1980 – RESULTADO DOS CONCURSOS INTERNOS REALIZADOS CTC, CLUBE DOS TROVADORES CAPIXABAS

Clube dos Trovadores Capixabas CTC Concursos de Poesias e Trovas - resultado e Regulamentos CTC CTC Clube dos Trovadores Capixabas História - Documentação Neotrovismo

CONCURSO INTERNOS DO CTC

1980 – Uma outra característica marcante do Clube dos Trovadores Capixabas no ano de sua fundação, foi a realização quase que permanente de concursos internos de trovas. Estes se elevaram a dois no primeiro ano de existência do CTC. O primeiro desses concursos foi realizado em novembro de 1980, obedecendo ao tema GASOLINA, para trovas humorísticas. Foram recebidas 54 trovas e o resultado oficial foi este: 1º lugar – BEATRIZ ABAURE: Num posto de álcool na esquina, / diz um bêbado que passa: / – Isto que é gasolina! / – Tem cheiro até de cachaça. – 2º Lugar – VICENTE NOLASCO COSTA: Sobe o gás e sobe o óleo, / gasolina é todo dia. / Quanto mais sobe o petróleo / mais aumenta a mordomia. – 3º Lugar – JOÃO FIGUEIREDO: O preço da gasolina / Vai subir mais (e não bufe!) / até que jorre da mina / o petróleo do Maluf… – 4º lugar – ALYDIO C. DA SILVA: Na crise da gasolina, / tive um lampejo de estalo: / Deixo o carro na oficina / e vou andar a cavalo. – 5º Lugar – VICENTE NOLASCO COSTA: Vou vender tudo que pego. / Vou trocar rádio e buzina, / ou botar tudo no prego / ou ficar sem gasolina. – Receberam menções honrosas as seguintes trovas: MENÇÃO HONROSA – Valsema Rodrigues da Costa: Vamos cavar gente fina, / tentar óleo encontrar. / Pois carro sem gasolina, / “alcoólatra”… vai ficar. MENÇÃO HONROSA – Vicente Nolasco Costa: Hoje dei em pagamento / um tanque de gasolina / por um lindo apartamento / com garage e com piscina. – MENÇÃO HONROSA – Zedânove Tavares Sucupira: Derivado do petróleo / que o capixaba assim glosa: / – Sendo “óleo”, contém álcool, / sendo líquida é “gasosa”.

Este concurso contou com o valioso apoio do CORREIO POPULAR, de Cariacica, onde na época era editada uma coluna dedicada à trova, sob responsabilidade de Clério José Borges.

O II Concurso Interno do CTC teve NATAL como terna, e foi realizado em dezembro de 1980. O vencedor desse concurso foi João Figueiredo, residente no Rio de Janeiro, com esta trova: Nascer, morrer! Coisas certas. / Que no Natal vêm à luz: / Os Magos levando ofertas / E Cristo levando a Cruz.

1981 – O ano de 1981 começa com a realização dos Concursos Internos do CTC. O III Concurso Interno do CTC, realizado entre janeiro e fevereiro do 1981, teve dois temas: COLOMBINA, somente para os sócios fundadores da entidade, e CARNAVAL, para os sócios correspondentes, isto é, nem capixabas de nascimento ou residentes no Espírito Santo, mas “correspondentes’ da entidade noutros Estados. Venceram-no, com as respectivas trovas, os seguintes trovadores – Tema COLOMBINA: 1º lugar – MILSON ABREU HENRIQUES: Fui Pierrot num Carnaval / num outro fui Arlequim. / Mas Colombina afinal / fez um palhaço de mim. 2° lugar – J. CABRAL SOBRINHO: “A Colombina fatal”, / (ouvi dizer num forró), / foi gíria de Carnaval / do tempo de minha avó. 3º lugar – ARGEMIRO SEIXAS SANTOS: O Carnaval de hoje em dia, / em verdade, desatina. / É carnaval sem poesia, / sem PIERROT, sem COLOMBINA.

Com o tema CARNAVAL, o vencedor foi o trovador cearense ALOÍSIO BEZERRA. Eis a trova: Pela imensa Carestia, / Tolhendo a paz nacional, / Seria bom, Oh! Seria… / Não houvesse carnaval! – Aloísio classificou-se ainda em terceiro lugar, Carlos de Alencar em segundo e quinto e Carlos Ribeiro Rocha, em quarto. Já o IV Concurso Interno, realizado entre fevereiro e março de 1981, com tema único PÁSCOA, teve como três primeiros colocados, com as seguintes trovas, os trovadores abaixo: 1º lugar – FERNANDO ANTONIO LIMA CASTOR: A Bíblia, sagrado arquivo, / mostra a PÁSCOA aos fariseus… / JESUS CRISTO redivivo, / voltando aos braços de DEUS. 2º lugar – ARGENTINA LOPES TRISTÃO: Páscoa da Ressurreição, / do sacrifício, da dor. / Ficou-nos grande lição: / – A glória eterna do amor. 3º lugar – ARGEMIRO SEIXAS SANTOS: Depois da morte, Jesus / surge para a redenção. / É PÁSCOA feita de luz / iluminando o cristão.

Finalmente, o V Concurso Interno do CTG respeitou o tema “Cinco de maio – Dia das Comunicações e do Expedicionário”. As trovas concorrentes, julgadas por uma comissão de donas de casa, somaram 46. Venceram-no as seguintes trovas: 1º lugar – CARLOS RIBEIRO ROCHA: Contra o poder arbitrário / foi lutar sem covardia, / o nosso Expedicionário… / – Cinco de maio é seu dia! 2º lugar – ÁBNER DE FREITAS COUTINHO: Quem se isola, se angustia / abra a mente, meu irmão, / Cinco de Maio é o dia / de ter comunicação… 3º lugar – ARGEMIRO SEIXAS SANTOS: Cinco de Maio me apraz / por seu festejo correto, / a comunicação faz, / do mundo menor, mais perto.

Dentre as atividades do CTC no campo dos concursos de trovas merecem destaque aquelas que se relacionam à preocupação do Clube em divulgar a trova e sua prática junto às crianças. Aqui temos que salientar a colaboração de Milson Henriques, apresentador do programa infantil “A GAZETINHA”, da TV GAZETA, de Vitória.

Milson, que era trovador, tinha sido o promotor maior desses concursos, entre crianças de até 15 anos, o primeiro dos quais foi realizado em janeiro de 1981, com ótima participação, obedecendo ao tema FÉRIAS. Eis os cinco primeiros colocados: 1º lugar – RONALD HELMUT CEKAL: Sempre que chegam as férias, / saio, correndo, a brincar, / alegremente, sorrindo, / como um pássaro a voar. 2º lugar – MÁRCIA HILDILENE MATHEILO: Fazer trovas sobre férias? / Que ideia mais maluca. / Nas férias quero passear, / Brincar, descansar a cuca. 3º lugar – TATIANA BAHIENSE FREITAS: Ah! Se fosse-me possível / alguém estudar por mim. / Eu teria sempre férias, / seriam férias sem fim…

Para esse I Concurso de Trovas do programa infantil “A GAZETINHA”, foram enviadas mais de duzentas trovas. O II Concurso, sob o tema PROFESSORA, teve urna concorrência significativa e, nos primeiros lugares, esta classificação: 1º lugar – ELIVANI TEIXEIRA (9 anos) – Eu disse pra professora / que estava um pouco cansada. / Como eu sou peixinho dela / a matéria não foi dada. 2º lugar – GERUZA APARECIDA FERECHI (14 anos): Minha vida de criança / esta escola iluminou / com as letras do alfabeto / que a professora ensinou.

3º lugar – SAYONARA FREITAS CAMPOS (14 anos): Eu quero ser professora, / passe o tempo que passar. / Tudo aquilo que aprendi / vou com carinho ensinar.

Em 1981, um ano após a sua fundação o CTC já possuía mais de 500 sócios no Espírito Santo e no Brasil.

Em “A Gazeta”, de Vitória, de 13 de julho de 1981 consta que: “Não se pode negar que há uma grande receptividade popular em torno da Trova. Pelo menos, poucos são os Concursos no Espírito Santo que conseguem ter mais de 500 concorrentes. E um Concurso de Trovas chegou a ter mil. Foi no ano passado quando se propuseram três temas: Vitória, Anchieta e Capixaba. (…) Trovadores de todo o Brasil se reuniram no Concurso e depois diversos outros Concursos foram feitos.”

Para comprovar que o CTC nada tinha contra a entidade nacional UBT, antes pelo contrário, aconteceu que o seu surgimento provocou, por iniciativa de Clério José Borges, o renascimento da UBT no Espírito Santo. Mantido contato com o Presidente Nacional da UBT na época, Carlos Guimarães, Clério é nomeado Delegado da UBT em Vitória. Logo cria um Jornal Mimeografado “Estandarte”, o qual passa a ser enviado para as seções da UBT em todo Brasil. Como Delegado em Vitória, Clério estimula os Trovadores a criarem as seções da UBT na área dos Municípios da Grande Vitória. Consegue a nomeação de Andrade Sucupira como Delegado da UBT em Vila Velha e estimula a criação da UBT de Vila Velha que passa a ser presidida pela Professora Valsema Rodrigues da Costa.  Logo é fundada a seção da UBT em Vitória, sob a Presidência de Carlos Dorsch; Nealdo Zaidan passa a ser o Delegado da UBT. Todas as entidades passaram a manter jornaizinhos Trovistas e a animação era grande.

ACLAPTCTC antigo Clube dos Trovadores Capixabas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *