 2021.
Rosângela Sousa de Teresina no Piauí durante o
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. 2021.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.  Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.  Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES. Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC - Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Evento da ACLAPTCTC – Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores, de 07 a 10 de Outubro de 2021. Local Arena Jacaraípe, Serra ES.Um evento de sucesso. Divulgando a Poesia e a Trova.

VIRTUAL PELA INTERNET:

REALIZADO NOS DIAS 01, 02 E 03 DE JULHO DE 2021.

PRIMEIRO DIA: 1º de julho de 2021, Início às 18 horas.

SEGUNDO Dia: 2 de julho de 2021, Início às 18 horas.

TERCEIRO DIA: 3 de julho de 2021, Início às 18 horas.


O XVIII Congresso é um evento que tem o Patrocínio da Prefeitura Municipal da Serra, Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, Conselho Municipal de Cultura, Fundo Municipal de Cultura Paulo Negreiros, Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal e Lei Aldir Blanc.

Filme Vídeo Oficial XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores Jacaraípe Serra ES. Outubro 2021:  https://youtu.be/a-iY-q2JQuQ

XVIII Congresso Jacaraípe Serra ES 2021
XVIII Congresso Jacaraípe Serra ES 2021
Rosângela e Clério José Borges - Rosângela Sousa de Teresina no Piauí durante o 
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. 2021.
Rosângela e Clério José Borges – Rosângela Sousa de Teresina no Piauí durante o
XVIII Congresso Brasileiro de Poetas Trovadores. 2021. Foto de 07 10 2021.
Trovadores na Missa em Trovas - Dia 10 10 2021 Jacaraípe Serra ES
Trovadores na Missa em Trovas – Dia 10 10 2021 Jacaraípe Serra ES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *